Como foi a última prova para Delegado da PF?

icone calendario 18 ago 2020

Atenção concurseiros que aguardam oportunidades para o cargo de Delegado de Polícia! No dia 20 de abril foi publicada portaria que autoriza a realização do novo concurso público da Polícia Federal (PF) , com oferta de 150 vagas para Delegados.

No momento a PF trabalha na escolha da banca organizadora do novo certame. A expectativa é de que o edital seja divulgado até o final de outubro, com possibilidades de as provas serem aplicadas ainda em 2018.

Isso significa que se você pretende ser aprovado, é hora de intensificar os estudos Para ajudar, a Nova Concursos traz detalhes sobre a última prova para Delegado da PF !

Banca organizadora

O concurso PF ainda não definiu qual será a banca organizadora, mas vale ressaltar que os últimos concursos (1997, 2004 e 2013) foram organizados pelo CESPE/Cebraspe, o que leva a crer que a empresa será mais uma vez responsável pelo próximo concurso, com provas na sua estrutura tradicional.

Como foi a última prova para Delegado da PF?

A primeira etapa de avaliação foi a prova objetiva (P1), composta por 120 questões sobre as seguintes disciplinas:

Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Penal Especial, Criminologia, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Previdenciário, Direito Tributário, Direito Financeiro, Direito Internacional Público e Direito Empresarial.

Os candidatos tiveram 4 horas para realizar a prova, aplicada no turno da manhã. A cada item assinalado corretamente o candidato pontuou 1 dos 120 pontos possíveis. Se deixasse em branco receberia 0, mas se assinalasse o gabarito errado, somaria 1 ponto negativo. Assim, cada reposta errada anula uma correta.

Vale ressaltar que não houve peso diferenciado entre as questões. Toda assertiva, independentemente da matéria, teve peso de 1 ponto. A nota de corte foi 68 entre 120 pontos possíveis .

Disciplinas com maior número de questões

Uma vez que o concurso foi para o cargo de Delegado , era de se esperar que as disciplinas penais constituíram a maior parte das questões. Somadas, totalizam 52 das 120 assertivas, correspondendo à 43% da prova objetiva.

Em segundo lugar ficou a disciplina de Legislação Penal Especial, com 16 questões (13,33%), e em terceiro a disciplina de Direito Processual Penal, com 15 questões (12,50%).

Dicas

Ao considerar a nota de corte de 68 pontos para ser aprovado na primeira fase (prova objetiva), fica claro que teve destaque o candidato que dominou as matérias penais, sendo Direito Penal, Direito Processual Penal e de Legislação Penal Especial.

Portanto a dica é concentrar os estudos nessas três disciplinas, desta forma, se você conseguir gabaritar as matérias penais, representaria 76% do necessário para atingir a nota de corte.

Obviamente que é necessário estudar as demais disciplinas, mas lembre-se que dominar bem essas matérias pode ser crucial para sua aprovação.

Além disso, essas disciplinas, se bem estudadas, lhe ajudarão na prova dissertativa , o que ocorre também com Direito Administrativo e Constitucional.

Bons estudos!

Para mais informações, veja a página do Concurso Polícia Federal PF

Saiba mais sobre o Concurso Polícia Federal 2020: Edital irá ofertar 2 mil vagas na área Policial!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais