Pesquisar no blog

Concurso PM AL: Prazo para interpor prova discursiva ganha nova data!

icone calendario 21 fev 2022

Atenção concurseiros! Há um novo prazo para interpor recurso contra o resultado da prova discursiva do concurso PM AL , para o cargo de Oficial Combatente! Entenda!

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova . Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso PM AL: qual o novo prazo?

Agora há um novo prazo para interpor recurso contra o resultado da prova discursiva do concurso da Polícia Militar de Alagoas . Isso para o cargo de Oficial.

Assim, os recursos devem ser enviados por meio do site da banca organizadora, o Cebraspe . O prazo é entre às 10h do dia 21 de fevereiro às 18h do dia 25 de fevereiro .

Ademais, o acesso à prova discursiva e aos espelhos de avaliação vão ocorrer dentro desse mesmo período.

Além disso, os recursos enviados antes da suspensão do concurso PM AL continuam válidos e serão considerados, segundo a corporação.

Entretanto, não serão aceitos recursos enviados via postal, via requerimento administrativo, via correio eletrônico, fora do prazo ou em desacordo com o edital.

E o resultado final?

Sendo assim, o resultado final da prova discursiva para Oficial Combatente e a convocação para o Teste de Aptidão Física (TAF) ocorrerá dia 11 de março.

Isso porque o teste de aptidão física está marcado para acontecer entre os dias 16 a 24 de março, ou seja, na mesma semana da convocação.

Gabarito definitivo

Já a divulgação do resultado final estará a disposição no dia 25 de fevereiro, também no site do Cebraspe.

Ele apresenta as justificativas de alteração ou anulação de gabaritos oficiais.

Concurso PM AL: seleção retomada

O juiz da 18ª Vara Cível da Capital, Manoel Cavalcante, determinou que o concurso da Polícia Militar de Alagoas para o cargo de Oficial deveria ser retomado.

Portanto, foi retomado porque a Defensoria Pública do Estado (DPE AL) realizou um pedido para que o concurso prosseguisse.

É igualmente importante relembrar que o concurso foi cancelado em setembro de 2021 por conta de fraudes realizadas durante as avaliações.

Ademais, outros concursos no estado também foram suspensos para investigações.

Além disso, segundo a DPE AL foi precipitada a decisão da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) de cancelar a seleção, uma vez que isso prejudicou uma grande quantidade de candidatos.

Sendo assim, uma vez que aqueles que realizaram as fraudes foram identificados, Manoel Cavalcante acredita que não é justificável que o concurso siga cancelado, prejudicando aqueles que não cometeram nenhuma irregularidade.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso PM AL: Provas remarcadas para o próximo ano!
Acompanhe nossas

redes sociais