Pesquisar no blog

Concurso PM AP: Disponível consulta aos locais de prova. Confira!

icone calendario 05 jul 2022

Não perca o prazo, concurseiro! As provas objetivas do concurso PM AP (Polícia Militar do Estado do Amapá) estão se aproximando e serão dia 17 de julho. Por isso, veja os locais de avaliação. São 2.500 vagas de Soldado para formar um cadastro reserva.

Concurso PM AP: provas se aproximando; saiba detalhes!

Assim, as provas objetivas do concurso da Polícia Militar do Estado do Amapá estão se aproximando.

Elas serão aplicadas no próximo dia 17 de julho. Por isso, é importante que os concurseiros se atentem as informações que já estão publicadas!

Locais de prova

A banca organizadora da seleção, Fundação Carlos Chagas (FCC), divulgou os locais de prova para consulta.

Assim, os inscritos deverão entrar no site da banca , de forma individual, para conferir onde fará a avaliação. Lembrando que elas serão aplicadas em Macapá!

Como serão as provas?

Portanto, os candidatos inscritos terão que responder a 60 questões sobre várias disciplinas. Sendo assim, confira:

  • Língua Portuguesa;
  • Direito
    • Constitucional;
    • Administrativo;
    • Penal;
    • Humanos;
  • Raciocínio Lógico e Matemático;
  • Atualidades;
  • História do estado do Amapá; e
  • Geografia do estado do Amapá.

O que é preciso para aprovação?

Além disso, a avaliação valerá 60 pontos, e para ser aprovado o candidato deverá obter, no mínimo, 60% de acerto na prova.

Ademais, não poderá zerar nenhuma disciplina e deverá ser classificado até a 2.500ª posição.

Demais etapas

Além da prova objetiva, que será em caráter eliminatório e classificatório, os inscritos ainda serão avaliados por meio de:

  • Exame Documental (caráter eliminatório)
  • Avaliação das Capacidades Físicas (ACF) (caráter eliminatório)
  • Teste de Avaliação Psicológica (TAP) (caráter eliminatório)
  • Exame de Saúde (caráter eliminatório)
  • Investigação Social (caráter eliminatório)

Concurso PM AP: vagas, cargos e remunerações

Sendo assim, o concurso da Polícia Militar do Estado do Amapá oferta 2.500 vagas, todas para a formação de um cadastro reserva.

Assim, o aprovado poderá ser convocado durante todo o prazo de validade do concurso, que pode chegar a 4 anos em caso de prorrogação após os 2 primeiros.

Além disso, as vagas são destinadas ao cargo de Soldado, que exigirá dos concurseiros apenas o nível médio de escolaridade, visto que o Curso de Formação a ser realizado será equivalente ao nível superior:

“Deixamos de exigir que tenha necessariamente o curso superior. Você pode concorrer só tendo o nível médio. Porque o curso de formação dos soldados, seja dos Bombeiros ou da Polícia Militar, será de tecnólogo (nível superior) em Segurança Pública”, comunicou o governador Waldez Góes.

Ademais, os aprovados contarão com salários que variam entre R$ 2.827,00 durante o Curso de Formação e R$ 5.313,18 após a finalização dele.

Requisitos básicos

É importante que os concurseiros saibam que para a investidura no cargo serão necessários os seguintes requisitos:

  • ter sido considerado apto em todas as fases do concurso;
  • ser brasileiro nato ou naturalizado ou português em condição de igualdade de direitos com os brasileiros, na forma do Art.12, § 1º, da Constituição Federal;
  • estar em dia com os deveres do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
  • estar em dia com as obrigações militares e eleitorais;
  • possuir nível médio completo no ato da matrícula no curso de formação, cursado em estabelecimento de ensino reconhecido pelo órgão competente;
  • possuir idade mínima de 18 (dezoito) anos no ato da matrícula e máxima de 30(trinta) anos, até o último dia de inscrição no concurso público;
  • estar no gozo de seus direitos civis e políticos;
  • não ter sido isentado do serviço militar por incapacidade física definitiva;
  • não exercer, nem ter exercido, atividades prejudiciais ou perigosas à Segurança Nacional;
  • ter no mínimo 1,60m (um metro e sessenta centímetros) de altura, se masculino e 1,55m (um metro e cinquenta e cinco centímetros) de altura se feminino;
  • não estar cumprindo pena em razão de sentença criminal condenatória transitada em julgado ou qualquer condenação incompatível com o cargo e a função militar;
  • não apresentar, quando em uso dos diversos uniformes tatuagem visível, que por seu significado, seja incompatível com o exercício da atividade militar.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso PM AP: Edital publicado com 2.500 vagas!
Acompanhe nossas

redes sociais