Concurso Ministério da Economia: Novo cronograma I Nova Concursos

Concurso Ministério da Economia: Prazo de inscrições prorrogado!

icone calendario 17 mar 2021

O concurso Ministério da Economia divulgou um novo cronograma.

Os candidatos terão mais tempo de preparação pela frente  já que a data das provas também foi alterada.

Novo cronograma do concurso Ministério da Economia

As inscrições tinham se encerrado no último domingo, 14, entretanto, os interessados no concurso Ministério da Economia terão mais chance de participar! Foi divulgado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 17, a prorrogação do prazo de inscrições. 

Devido a mudança, agora é possível se inscrever até o dia 8 de abril, por meio do site do Idib, a banca organizadora. Além dessa reabertura, os concorrentes também contam com um novo cronograma.

⇒ Confira o novo cronograma completo ⇐

Saiba mais sobre as principais informações do concurso do Ministério da Economia

  • Como realizar as inscrições
  • Cargos e vagas
  • Etapas da seleção

Sobre as incrições para o concurso

Devido ao novo cronograma, os interessados podem se inscrever, agora, até as 23h59 do dia 8 de abril. Para isso, será necessário pagar uma taxa de R$ 36 (nível médio) ou R$ 38 (superior), em até 24 horas após a emissão da Guia de Recolhimento da União (GRU).

Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e doadores de medula óssea também têm uma nova chance de solicitar a isenção da taxa, no site da banca, a partir desta quarta, 17, até a próxima sexta, 19.

Ministério da Economia – Cargos e vagas

No total, o edital do processo seletivo do Ministério da Economia oferta 100 vagas imediatas mais 490 em cadastro reserva. Todas as oportunidades são temporárias e estão distribuídas por cargos dos níveis médio técnico e superior. Sendo eles:

No caso do cargo de coordenador de análise de prestação de contas temporário, além da graduação, será necessário ter experiência profissional superior a três anos, na sua área de atuação, ou título de pós-graduação lato sensu, mestrado ou doutorado na área.

Já os aprovados serão contratados temporariamente para o quadro do Ministério da Economia, para o exercício funcional em Brasília, no Distrito Federal. Os contratos terão duração de um ano, podendo chegar a cinco.

Etapas de provas

Os candidatos do concurso Ministério da Economia devem realizar as provas em Brasília. O certame contará com duas etapas de avaliação, sendo elas: Provas objetivos e de títulos.

A prova objetiva está prevista para o dia 6 de junho. Antes, a aplicação aconteceria no dia 11 de abril, nos turnos da manhã (após as 8h) e da tarde (após as 14h). 

A expectativa é de que os horários continuem os mesmos. Já os locais serão divulgados no dia 27 de maio. Ao todo, serão cobradas 60 questões de Conhecimentos Gerais e Específicos.

É provável que sejam analisados os títulos dos aprovados, na objetiva, até as seguintes posições:

  • coordenador de análise de prestação de contas temporário – 40ª posição;
  • analista de prestação de contas temporário – 250ª;
  • agente de apoio de prestação de contas temporário – 60ª; e
  • analista de instauração de tomada de contas especial – 240ª.

A prova de títulos valerá dez pontos, ainda que o total da pontuação enviada seja superior a esse valor. Os documentos serão aceitos entre os dias 10 e 13 de maio. O resultado final está previsto para 7 de junho.

A partir da homologação, o concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogável por mais dois. Nesse período, serão realizadas as convocações.


Saiba mais sobre o Concurso Ministério da Economia: Prazo de inscrições prorrogado!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais