Concurso INSS: 7 fatos de que o edital está próximo | Nova Concursos
Pesquisar no blog

Concurso INSS: 7 fatos de que o edital está cada vez mais próximo!

icone calendario 29 out 2021

Atenção, concurseiros! O concurso INSS está cada vez mais próximo e pode ofertar os cargos de:

  • Técnico do Seguro Social, de nível médio e com salário de R$ 5.447,78;
  • Analista do Seguro Social, de nível superior e com salário de R$ 8.357,07.

O pedido de concurso que foi enviado ao Ministério da Economia indicava a autorização de 7.575 vagas e, portanto, essa é a quantidade de oportunidades esperadas para o próximo certame, que deve sair somente no ano que vem.

Apesar do pedido de vagas, essa quantia ainda pode ser insuficiente para a necessidade do Instituto Nacional de Seguro Social, de acordo com o Secretário da Fenasps. Confira:

Desde a retomada dos concursos a partir de 2003, os concursos são realizados para determinado número de vagas e, após convocarem todos os aprovados na primeira chamada, ampliam a validade convocando mais aprovados no concurso. A Federação e o MPF haviam pedido a contratação de aproximadamente 23 mil servidores. O total de 7.575 é insuficiente para a demanda.

A expectativa de novas seleções, no entanto, é bem alta. Confira sete fatos que indicam que um novo concurso INSS está para ser lançado!

Presidente do INSS confirma concurso para antes das Eleições

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social, Leonardo Rolim, afirmou que o novo concurso INSS acontecerá antes das eleições presidenciais de 2022.

Essa previsão foi dada em julho de 2021 durante uma videoconferência com dirigentes dos sindicatos e o chefe do setor de Gestão de Pessoas.

Vale ressaltar que um novo concurso é de extrema necessidade devido à quantidade de vacâncias que o Instituto apresenta.

Aval do concurso deve sair até abril de 2022

Para atender as expectativas (que estão altas!) de que o concurso INSS acontecerá antes das eleições de 2022, o aval do certame deve ser dado até abril do ano que vem.

Isso porque a autorização deve sair com, pelo menos, seis meses de antecedência da publicação do edital. Como as eleições estão previstas para o dia 02 de outubro de 2022, esse aval deve sair até abril.

Caso o edital seja publicado na data prevista, até dia 1º de outubro, as provas devem acontecer em fevereiro de 2023, dando os quatro meses de espaço entre a publicação do edital e a realização das avaliações, de acordo com o Decreto 9.739/19.

No entanto, existe também a possibilidade de que os exames aconteçam em dezembro de 2022. Nesse caso, a autarquia deve pedir adiantamento de dois meses entre a abertura do concurso e as provas.

INSS perderá 22% dos servidores até 2026

Não é novidade que o INSS vem sofrendo com falta de pessoal há algum tempo. Em julho deste ano, o Instituto informou que seu quadro de efetivos deve perder cerca de 22% do total de servidores.

Serão cerca de 4.569 funcionários a menos no quadro de efetivos, o que é um número bem alto, considerando que o INSS conta com 20.301 contratado. Essa perda pode representar um risco ao desenvolvimento dos trabalhos, conforme diz a própria autarquia.

Soma-se a isso o fato de outras situações não previstas, tais como falecimento, afastamentos legais, demissões, exonerações e vacâncias, cessões, requisições e movimentações para outros órgãos“, justificou o INSS ao Ministério da Economia.

Fim dos contratos temporários em 2022

Em 2020, o INSS optou por realizar cerca de 2 mil contratações temporárias que supririam momentaneamente as necessidades da autarquia.

No entanto, os contratos desses funcionários serão encerrados no final de 2022, deixando o Instituto com 2.275 servidores a menos de uma só vez, o que é um tanto preocupante.

(A saída dos temporários) impactará diretamente no atendimento à população, ocasionando o aumento de demandas judiciais, aumentando o custo da máquina pública, além de provocar o não atendimento da população“, disse o INSS.

Esse é um grande motivo para que um novo concurso seja realizado.

Estrutura da prova já está definida

O INSS já tem uma estrutura de avaliação definida. Portanto, quem for realizar as avaliações para os cargos de Técnico ou de Analista do Seguro Social já pode iniciar os estudos!

De acordo com o Instituto, as matérias que serão cobradas são:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Informática;
  • Noções do Regime Jurídico Único;
  • Código de Ética do Servidor Público;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo; e
  • Sistema de Seguridade Social.

Além disso, os candidatos ao cargo de Analista devem responder perguntas sobre Conhecimentos Específicos.

No último concurso INSS, em 2015, a Prova Objetiva foi constituída por 120 questões e, por isso, podemos esperar a mesma quantidade de perguntas.

INSS apresenta mais de 23 mil cargos vagos

O INSS apresenta uma grande lacuna no seu quadro de efetivos, o que pode afetar bastante o funcionamento da autarquia a longo prazo.

Somente no cargo de Técnico do Seguro Social, são 20.185 vacâncias e no cargo de Analista do Seguro Social, são 2.385.

Ou seja, o Instituto está com cerca de 23 mil funcionários a menos na sua estrutura. O pedido feito ao ME de novo concurso, com mais de 7 mil vagas, portanto, será importante para a autarquia.

Nível Médio foi mantido para o cargo de Técnico

Mais no início de 2021, um texto saído de dentro do INSS requisitou a mudança de escolaridade do cargo de Técnico do Seguro Social.

O cargo sempre teve a cobrança de Ensino Médio completo e o texto requisitava que a exigência passasse a ser de Ensino Superior, porém essa alteração não foi aceita.

Ou seja, o cargo continuará sendo de nível médio.

Discussões como essa, sobre requisitos de cargos, são sempre um bom indicativo de que novos concursos estão para serem lançados.

Saiba mais sobre o Concurso INSS: Mais de 23 mil cargos vagos e edital em 2022!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais