Concurso SEED RR: Banca organizadora definida I Nova concursos

Concurso SEED RR: Preparativos das duas seleções já estão em andamento!

Em Roraima , a Secretaria do Estado da Educação e Desporto já deu início aos preparativos das duas novas seleções para este ano. A primeira contará com 654 vagas de professor, enquanto a segunda terá mil vagas para o magistério indígena. Ambos concursos já contam com banca organizadora definida. No dia 26 de Janeiro, após sorteio públi...

Status do concurso: Previsto
BAIXE GRÁTIS: e-Book Oportunidades para Mudar de Vida em 2021
Cadastre-se e receba: e-Book Concursos 2021 + Guia Definitivo para montar um Plano de Estudos + Bônus Especiais!

Em Roraima , a Secretaria do Estado da Educação e Desporto já deu início aos preparativos das duas novas seleções para este ano. A primeira contará com 654 vagas de professor, enquanto a segunda terá mil vagas para o magistério indígena. Ambos concursos já contam com banca organizadora definida.

No dia 26 de Janeiro, após sorteio público, o Instituto de Desenvolvimento Educacional Cultural e Assistência Nacional (Idecan) foi escolhido para organizar o segundo edital da pasta, que ofertará apenas vagas para professores indígenas.

Para a coordenadora da Organização dos Professores Indígena de Roraima (Opirr), Edite Andrade, a realização da seleção é um grande avanço. De acordo com ela, a oportunidade de integrar o quadro efetivo do estado vai trazer melhoria para a qualidade do ensino.

Situação atual do concurso SEED RR

Processo Seletivo SEED RR: Mil vagas para magistério indígena

No dia 26 de Janeiro, após sorteio público, o Instituto de Desenvolvimento Educacional Cultural e Assistência Nacional (Idecan) foi escolhido para organizar o segundo edital da pasta, que ofertará apenas vagas para professores indígenas.

No processo, realizado por meio de dispensa de licitação, duas empresas chegaram à fase final dos procedimentos empatadas nos quesitos exigidos: Idecan e Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Com isto, foi realizado um o sorteio em ato público, que teve o Idecan como vencedor do processo.

“O concurso público para professor indígena é um compromisso do início da gestão do governador Antonio Denarium e também da categoria. Hoje foi mais um passo importante nesse processo, que é a definição da empresa que vai organizar o concurso”, destacou o presidente da Comissão Setorial, Semaias Alexandre.

Sendo assim, o processo será encaminhado para a Comissão Permanente de Licitação (CPL) do Estado para análise do procedimento realizado pela SEED, emissão de certidões, publicações e demais trâmites burocráticos legais.

“Após essa etapa, o processo retorna para a SEED para fins de contratação. A partir daí, será responsabilidade da empresa lançar o edital, cronograma e demais procedimentos para o concurso. Os professores devem continuar os estudos e se preparar para o concurso que vai acontecer muito em breve”, enfatizou o presidente da comissão.

Processo Seletivo SEED RR: 654 vagas para magistério

No dia 16 de dezembro, em sorteio público realizado, o IBFC (Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação) foi escolhido como o responsável pelo cer tame  da Secretaria do Estado da Educação e Desporto de Roraima.

A seleção irá ofertar 654 vagas para Professores da carreira de magistério da Educação Básica da rede estadual de ensino. De acordo com o governador de Roraima, Antônio Denarium, esse é mais um compromisso assumido e realizado dentro de sua gestão.

“Serão 654 novos professores para as escolas da rede pública estadual, o que significa reforço no quadro de servidores e compromisso com a boa qualidade de ensino. Estamos investindo para ter uma educação pública de qualidade e isso passa por bons professores, por escolas reformadas e novas escolas construídas. Estamos melhorando Roraima e a educação de nossos jovens é nossa prioridade”, informou o governador.

Para o representante do SINTER (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Roraima), Jeferson Dantas, o concurso SEED RR dará segurança jurídica e alimentar para o Professor.

“É um passo importante que foi dado. Vamos aguardar o mais rapidamente a publicação do edital. Agora os colegas professores seletivados vão poder estudar e passar no concurso. O Sinter acompanhará de perto e fazendo as cobranças necessárias para a categoria”, relatou Dantas.

Mediante a definição da banca organizadora do concurso SEED RR, o processo irá seguir os trâmites burocráticos legais.

“O processo será remetido para a CPL, para análise de todo o procedimento realizado na SEED, emissão das certidões e publicações para então ser realizada a contratação da empresa”, relatou o presidente da CPL, Everson Cerdeira.

Ocorrendo todos esses procedimentos dentro da legalidade exigida, a empresa deverá então organizar o concurso SEED RR, com a publicação do edital, cronogramas e demais fases necessárias.

Comissão organizadora do concurso SEED RR

Foi divulgada também a composição da comissão setorial da seleção SEED RR. Conforme o documento, foram designados 5 pessoas para formarem a comissão.

Confira a seguir a composição da comissão:

  • Presidente: Nilza Chaves Silva
  • Membro: Mario de Souza Rosa
  • Membro: Rosalete Souza Saldanha
  • Membro: Claudemyra Pereira da Silva
  • Membro: Juliana Dorigon

Atualmente existe uma comissão formada para o certame . Ela possui 14 integrantes que foram designados para fazer levantamento de dados, acompanhamento e monitoramento das etapas da seleção para professor magistério da educação básica e magistério indígena.

Além disso, a comissão fará uma análise do orçamento para comprovar o impacto na folha de pagamento e a existência de recursos para custear o certame . A Comissão terá o prazo de 60 dias para a conclusão final dos trabalhos.

Vale destacar que o governador remanejou cerca de R$ 1 milhão da Polícia Militar para a Universidade Estadual de Roraima (UERR), para dar continuidade nas etapas do concurso.

Carreira do concurso SEED RR

Atribuições e Requisitos

A seleção SEED RR exige dos candidatos formação em Pedagogia, ter concluído os cursos de Magistérios, Pró Formação (1ª à 4ª série) e PROINFANTIL, apresentando diploma ou certificado de conclusão, conforme o cargo.

Professor de Educação Básica: um professor do ensino básico dá aulas para crianças, sendo responsável pela alfabetização e pelo ensinamento de disciplinas básicas. O ensino básico é dividido em duas etapas. O professor do ensino básico I ministra as aulas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. E o do ensino básico II trabalha com as séries finais, do 6º ao 9º ano.

Na educação básica I, a principal tarefa do professor é alfabetizar as crianças. Nessa etapa, são feitas muitas atividades lúdicas com os alunos no processo de aprendizagem, como desenhos, jogos e brincadeiras.

Já na educação básica II, o profissional avançará o ensino conforme a idade dos alunos. Aqui, a criança começa a aprender as matérias básicas específicas, como português, matemática, história, ciências, entre outras. É importante que o professor desenvolva atividades de fixação dos conteúdos, de motivação e de solidificação do aprendizado da primeira etapa do ensino básico.

Segundo o Ministério da educação, as principais ações da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) do Ministério da Educação para garantir a oferta de educação escolar indígena de qualidade são as seguintes:

1. Formação inicial e continuada de professores indígenas em nível médio (Magistério Indígena). Esses cursos têm em média a duração de cinco anos e são compostos, em sua maioria, por etapas intensivas de ensino presencial (quando os professores indígenas deixam suas aldeias e, durante um mês, participam de atividades conjuntas em um centro de formação) e etapas de estudos autônomos, pesquisas e reflexão sobre a prática pedagógica nas aldeias. O MEC oferece apoio técnico e financeiro à realização dos cursos.

2. Formação de Professores Indígenas em Nível Superior (licenciaturas intercultuais). O objetivo principal é garantir educação escolar de qualidade e ampliar a oferta das quatro séries finais do ensino fundamental, além de implantar o ensino médio em terras indígenas.

3. Produção de material didático específico em línguas indígenas, bilíngues ou em português. Livros, cartazes, vídeos, CDs, DVDs e outros materiais produzidos pelos professores indígenas são editados com o apoio financeiro do MEC e distribuídos às escolas indígenas.

4. Apoio político-pedagógico aos sistemas de ensino para a ampliação da oferta de educação escolar em terras indígenas.

5. Promoção do Controle Social Indígena. O MEC desenvolve, em articulação com a Funai, cursos de formação para que professores e lideranças indígenas conheçam seus direitos e exerçam o controle social sobre os mecanismos de financiamento da educação pública, bem como sobre a execução das ações e programas em apoio à educação escolar indígena.

6. Apoio financeiro à construção, reforma ou ampliação de escolas indígenas.

Salários e Benefícios

Lembrando aos concurseiros que as remunerações a seguir são iniciais.

  • Professor 25h- R$ 1.669,09
  • Professor 30h- R$ 3.004,80
  • Professor 40h- R$ 4.005,82

Último concurso SEED RR

último concurso SEED RR para professores temporários, teve seu edital  publicado no ano de 2019. De acordo com o Governo de Roraima, os ganhos do ano passado servem como base para o próximo edital.

Na época, foram ofertadas 479 vagas para professores, nas áreas de: Educação Básica (ensino fundamental do 6° ao 9° ano e ensino médio) e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

As vagas foram distribuídas pelos municípios de Boa Vista (141 vagas), Alto Alegre (20 vagas), Amajarí (19 vagas), Bonfim (10 vagas), Cantá (65 vagas), Caracaraí (41 vagas), Caroebe (21 vagas), Iracema (10 vagas), Mucajaí (44 vagas), Normandia (10 vagas), Pacaraima (18 vagas), Rorainópolis (44 vagas), São João da Baliza (14 vagas), São Luiz (15 vagas) e Uirumutã (7 vagas).

Para se candidatar, foi necessário ter licenciatura plena na disciplina que desejava concorrer. Os salários foram proporcionais à carga horária de trabalho semanal, sendo elas:

  • 16 horas: R$ 1.483,45;
  • 25 horas: R$ 2.031,90;
  • 30 horas: R$ 3.782,94.

Os candidatos foram avaliados apenas por meio de uma prova de títulos, que analisou cursos de especialização e experiência na área.

Acompanhe nossas

redes sociais