Entenda como o Censo 2022 pode ser cobrado em concurso público!

icone calendario 04 jul 2023

Na última quarta-feira, (28/06), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os primeiros resultados do Censo 2022 que apontaram novos dados e tendências da população e sua distribuição no território brasileiro. 

Esses dados são muito importantes para a compreensão e o planejamento de políticas públicas no país. Por ser um assunto tão relevante, costuma ser cobrado com frequência nas provas objetivas e discursivas de concursos públicos.

O Censo Demográfico costuma ser publicado a cada 10 anos e estava previsto para 2020. No entanto, em virtude da pandemia de Covid-19 (coronavírus) não foi possível realizar o levantamento.

Além disso, a falta de verba para pagar os recenseadores atrasou o prazo para pesquisa, que estava previsto para terminar em outubro de 2022, mas se estendeu até maio de 2023.

Em função dos atrasos, o IBGE optou por fazer a divulgação dos resultados obtidos em etapas. A primeira delas foi divulgada essa semana e a previsão é que até o final do ano 90% das informações estejam disponíveis para o povo.

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui   e saiba mais!

Quais foram os resultados divulgados na primeira etapa do Censo 2022?

De acordo com o Censo 2022, a população brasileira atingiu a marca de 203,1 milhões de habitantes. Isso equivale um crescimento de 6,5% em comparação com o último levantamento, realizado em 2010. Esses dados revelam um aumento de 12,3 milhões de pessoas ao longo dos 12 anos.

O crescimento populacional foi menor que o esperado. Isso porque o país registrou uma taxa de crescimento anual da população de 0,52%. Esse valor representa a menor taxa desde o primeiro Censo, em 1872.

O Censo Demográfico também indica a população de cada cidade, quais são mais populosas e quais perderam mais habitantes. Nesse sentido, foram registrados 90,7 milhões de domicílios, 37% a mais que em 2010.

Esse dado mostra que as famílias estão menores e ocupando mais residências.

Também foi informado que a região Sudeste concentra a maior parte da população do país, com com cerca de 84,8 milhões de habitantes, o que representa 41,8% da população do Brasil, ou seja, os estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro são os mais populosos, concentrando 39,9% da população nacional.

Por outro lado, o Centro-Oeste é considerado a região menos populosa do Brasil, com 16,3 milhões de habitantes, representando 8,0% da população brasileira.

Em relação a população urbana, o Censo 2022 registrou 124,1 milhões de pessoas nas áreas urbanas, o que indica 61% da população total.

Ainda vale destacar que cerca de 44,8% dos municípios possuem até 10 mil habitantes. No entanto, apenas 12,8 milhões de pessoas, ou seja, 6,3% da população nacional, vive em cidades desse porte.

Para acessar os resultados na íntegra, clique aqui!

Quais dados do Censo 2022 ainda serão divulgados?

O IBGE vai divulgar diversos relatórios feitos pelo Censo 2022, de forma gradual, pois eles ainda precisam passar por especialistas em estatística e informações populacionais.

Com base nos relatórios divulgados nos últimos anos, podem ser esperados para 2023 e 2024:

  • Aglomerados subnormais – informações territoriais;
  • Aglomerados subnormais – informações populacionais;
  • Características gerais dos indígenas;
  • Características urbnanísticas do entorno dos domicílios;
  • Indicadores Sociais Municipais;
  • Estatísticas de gênero;
  • Educação e deslocamentos;
  • Trabalho e rendimentos;
  • Família e domicílio;
  • Nupcialidade, fecundidade e migração;
  • Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência;
  • Resultados sobre Trabalho Infantil.

Lembrando que as pesquisas variam de um ano para o outro. Em 2022, o Censo chegou pela primeira vez a territórios indígenas como os Yanomanis.

Ainda não existe uma data prevista para as próximas divulgações. No entanto, o IBGE deve avisar com antecedência cada publicação.

Como o Censo 2022 pode ser cobrado em concursos públicos?

O tema pode ser exigido nas provas objetivas, discursivas e de redação. Normalmente, são cobradas questões que exigem interpretação dos dados e conclusões apresentadas pelo IBGE.

A melhor maneira de se preparar é realizando as questões de provas anteriores e entendendo a importância da pesquisa e dos diferentes dados coletados.

Se você quer saber todos os segredos para não errar Censo Demográfico na hora da prova, dá o play na aula do professor Heitor Ferreira e vem com a gente rumo a APROVAÇÃO! 😎

Saiba mais sobre o Concurso IBGE 2022: Edital publicado. Vagas para Agente de Pesquisa e Mapeamento!

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais