Pesquisar no blog

Concurso DPU: Senado aprova PL para criação de 811 cargos!

icone calendario 19 Maio 2022

Novidades para os concurseiros! O Senado Federal aprovou o Projeto de Lei 1252/2022, que visa a criação de 811 cargos que poderão ser preenchidos por meio de concurso DPU. Ademais, vale destacar que 80% dos servidores do Defensoria foram cedidos por outros órgãos.

Sendo assim, na última terça-feira, 17 de maio, o Senado Federal aprovou o projeto de lei que visa criar 811 cargos a serem preenchidos por meio de um novo concurso da Defensoria Pública da União. Ademais, a seleção é fundamental, visto que o órgão possui muitos servidores cedidos.

Além disso, vale recordar que o PL já havia sido aprovado no início do mês pela Câmara dos Deputados. Dessa forma, a proposta segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova. Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso DPU: panorama geral

Portanto, um novo concurso DPU pode ser realizado em breve, visto que o projeto de lei que visa a criação de 811 cargos para o órgão foi aprovado tanto pela Câmara dos Deputados quanto pelo Senado Federal.

Além disso, as oportunidades são para as carreiras de Técnico e Analista, de níveis médio e superior, respectivamente. Dessa forma, a distribuição das vagas seria a seguinte:

  • Analistas (nível superior): 410 vagas;
  • Técnicos (nível médio): 401 vagas.

Ademais, segundo a proposta, que agora aguarda a sanção do presidente da república, os aprovados no concurso público contariam com remunerações iniciais nos valores de R$ 2.145,23 para nível médio e R$ 5.026,99 para nível superior.

Órgão tem 80% de servidores cedidos

É igualmente essencial ressaltar que um novo concurso da Defensoria Pública da União é fundamental, visto que o órgão conta com 80% de servidores cedidos por outros órgãos, segundo a Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais (Anadef).

Nesse sentido, é de extrema importância que o órgão conte com um quadro de servidores preenchido por profissionais qualificados para os trabalhos, a fim de que os serviços sejam realizados com a máxima qualidade.

“A criação da carreira nunca ocorreu para a DPU porque o organismo existe desde 1995 e sempre enfrentou diversos desafios para atender bem a população carente. Temos certeza que essas carreiras potencializarão esses atendimentos, fazendo com que a DPU alcance aqueles cidadãos mais necessitados para amenizar as condições de pobreza que, infelizmente, ainda assola o país”, disse a senadora Rose de Freitas, relatora do projeto.

Último concurso DPU

Por fim, vale recordar que o último concurso DPU aconteceu em 2015 sob a organização do Cebraspe. Ademais, foram ofertadas na época 143 oportunidades para os seguintes cargos:

Nível Médio

  • Agente Administrativo – 105 vagas.

Nível Superior

  • Analista;
  • Arquivista;
  • Assistente Social;
  • Bibliotecário;
  • Contador;
  • Economista;
  • Psicólogo;
  • Sociólogo;
  • Técnico em Assuntos Educacionais; e
  • Técnico em Comunicação Social.

Ademais, os aprovados nessa seleção contaram com remunerações iniciais no valor de R$ 3.817,98 para nível médio e até R$ 6.348,27 para nível superior.

Além disso, durante as provas objetivas os inscritos nesse concurso público responderam a questões de múltipla escolha acerca das disciplinas a seguir:

Conhecimentos Básicos

  • Língua Portuguesa;
  • Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos;
  • Raciocínio Lógico; e
  • Noções de Informática, de Direito Constitucional e Administrativo e de Arquivologia.

Conhecimentos Específicos

  • Atendimento ao Público; e
  • Noções de Organização, de Administração e de Recursos Materiais, de Gestão de Pessoas nas Organizações, de Administração Financeira e Orçamentária e de Administração Pública.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso DPU: Aprovada a criação de 811 cargos efetivos. Edital em breve!
Acompanhe nossas

redes sociais