Concurso Iphan: Pedido de edital será encaminhado para 110 vagas!

icone calendario 26 maio 2023

Será enviado ao Ministério da Gestão e da Inovação dos Serviços Públicos o pedido de autorização para realização de um novo concurso Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para o preenchimento de 110 vagas de nível superior. Saiba mais!

De acordo com o documento, as oportunidades serão distribuídas da seguinte maneira:

  • Analista I: 46 vagas
  • Técnico I: 64 vagas

Lembrando que os órgãos federais devem enviar seus pedidos de autorização ao Ministério da Gestão e Inovação dos Serviços Públicos até o dia 31 de maio para que os concursos possam ser incluídos no orçamento de 2024.

A pasta já autorizou alguns concursos, como MCTI, Funai e MMA, todos de nível superior.

É por isso que o Iphan declarou que existem 143 cargos vagos de Auxiliar Institucional I em sua autarquia, porém, não foi solicitada autorização dessa carreira, visto que ela é de nível médio.

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos! Clique aqui  e saiba mais!

Concurso Iphan é aguardado desde 2021!

Em 2021, foi realizado o planejamento estratégico do órgão, visando a realização de novos concursos públicos até 2024.

Conforme o documento, o objetivo é preencher por concurso 20% ao ano em todos os anos o planejamento estratégico 2021/2024.

Como foi o último concurso?

Enquanto mais informações acerca do novo concurso não são divulgadas, confira todos os detalhes do último edital e tenha um norte para criar seu plano de estudos!

O último concurso foi realizado em 2018 para o preenchimento de 411 vagas, divididas da seguinte maneira:

Nível Médio

  • Auxiliar Institucional: 131 vagas

Nível Superior

  • Técnico I: 176 vagas
  • Analista I: 104 vagas

Os salários iniciais variavam entre R$ 3.877,97 e R$ 5.493,29.

Na ocasião, os candidatos foram avaliados em todas as capitais do Brasil, por meio de provas objetivas, discursivas e de títulos.

A prova objetiva consistiu em 120 questões do tipo “certo” ou “errado”, sendo 50 questões de conhecimentos básicos e 70 questões de conhecimentos específicos, acerca das seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Fundamentos da Preservação do Patrimônio Cultural;
  • Noções de Gestão e Administração Pública;
  • Atualidades. 

Lembrando que nessa estrutura de prova, cada erro, anula um acerto. Foram reprovados aqueles que atingiram nota inferior a 10 pontos em conhecimentos básicos, inferior a 21 pontos em conhecimentos específicos e inferior a 36 pontos no conjunto de provas.

Na época, a chegada dos novos servidores foi uma vitória.

“Com esse reforço institucional, a autarquia ganha fôlego para exercer suas diversas atribuições e, sobretudo, confere agilidade e qualifica a sua atuação no licenciamento ambiental, que foi uma das motivações para autorização do concurso”, declarou a ex-presidente do Iphan, Kátia Bothega.

Saiba mais sobre o Concurso IPHAN: Aprovado plano para novos concursos até 2024!

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais