Concurso TRE AL: Cresce o déficit de cargos no órgão; divulgação de um novo edital é urgente!

Enquanto um novo concurso TRE AL (Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas) não é realizado, aumenta o número de déficit de servidores no órgão. A publicação de um novo edital é considerada urgente. No momento, o tribunal conta com 15 cargos vagos nas carreiras de Técnico e Analista, sendo 13 cargos para Técnico, de nível médio e 02 carg...

Status do concurso: Previsto

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

Enquanto um novo concurso TRE AL (Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas) não é realizado, aumenta o número de déficit de servidores no órgão. A publicação de um novo edital é considerada urgente.

No momento, o tribunal conta com 15 cargos vagos nas carreiras de Técnico e Analista, sendo 13 cargos para Técnico, de nível médio e 02 cargos para Analista, de nível superior. Os salários são nos valores de R$ 7.591,37 e R$ 12.455,30, respectivamente!

Déficit no quadro de servidores no TRE AL

Consta na lista de Tribunais Regionais Eleitorais (TRE) autorizados a realizar um novo certame com vagas para efetivos, está o concurso TRE AL. Entretanto, conforme informações publicadas no mês de fevereiro, a seleção só seria aberta mediante disponibilidade orçamentária.

Enquanto a seleção não é realizada, cresce o quantitativo de cargos vagos no órgão. De acordo com o Portal da Transparência do órgão, atualmente, o TRE AL conta com 15 cargos vagos. Desse total, 02 cargos são de Analista e 13 cargos são de Técnico.

As especialidades que apresentam vacâncias para cada uma das carreiras, serão informadas oportunamente. Os dados são referentes ao mês de abril de 2020.

A autorização emitida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é para preenchimento de 05 vagas no Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas. Desse quantitativo, seria 01 vaga para o cargo de Analista e 04 vagas para a carreira de Técnico.

A expectativa é que, quando realizado o certame , as demais vagas em aberto fiquem para formação de cadastro reserva. Assim, as outras 10 vacâncias restantes poderão ser preenchidas durante o prazo de validade da seleção.

Para a função de Técnico, cuja exigência é o nível médio, o atual salário é de R$ 7.591,37, em início de carreira. Além do salário-base, de R$ 3.163,07, está somado ao valor a Gratificação por Atividade Judiciária (GAJ), de R$ 4.428,30.

Já para a carreira de Analista, com requisito do nível superior, a remuneração é de R$ 12.455,30. Também contando com o valor do salário base de R$ 5.189,71 e a Gratificação por Atividade Judiciária (GAJ) de R$ 7.265,59.

Concurso TRE AL depende de orçamento para ser utilizado

A expectativa era que o concurso TRE AL fosse realizado ao longo de 2020. Porém, conforme informações do presidente do órgão, desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo, em fevereiro deste ano, a falta de orçamento inviabiliza a divulgação de um novo edital.

“Entre muitos fatores, a falta de orçamento é o que inviabiliza a realização de um certame público, pelo menos nos próximos meses. A carência de servidores realmente existe, mas estamos impossibilitados, diante deste cenário, de resolver esse problema”, relatou o desembargador Araújo.

Na época, ainda foi informado pelo presidente, que o TRE AL analisava a possibilidade de realizar estudos para iniciar um concurso de remoção de servidores internamente. O objetivo era preencher os cargos vagos nas Zonas Eleitorais do interior.

A expectativa pela realização do novo concurso TRE AL é grande, especialmente pelo tempo de realização do último, que foi feito no ano de 2009. Na ocasião, foram oferecidas 03 vagas de caráter imediato mais cadastro para o cargo de Analista, além das oportunidades reservadas para Técnico.

Sobre o TRE AL

A Justiça Eleitoral foi instituída em 24/2/1932, por meio do Decreto nº 21.076, o Código Eleitoral de 1932, que criou os Tribunais Regionais Eleitorais de cada Unidade da Federação para decidir sobre processos eleitorais.

Em 1937, a Justiça Eleitoral foi extinta e em 1945 foi reinstalada, nesse sentido, o Decreto-Lei 7.586, de 28 de maio de 1945, recriou o Tribunal Superior Eleitoral e um Tribunal Regional Eleitoral em cada Estado e no Distrito Federal.

Atualmente a Justiça Eleitoral encontra guarida na Constituição Federal de 1988, a qual dispõe no Título IV, Capítulo III, art. 92, que os Tribunais e Juízes Eleitorais são órgãos do Poder Judiciário (Administração Direta) e têm por finalidade assegurar a organização e o exercício de direitos políticos, essencialmente os de votar e ser votado.

Instrumento que fixa a organização do tribunal e disciplina a aplicação de suas normas processuais, dispondo sobre a competência e o funcionamento dos órgãos julgadores. Estabelecido através da Resolução nº 15.933, de 26/11/18.

Missão

Garantir a legitimidade do processo eleitoral.

Visão

Consolidar a credibilidade da justiça eleitoral, especialmente quanto à efetividade, transparência e segurança.

Valores

– Acessibilidade: garantir o direito constitucional do cidadão de acesso à Justiça Eleitoral;

– Modernidade: propiciar a adoção de soluções modernas alicerçadas em novas tecnologias;

– Celeridade: ressaltar o combate à morosidade na entrega da prestação jurisdicional;

– Transparência: garantir o acesso às informações, ações e decisões institucionais;

– Responsabilidade Social e Ambiental: atuar para a promoção da cidadania e para o uso racional de recursos naturais e bens públicos por meio de práticas sustentáveis;

– Imparcialidade: primar por julgamentos retos e justos;

– Ética: garantir a atuação sob os princípios da honestidade, lealdade e dignidade;

– Probidade: garantir a atuação com honestidade e integridade em todas as suas ações.

Último concurso TRE AL

O último concurso TRE AL teve seu edital publicado no ano de 2009. Na ocasião, as vagas distribuídas para Analista pelos cargos de Analista Judiciário Sem Especialidade (01 vaga), Analista Administrativo Sem Especialidade (Cadastro Reserva), Analista Administrativo/Contabilidade (01 vaga) e Analista Administrativo/Engenheiro Civil (01 vaga).

Já as vagas para a carreira de Técnico, foram para a área Administrativa Sem Especialidade. Os candidatos aprovados no certame foram lotados em Cartórios Eleitorais do interior do estado, exceto à função de Analista de Contabilidade, que foi lotado para atuar na secretaria do TRE AL.

Os participantes do concurso TRE AL 2009, foram avaliados por meio de prova objetiva. Também foi aplicada uma prova de Redação, para os candidatos às vagas de Analista.

A banca organizadora responsável pela execução do certame , foi a FCC (Fundação Carlos Chagas). A prova objetiva foi composta por 70 questões, que foram divididas por itens de Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos.

A parte de Conhecimentos Básicos, englobou as seguintes disciplinas:

– Língua Portuguesa;

– Noções de Informática;

– Noções de Arquivologia, apenas para Técnico.

Histórico de Notícias

20/08/2020

Concurso TRE AL: Aumenta o déficit de cargos no órgão; edital é urgente!

Enquanto um novo concurso TRE AL (Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas) não é realizado, aumenta o número de déficit de servidores no órgão.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais