Concurso INSS: Convocação de 2.500 excedentes e seleção para Analista. Confira!

Iago Almeida

icone calendario 11 ago 2023

Um novo pedido para um concurso INSS  já foi encaminhado e pode surgir em breve. Além disso, poderá acontecer ainda a convocação de 2.500 excedentes aprovados, nas próximas semanas; veja!

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui  e saiba mais!

Concurso INSS: haverá novas convocações de excedentes?

Ao que tudo indica, haverá em breve a convocação de 2.500 excedentes aprovados no último concurso do Instituto Nacional do Seguro Social.

Assim, a informação foi repassada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social e pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social).

Isso logo após encontro com o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, nesta semana. A expectativa aumentou!

“Tivemos uma reunião proveitosa com o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto. Para vocês que fizeram o concurso da Previdência, tem a proposta concreta de que mais 2.500 serão chamados para suprir essa lacuna de servidores que tem na Previdência”, destacou o representante da categoria.

Vale destacar que os 1.000 candidatos aprovados nas vagas imediatas de Técnico foram nomeados ainda em junho de 2023.

Entretanto, o edital de 2022 ainda prevê 2.373 vagas destinadas à formação do cadastro reserva. Por isso, mais convocações devem surgir ainda em 2023.

Por fim, o concurso INSS terá validade até maio de 2024, quando as convocações então poderão acontecer!

“Esse foi o primeiro encontro do gestor com integrantes dos movimentos dos trabalhadores. Na oportunidade, discutimos assuntos como a Mesa de Negociação, realização de Concurso Público, situação das assistentes sociais, aprimoramento do sistema Meu INSS, bonificações e a criação de uma nova superintendência regional para atender a Região Nordeste. Estamos na luta para prestar um melhor serviço público para o cidadão contribuinte e melhores condições de trabalho para os servidores”, escreveu a categoria, no instagram .

250 convocações estão mais próximas

No último dia 10 de agosto, o ministro da Previdência, Carlos Lupi, deu declarações importantes sobre a chamada de excedentes na seleção de 2022.

Segundo ele, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) vai autorizar, nos próximos dias, a chamada de 250 excedentes.

Ele também citou que a intenção é chamar todos do cadastro reserva, então, esta deve ser a primeira leva de mais convocações durante o ano.

“Também vamos pedir ao presidente da República para chamar os cerca de 1.900 que ainda faltam, mas que só o presidente pode autorizar. A nossa ideia é começar a recompor os quadros com esses funcionários”, disse.

Portanto, vale lembrar que 2.144 pessoas estão aprovadas no cadastro reserva. Com a chamada de 250, vai restar 1.894 ainda para serem chamados.

Mas, tudo indica que todos serão chamados, uma vez que a intenção do presidente da República, Lula, é acabar com a fila de mais de 1,7 milhão benefícios para serem analisados.

Necessidade de pessoal no INSS foi discutida em reunião

Durante a reunião citada, as lideranças questionaram sobre a atual defasagem do quadro de profissionais do INSS. Veja detalhes da reunião !

Assim, demonstraram a necessidade de contratação dos remanescentes do concurso público de 2022 e a necessidade de novo concurso para suprir a demanda de mão de obra.

Pontos que não encontraram resistência por parte de Stefanutto, inclusive se comprometendo a realizar estudos visando novo concurso para o cargo de “analista”.

“A defesa dos profissionais de assistência social foi feita e, desta forma, cobrado que seja reconhecido o direito destes trabalhdores a acumulação de cargos. Foi lembrado que na Saúde tanto o Supremo Tribunal Federal (STF) quanto o Superior Tribunal de Justiça (STJ) são favoráveis a esta situação. Foi exposto que este tema é pauta junto ao MGI e que vem sendo acompanhado pela Instituto”, citou o sindicato.

O que é preciso para ser um Analista do INSS? Quanto ganha?

INSS terá novo concurso em 2023?

Ao que tudo indica, sim! Um novo edital poderá surgir em breve para o concurso do Instituto Nacional do Seguro Social.

Anteriormente, um pedido havia sido enviado pelo INSS em 2022 para preenchimento de 7.655 vagas, sendo 1.571 para Analista e o restante para Técnico.

Com a chamada de excedentes, o caminho ficará livre para um novo edital. As vagas solicitadas eram para as áreas de:

  • Serviço Social (463 vagas), 
  • Reabilitação Profissional (702) e 
  • Recomposição do Quadro de Aposentados até 2023 (406).

Além disso, o presidente disse que o déficit é tão alto, que o concurso realizado em 2022 não foi o suficiente para suprir as vacâncias.

Confira o pedido completo, clicando aqui  

INSS possui 24.595 cargos vagos!

Conforme a nota técnica o órgão possui 24.595 cargos vagos distribuídos entre as seguintes especialidades:

  • Técnico: 22.120 vacâncias
  • Analista: 2.475 vacâncias
    • Ciências Contábeis
    • Estatística
    • Direito
    • Administração
    • Engenharia
      • Civil
      • Mecânica
      • Elétrica
      • Telecomunicações
      • Especialização em Segurança do Trabalho
    • Arquitetura
    • Tecnologia da Informação
    • Terapia Ocupacional
    • Pedagogia
    • Psicologia
    • Jornalismo
    • Publicidade e Propaganda
    • Fisioterapia
    • Letras
    • Serviço Social

Nesse sentido, as vagas solicitadas representam apenas 31,1% das vacâncias, ou seja, apesar do possível ingresso desses novos servidores promover melhorias nas atividades desempenhadas pelo INSS, a carência pessoal ainda seria latente.

O que estudar para ser aprovado no concurso INSS 2023?

Reestruturação da carreira em pauta!

Assim, devido a expectativa pela realização de um novo concurso, o novo presidente do órgão, Glauco André Fonseca Wamburg, propôs a restruturação da carreira.

Então, um ofício foi enviado onde é proposto a criação de um único cargo denominado Especialista do Seguro Social, que exige o nível superior, para o INSS. Tal ofício, foi encaminhado ao ministro da previdência, Carlos Lupi.

De acordo com o documento, a restituição da carreira é necessária considerando o novo ciclo de gestão, que teve início em janeiro de 2023. Sendo assim, veja quais são as ações proposta:

  • Carreira típica de estado;
  • Ajustes no vencimento básico, com incorporação da GDASS;
  • Nível superior para ingresso nos cargos (até então) de nível intermediário (médio) do INSS;
  • Adicional de qualificação para os servidores;

Ademais, para acessar a proposta na íntegra, clique aqui!

Saiba mais sobre o Concurso INSS 2024: Mais de 7 mil vagas previstas!

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais