Concurso Prefeitura de Itabaiana – SE: SAIU EDITAL com 258 vagas!

Foi divulgado o edital do novo concurso Prefeitura de Itabaiana, no estado de Sergipe. As oportunidades são destinadas para cargos de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 9,5 mil. Os interessados podem se inscrever até o mês de julho, no site da CONSEP. Os candidatos serão avaliados por meio de uma prova objetiv...

Status do concurso: Encerrado

Foi divulgado o edital do novo concurso Prefeitura de Itabaiana, no estado de Sergipe. As oportunidades são destinadas para cargos de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 9,5 mil.

Os interessados podem se inscrever até o mês de julho, no site da CONSEP. Os candidatos serão avaliados por meio de uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório!

Como fazer a inscrição do concurso Prefeitura de Itabaiana – SE?

As inscrições estarão disponíveis a partir do dia 06 de julho até às 23h59min do dia 24 de julho de 2020.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site da banca organizadora, CONSEP .

A taxa de inscrição varia nos seguintes valores:

Nível Fundamental: R$ 50,00;

Nível Médio: R$ 70,00;

Nível Superior: R$ 110,00.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até 17 horas do dia 24 de julho de 2020.

Vagas e salários do concurso Prefeitura de Itabaiana – SE

O certame oferta 258 vagas de caráter imediato, mais formação de cadastro reserva, nos níveis fundamental, médio e superior. As oportunidades são para os seguintes cargos:

Nível Fundamental: Agente de Coleta de Lixo (30), Agente de Limpeza e Conservação de Logradouros (120), Agente de Operação de Máquinas Matrizes (CR), Agente de Serviços de Carpintaria (CR), Agente de Condução de Veículos de Pequeno e Médio Porte (7), Agente de Instrução em Corte e Costura (CR), Agente de Serviço de Eletricidade (CR), Agente de Serviços de Hidráulica (CR), Auxiliar de Cuidador Social (CR), Cuidador de Creche (10), Cuidador em Saúde (1);

Nível Médio: Agente Auxiliar de Saúde Bucal (2), Agente Comunitário de Saúde (16), Agente de Almoxarifado (CR), Agente de Animação Cultural (CR), Agente de Fiscalização Tributária (CR), Agente de Monitoria de Esporte (CR), Agente de Monitoria Social (1), Agente de Monitoria Social em Saúde (CR), Agente de Recreação (CR), Agente Técnico de Agricultura (CR), Agente Técnico de Contabilidade (CR), Agente Técnico de Desenho (CR), Agente Técnico de Educação Social (CR), Agente Técnico de Enfermagem (10), Agente Técnico de Enfermagem em Saúde da Família (CR), Agente Técnico de Fiscalização de Obras (CR), Agente Técnico de Organização de Eventos (CR), Agente Técnico de Patologia Clínica (1), Agente Técnico de Supervisão de Obras (CR), Agente Técnico de Topografia (CR), Cuidador Social (CR), Monitor Educacional (10);

Nível Superior: Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental (CR), Arqueólogo (CR), Arquiteto (1), Assistente Social em Saúde (1), Auditor Fiscal e Tributário (CR), Auditor Interno (CR), Auditor Médico (1), Biblioteconomista (CR), Biólogo (1), Biomédico (1), Cartógrafo (CR), Cirurgião Buco-Maxilo Facial (CR), Cirurgião Dentista (1), Cirurgião Dentista em Saúde da Família (1), Cirurgião Endodontista (1), Cirurgião Periodontista (1), Contador Público (CR), Enfermeiro (8), Engenheiro Agrônomo (1), Engenheiro Civil (2), Engenheiro de Segurança do Trabalho (CR), Engenheiro de Petróleo e Gás (1), Engenheiro Químico (1), Geólogo (1), Historiógrafo (CR), Inspetor Sanitário (1), Médico Angiologista (CR), Médico Cardiologista (1), Médico Cirurgião Geral (2), Médico Clínico Geral (CR), Médico Dermatologista (1), Médico do Trabalho (1), Médico Endocrinologista e Metabologista (1), Médico Gastroenterologista e Endoscopista (CR), Médico Geriatra (CR), Médico Ginecologista/Obstetrícia (4), Médico Mastologista (CR), Médico Neurologista (CR), Médico Oftalmologista (1), Médico Otorrinolaringologista (CR), Médico Pediatra (2), Médico Pneumologista (CR), Médico PSF (3), Médico Urologista (1), Médico Veterinário (1), Museólogo (CR), Nutricionista (1), Psicólogo Social (CR), Psiquiatra (3), Terapeuta Ocupacional (3), Zootecnista (1).

Os salários variam de R$ 1.045,00 a R$ 9.562,28, com jornadas de trabalho de 20 a 40 horas semanais.

Como será a prova do concurso Prefeitura de Itabaiana – SE?

A avaliação dos candidatos será por meio de prova objetiva (para todos os cargos), realizada na data prevista de 06 de setembro de 2020, com duração de 3 horas, iniciando às 09 horas.

Os locais de aplicação das provas, serão informados no site da banca organizadora, CONSEP, a partir do dia 31 de agosto de 2020.

A prova objetiva será composta de 04 (quatro) alternativas por questão, tendo somente uma delas como a correta.

Serão considerados classificados, os candidatos que atingirem no mínimo 60% (sessenta por cento) do total de pontos da prova e que constar numa posição que esteja até 4 (quatro) vezes o número de vagas oferecidas para o cargo/lotação previsto no edital.

Ocorrerá ainda uma prova de títulos para os cargos de nível superior.

O conteúdo programático da prova irá constar as seguintes disciplinas:

Níveis Fundamental e Médio

– Língua Portuguesa: 10 questões;

– Matemática/Raciocínio Lógico: 10 questões;

– Conhecimentos Específicos: 05 questões.

Nível Superior

– Língua Portuguesa: 10 questões;

– Matemática/Raciocínio Lógico: 10 questões;

– Conhecimentos Específicos: 20 questões.

O prazo de validade do concurso público será de 02 (dois) anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

Requisitos para investidura nos cargos do concurso Prefeitura de Itabaiana – SE

O provimento do candidato aprovado será feito se atender os seguintes requisitos:

– Ter sido candidato aprovado no concurso;

– Ser brasileiro nato ou naturalizado ou cidadão Português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e gozo dos direitos políticos (Decreto nº 70.436, de 18/04/72, Constituição Federal, § 1° do Art. 12 de 05/10/88 e Emenda Constitucional n. 19, de 04/06/98, Art. 3º);

– Possuir, no mínimo 18 (dezoito) anos completos na data da posse;

– Comprovar quitação com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, quitação do serviço militar;

– Estar em pleno gozo dos direitos civis e políticos;

– Declaração de não ter sofrido condenação criminal com pena privativa de liberdade transitada em julgado ou qualquer condenação incompatível com o cargo pretendido;

– Declaração de não ter sido demitido, nos últimos 5 (cinco) anos do serviço público por intermédio de Processo Administrativo Disciplinar;

– Gozar de boa saúde física e mental (Aptidão Física, Mental e Psicológica);

– Atestado Médico comprovante higidez física e mental do candidato, que deverá estar munido de: Raio X do Tórax, Parasitologia de Fezes, Sumário de Urina, Hemograma Completo, Eletroencefalograma e Atestado de Sanidade Mental (fornecido por psiquiatra);

– Declaração de bens;

– Declaração de não acumulação ilegal de cargo público nos termos da Constituição Federal.

Sobre o município de Itabaiana – SE

Com a descoberta do Brasil, a Coroa Portuguesa, visando à colonização do novo continente, em 1534 dividiu-o em capitanias hereditárias, tendo o território sergipano sido dado a Francisco Pereira Coutinho. Com a morte deste, seu filho, Manoel Pereira Coutinho, fracassando na exploração das terras, vendeu sua capitania à Coroa Portuguesa, em 1549, permanecendo as terras sergipanas, ocupadas pelo elemento indígena. Em 1590 a expedição de Cristóvão de Barros liquida os indígenas e se inicia o processo de colonização de Sergipe.

Datam dessa época, as primeiras notícias de terras doadas a sete lavradores para colonizarem as cidades circunvizinhas do rio Sergipe. Através de sesmarias (terrenos que eram concedidos pelos reis de Portugal e pelas autoridades coloniais portuguesas às sesmeiros – colonos ou cultivadores), as terras não repartidas entre os colonos, oriundos de Portugal e da Bahia.

Por essa época é que se dá início propriamente dito, ao povoado e colonização de Itabaiana em grande escala, com a distribuição de imenso número de sesmarias de suas terras, notadamente aquelas situadas à margem do rio Jacarecica, os colonos contemplados com tais sesmarias, se espalhando em sítios pelas margens do rio, vão fundar o Arraial de Santo Antônio, a primeira povoação de Itabaiana, na região hoje conhecida por Igreja Velha, a uma légua do atual centro da cidade de Itabaiana, erguendo-se uma capela, fundando a Irmandade das Santas Almas. Esta capela é registrada no mapa de Caspar Barlaeus, durante a invasão holandesa, datado provavelmente de 1641, data em que os holandeses pesquisaram ouro na Serra de Itabaiana.

O local onde se encontra hoje a sede do município, conhecida no século XVI como Caatinga de Ayres da Rocha, era primitivamente um sítio de propriedade do pároco de São Cristóvão, Padre Sebastião Pedroso de Góes, que vendeu em 9 de julho de 1675, por Rs. 60$000(sessenta contos de réis), à Irmandade das almas de Itabaiana, sob a condição de nele ser reedificado um templo sob a invocação de Santo Antônio e Almas de Itabaiana. Segundo Sebrão Sobrinho, a intenção do Padre Sebastião era ver concretizada a criação da Freguesia de Santo Antônio e Almas de Itabaiana e para tanto, mister que se fazia que a igreja fosse edificada em terreno próprio. Como a capela de Santo Antônio estava edificada numa fazenda de propriedade particular, jamais a freguesia pôde ser criada.

Com a venda da caatinga de Ayres da Rocha à Irmandade, foi edificada a Igreja de Santo Antônio e Almas de Itabaiana, passando para este lugar, a sede da vila, que até então funcionava na Igreja Velha.

A povoação foi crescendo e já pelo ano de 1678, Itabaiana era distrito, possuindo paróquia desde outubro de 1675, permanecendo a invocação de Santo Antônio e Almas de Itabaiana. A paróquia de Itabaiana foi criada pelos governadores do Arcebispado, na ausência do Arcebispo D. Gaspar Barata de Mendonça.

A vila foi levantada pelo Ouvidor D. Diego Pacheco de Carvalho, em 1698, sob a denominação de vila do Santo Antônio e Almas de Itabaiana. Em 1727, aparecia como já possuindo sua Câmara representando o município.

Sem embargo das lendas que ainda são correntes entre seus habitantes, necessário se torna uma referência às incursões de Belchior Dias Moreyra, que em seus ensaios, depois de um demorado rodeio, fazia menção à prata, ao salitre e ao ouro da Serra de Itabaiana Assu.

Do roteiro da minas do Belchior Dias Moreyra, que andou por Itabaiana no início da colonização da capitania, depreende-se que, naquela serra se encontram jazidas de grandes riquezas minerais, sobretudo dos metais preciosos.

Do seu tempo nada se pôde colher, tendo como Clodomir Silva, no Álbum de Sergipe, de 1920, se valido nas referências que fez a estas minas, e documentos que datam de 1725 e 1753, que o próprio autor considera bordados dos adornos da fantasia. Assegura, porém que os informes a respeito se baseiam, contudo, na visão do povo e nas informações e parênteses e afeiçoados a família do explorador.

