Pesquisar no blog

Concurso PC PB: Após suspensão, concurso segue normalmente. Confira mais detalhes!

icone calendario 14 mar 2022

Candidatos do concurso PC PB, atenção! Mesmo após suspensão do certame para o cargo de Perito, a seleção segue seu cronograma normalmente. Ademais, atualmente as provas realizadas em fevereiro estão em fase de correção. Confira todos os detalhes!

Sendo assim, ainda que o concurso da Polícia Civil da Paraíba tenha sido suspenso para o cargo de Perito, a seleção segue normalmente com seu cronograma, de maneira que no momento as provas objetivas passam por correção. Ademais, vale recordar que o certame oferece 1.400 vagas.

Além disso, é importante frisar que a suspensão ocorreu por conta de inadequação das vagas do concurso, uma vez que o edital criou cargos específicos que possuem como exigência o título de especialista. Sendo assim, entenda a situação!

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova. Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso PC PB: suspensão

Em resumo, a suspensão do concurso PC PB para o cargo de Perito aconteceu quando o Sindicato dos Médicos da Paraíba alegou que as vagas ofertadas pelo certame possuíam inadequações.

Isso porque, segundo o Sindicato, o edital da seleção conta com criação de cargos específicos que exigem um requisito adicional para a investidura nos cargos, sendo ele de título de especialidade.

Além disso, o Sindicato também alega que as divisões propostas pelo edital para as especialidades (Geral, Psiquiátrica e Patológica) não condizem com a Lei Orgânica e Estatuto da Polícia Civil.

Nesse sentido, a juíza Luciana Celle G. de Morais Rodrigues, da 4ª Vara da Fazenda Pública de João Pessoa, decidiu acatar a decisão de suspensão. Entretanto, o cronograma do concurso tem seguido com normalidade.

Isso porque, segundo o delegado Hugo Lucena, membro da comissão organizadora do certame, a suspensão direcionada ao cargo de Perito ainda precisa ser avaliada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE):

“A suspensão por decisão judicial foi para apenas dois dos 17 cargos oferecidos pela Instituição e mesmo assim é uma decisão liminar, que ainda pode ser revogada. O caso é analisado pela Procuradoria-Geral do Estado”, disse.

Provas para Delegado podem ser anuladas

É igualmente essencial mencionar que as provas para o cargo de Delegado do concurso da Polícia Civil da Paraíba podem ser anuladas, visto que contaram com uma série de críticas pela quantidade de erros encontrados na avaliação.

Além disso, os erros cometidos pela banca organizadora foram quanto ao preâmbulo, enquadramento tipológico e diligências, de forma que no dia 16 de fevereiro houve um pedido de anulação por parte da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba.

Ademais, de acordo com o professor Lúcio Valente, existem cerca de 30 erros em toda a avaliação, de forma que o mais correto seria anular a prova.

Concurso PC PB: panorama geral

Por fim, vale recordar que o concurso PC PB oferta 1.400 oportunidades entre diversas carreiras, sendo esse o maior concurso já realizado pela corporação. Sendo assim, confira a distribuição das vagas:

  • Delegado – 120 vagas;
  • Escrivão – 515 vagas;
  • Técnico em perícia – 68 vagas;
  • Necrotomista – 65 vagas;
  • Agente de investigação – 400 vagas;
  • Papiloscopista – 60 vagas;
  • Perito:
    • Médico-legal (50 vagas, sendo 40 na área Geral, cinco em Psiquiatria e cinco em Patologia);
    • Criminal (77, sendo 57 na área Geral, cinco em Biologia, dez em Engenharia e cinco em Tecnologia da Informação);
    • Odonto-legal (dez, sendo nove na ampla concorrência e uma PcD); e
    • Químico (35, sendo 25 na área Geral e dez em Química).

Além disso, a seleção ocorre sob a organização do Cebraspe, e as remunerações a serem recebidas pelos aprovados no concurso público variam entre R$ 3.726,73 e R$ 12.769,80, inicialmente.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso PC PB 2021: Edital com 1.400 vagas tem novas datas!
Acompanhe nossas

redes sociais