Pesquisar no blog

Concurso Politec AP: Comissão formada. Previsão de 76 vagas!

Boa notícia para os concurseiros! Um novo concurso Politec AP (Polícia Técnico-Científica do Estado do Amapá) pode ser realizado em breve, visto que uma comissão organizadora já foi formada para o certame.

Além disso, são previstas 76 oportunidades entre diversas carreiras de níveis médio e superior. Portanto, se você se interessa pela seleção, confira todos os detalhes!

 

Concurso Politec AP: situação atual

Primeiramente, é importante mencionar que o governador do Amapá, Waldez Góes, anunciou recentemente uma série de editais que passariam a ser divulgados a partir do mês de março.

Nesse sentido, a comissão organizadora para um novo concurso Politec AP já foi formada, de maneira que os trâmites para tais seleções estão avançando conforme as promessas.

Além disso, vale destacar que na última quinta-feira, 03 de março, foram anunciadas também as comissões organizadoras para a Secretaria da Educação, a Secretaria da Fazenda e o Detran, de forma o estado contará com grandes seleções este ano.

É igualmente importante recordar que dois concursos estão muito próximos de serem publicados, o da Polícia Militar e o do Corpo de Bombeiros do estado, que devem contar com editais divulgados ainda este mês.

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova. Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Comissão organizadora

Portanto, a comissão organizadora do novo concurso Politec AP já foi definida e divulgada por meio do Diário Oficial. Sendo assim, conheça os nomes dos membros do grupo, bem como os órgãos representantes:

Secretaria de Estado da Administração – SEAD

  • Suelem Amoras Távora Furtado;
  • Regina Maria de Oliveira Duarte;
  • Astrid Maria dos Santos Cavalcante;
  • Ronny Anderson Barbosa Carneiro.

 

Polícia Técnico Científica do Amapá – POLITEC

  • Edmar da Silva Lopes Filho;
  • José Amarildo Nunes Magalhães.

 

Procuradoria-Geral do Estado – PGE

  • Thiago Lima Albuquerque;
  • Diego Bonilla Aguiar do Nascimento.

 

Além disso, o documento que informa a formação do grupo também determina as funções a serem realizadas pela comissão, sendo elas:

  • elaborar o Projeto Executivo do concurso Público;
  • auxiliar a instituição contratada para realização do concurso público e elaboração do Edital de Abertura;
  • analisar e propor a aprovação de editais, comunicados, manuais de instrução, critérios, cronogramas, programas de provas de conhecimentos, acuidade física e psicológica, habilidades, habilitações e correlatos;
  • coordenar, orientar e acompanhar as atividades pertinentes à execução do Concurso Público;
  • promover a ampla divulgação de eventos do certame em todas as suas fases;
  • informar processos e expedientes relacionados ao concurso público;
  • desenvolver outras ações pertinentes ao Concurso Público.

 

Vagas, cargos e remunerações

Em suma, o novo concurso da Polícia Técnico-Científica do Estado do Amapá pretende ofertar 76 oportunidades entre cargos de níveis médio e superior. Sendo assim, confira a distribuição das vagas entre as carreiras a serem contempladas:

  • Perito Criminal – 25;
  • Odontolegista – 03;
  • Papiloscopista – 12;
  • Técnico Pericial – 06; e
  • Auxiliar Técnico-Pericial – 30.

 

Quais são as atribuições dos cargos?

É igualmente essencial que os concurseiros interessados no concurso Politec AP saibam quais funções deverão ser desempenhadas pelos contratados. Dessa forma, conheça as atribuições de algumas das carreiras:

Perito Criminal:

  • realizar exames periciais em locais de infração penal, realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados, na prática de infrações penais, proceder pesquisas de interesse do serviço, coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais, participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento das mesmas, desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

 

Odontolegista:

  • identificação humana;
  • perícia em área administrativa
  • perícia em foro civil, criminal e trabalhista;
  • perícia, avaliação e planejamento em infortunística;
  • tanatologia forense;
  • elaboração de autos, laudos e pareceres, bem como de relatórios e atestados;
  • traumatologia odonto-legal;
  • balística forense;
  • perícia logística no vivo, no morto, íntegro ou em suas partes em fragmentos;
  • perícia em vestígios correlatos, inclusive de manchas ou líquidos oriundos da cavidade bucal ou nela presentes;
  • exames por imagem para fins periciais;
  • deontologia odontológica, que é a teoria com foco nos princípios morais e éticos que devem guiar a atuação desse profissional;
  • orientação odonto-legal para o exercício profissional;
  • exames por imagens para fins odonto-legais.

 

Papiloscopista:

  • Recolhimento de impressões digitais de pessoas vivas e mortas;
  • Identificação necropapiloscópica e papiloscópica para elaboração de laudo técnico;
  • Retrato falado;
  • Perícia iconográfica;
  • Assistência à autoridade policial nos estudos da área de papiloscopia;
  • direção de veículos policiais;
  • Desempenho de outras atividades de natureza policial ou administrativa.

 

Último concurso Politec AP

Por fim, enquanto maiores informações acerca da nova seleção não são divulgadas, é essencial que os concurseiros iniciem sua preparação por meio da análise de antigos editais.

Dessa forma, o último concurso Politec AP aconteceu em 2017 sob organização da FCC (Fundação Carlos Chagas), quando foram ofertadas 80 oportunidades para os seguintes cargos:

  • Perito Médico Legista – 18 vagas imediatas e 52 para cadastro reserva;
  • Perito Médico Legista (Psiquiatra) – 2 vagas imediatas e 8 para cadastro reserva.

 

Além disso, as remunerações iniciais dos aprovados nessa seleção possuíam o valor de R$ 10.067,96. Para a investidura nos cargos era necessária a formação em Medicina, além de registro junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM).

Finalmente, é importante mencionar que os inscritos no processo seletivo foram avaliados por meio de Provas Objetivas. Sendo assim, os candidatos responderam a 50 questões de múltipla escolha acerca dos conteúdos abaixo:

Conhecimentos Gerais

  • Língua Portuguesa – 8 questões
  • Direito Processual Penal – 6 questões
  • Direito Penal – 6 questões

 

Conhecimentos Específicos

  • Leis Específicas
  • Medicina Legal

 

Ademais, os aprovados nessa etapa ainda passaram por Exame documental e Exame de Saúde, de caráter eliminatório, além do Programa de Formação, de caráter eliminatório.

 

 

Acompanhe nossas

redes sociais