Os acontecimentos no fim do século XVIII, com pequenas lutas entre capitães-mores e ouvidores, um ou outro levante de índio, não forneceram subsídios que se pudessem considerar de valor histórico, para indicar o desenvolvimento do município que já se estabilizava aparecendo como o terceiro dos mais populosos do estado de Sergipe no início do século XIX.

Simão Dias Francês, dentro do que se fala e do que se escreve, é a primeira pessoa civilizadora a nascer em Itabaiana, vaqueiro e figura essencialmente atrativa, foi o tema de muitos trabalhos, todos posteriores as “Histórias Perdidas”, de Joaquim de Oliveira, fonte principal onde muitos foram se inspirar.

Contam os que escreveram a história de Sergipe, é que o pai de Simão Dias Francês era guerreiro. No Brasil estava ele como membro das tropas francesas, saqueadoras do Pau-brasil.

Em Sergipe, seus superiores, depois de conquistar a amizade e confiança dos indígenas, tentavam convencê-los da necessidade de invadir a capitania baiana, lado a lado com os franceses, o que seria uma possibilidade a mais para a vitória. Enquanto isso soldados franceses, inclusive o futuro pai de Simão Dias, tinham relacionamentos amorosos com índias.

Quando, em 1586, Luiz de Brito, com forte expedição, surpreende os índios e os franceses, vencendo-os em inúmeras batalhas, uma das quais tratava no Bojo da Serra da Cajaíba. O soldado francês e sua índia fogem mata adentro e se alojam no local onde hoje é Itabaiana.

Em 1594 sob a sombra da secular quixabeira situada onde hoje está a matriz, nasceu das entranhas da índia sergipana um menino. Ela morre vítima de parto, Simão Dias Francês é alimentado por uma cabra. Com um ano do nascimento, o menino perdeu o pai. Sozinho, a cabra, conta a lenda, continua a lhe alimentar, até que os colonos descobrem, no início do século XVI, o garoto e lhe conduzem para o Arraial de Santo Antônio onde mais tarde se torna vaqueiro de Luiz Rabelo. Em 1637, receosos das ameaças do conde de Bagnolo à época da invasão holandesa em Sergipe, Simão Dias com 47 anos, já casado, invade as matas de caiçara preludiando a colonização e o povoamento das terras que mais tarde recebiam seu nome.

É certo que acerca de Simão Dias Francês se misturam lendas e história. É difícil precisar onde começa a lenda e onde termina a história. Não foi delimitada ainda a questão.

A vila de Santo Antônio e Almas de Itabaiana, por força da resolução Provincial de número 301, de 28 de agosto de 1888, elevado à categoria de cidade, na Presidência de Francisco Paula Preste Pimentel.

Histórico de Notícias

26/11/2015

Inscrições de concurso para a Prefeitura de Itabaiana – SE terminam hoje

Inscrições para concurso da Prefeitura de Itabaiana terminam hoje. Veja como participar!

Continuar lendo
30/10/2015

O que cai na prova: Prefeitura de Itabaiana – SE

Prefeitura de Itabaiana tem 170 vagas de concurso para candidatos de todos os níveis. Saiba o que cai na prova.

Continuar lendo
27/10/2015

Prefeitura de Itabaiana – SE altera edital de concurso com 170 vagas

A Prefeitura de Itabaiana, no Sergipe, abriu concurso com 170 vagas para candidatos de todos os níveis. Confira as mudanças no edital.

Continuar lendo
27/10/2015

Concurso da Prefeitura de Itabaiana (SE) está com inscrições abertas

A Prefeitura de Itabaiana abriu na última segunda as inscrições para seu concurso de mais de 170 vagas. As opções são para todos os níveis de escolaridade.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais