Pesquisar no blog

Concurso PM SP Soldado 2022: Como gabaritar a banca FGV?

icone calendario 03 jun 2022

Um novo edital para o concurso PM SP  deve ser publicado ainda neste mês de junho, com 2.700 vagas de Soldado! Após vários anos tendo a Vunesp como banca, agora o novo concurso será organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Por isso, saiba como gabaritar a banca!

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova . Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso PM SP: saiba detalhes da banca organizadora!

A Polícia Militar de São Paulo  tem o costume de realizar dois concursos por ano, sendo um no primeiro e o outro no segundo semestre.

Sendo assim, um novo concurso sairá ainda neste mês, para início em julho. Além disso, a banca organizadora já está definida!

Depois de alguns anos sendo organizada pela Fundação Vunesp, o edital deste ano terá como banca a Fundação Getúlio Vargas.

Portanto, saiba detalhes da banca organizadora, como o perfil, e veja como gabaritar na prova desenvolvida pela banca!

Conheça a banca

A banca FGV é uma das principais examinadoras brasileiras, reconhecida especialmente pela elaboração das provas do Exame de Ordem (OAB) e de área de Tribunais, Jurídica, Fiscal, Administrativa e Policial.

Bastante temida, a FGV possui um forte caráter de “banca camaleão”, ou seja, costuma se adaptar de maneira quase intrínseca às especificações de cada órgão, resultando em um modelo de provas difícil de prever.

Por isso é importante que o concurseiro conheça a banca antes de mais nada, para que depois saiba o que fazer e onde pisar. Os principais pontos da banca são:

  • Modelo de questões: múltipla escolha, geralmente organizada em 5 itens;
  • Nível de cobrança: bem nivelado de acordo com o tipo de prova. Ainda assim, costuma ser reconhecida como uma banca examinadora complexa para os candidatos.
  • Distribuição de conhecimentos do edital: costuma abranger todo o edital, ainda que o número de questões para cada assunto varie.
  • Quantidade média de questões: 70 a 80 questões.
  • Enunciados: longos e complexos, com a utilização de termos técnicos e metafóricos.
  • Prova discursiva: pode ser estruturada em modelo de questões, com o máximo de 60 linhas para cada pergunta. Também pode incluir redações sobre tópicos contemporâneos, fortemente associados à política e economia.

Reforce o hábito de leitura

Uma dos grandes desafios de se fazer prova da Fundação Getúlio Vargas está no controle do tempo.

As provas organizadas pela FGV possuem como principal característica o tamanho das questões, que costumam trazer grandes textos.

A banca afirma que o enunciado longo serve para testar a capacidade de interpretação de texto do candidato e sua resistência mental e física.

Sendo assim, muito concurseiros se mostram exaustos com os textos. Entretanto, isso acontece pela falta de leitura constante na vida deles.

Por isso é importante que o concurseiro se atente à leitura. Isso será fundamental na prova de Língua Portuguesa, em que a compreensão dos textos será mais cobrada do que os conhecimentos gramaticais.  

Além de estudar muito a teoria, você precisará imprimir provas e se acostumar com o tamanho da letra, que é no estilo “bula de remédio”.

Se atente ao perfil de cada disciplina

É muito importante ainda que os concurseiros esperem questões de níveis elevados. Assim, é preciso se atentar às especialidades.

Por exemplo, a prova de Língua Portuguesa vai muito além das regras gramaticais, exigindo que o concorrente leia e interprete o que aquele enunciado quer dizer.

Sendo assim, recomenda-se revisar figuras de linguagem, gêneros textuais, regras de sintaxe, entre outras.

Muitas vezes, os textos nada têm de complicados, mas as questões com suas respectivas opções demandarão imensa perspicácia por parte de quem está as resolvendo.

Assim, os concurseiros devem se atentar às disciplinas, procurar o que cada uma irá cobrar e intensificar os estudos.

No que toca às disciplinas jurídicas e de legislação específica, as questões mesclam teorias doutrinárias pesadas com as famosas questões que fazem paráfrase da literalidade do texto legal.

Cuidado com as pegadinhas

Ademais, devido à complexidade dos seus enunciados, a FGV confunde os candidatos com frequência, levando-os a cair nas famosas pegadinhas.

Assim, é essencial ler cada um dos itens com atenção, prestando atenção a palavras chaves como “Nunca” e “Sempre”.

Além de se atentar aos termos generalistas relacionados que costumam estar associados a alternativas erradas.

Concurso PM SP: saiba detalhes da seleção que está próxima

O concurso para a Polícia Militar do Estado de São Paulo costuma ser muito concorrido; foram mais de 64 mil inscritos no último!

Sendo assim, mesmo que o edital ainda não esteja publicado, é importante que os concurseiros iniciem os estudos.

E a Nova Concursos tem a solução para você! Somos líderes de aprovação no concurso, pois já tivemos 3.195 alunos aprovados nos últimos certames.

Posteriormente, os inscritos serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, sendo esta última a aplicação de uma redação.

Além disso, o concurso PM SP conta ainda com outras etapas de avaliação, sem ser as provas. Portanto, confira quais são:

  • Exame de Aptidão Física;
  • Exames psicológicos;
  • Exames de saúde;
  • Avaliação de conduta social;
  • Análise de documentos;
  • Curso de formação.

Portanto, a prova objetiva costuma ter como temas as seguintes disciplinas listadas abaixo:

  • Língua Portuguesa e Interpretação de Texto
  • Matemática
  • Conhecimentos Gerais (História Geral, Geografia Geral e Atualidade)
  • Noções Básicas de Informática
  • Noções de Administração Pública

Ademais, serão ofertadas um total de 2.700 vagas para a carreira de Soldado, abertas a candidatos de ambos os sexos.

Além disso, é preciso ter idade entre 17 e 30, altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a partir da categoria B.

Aumento salarial na PM SP

Recentemente, o governo anunciou o aumento salarial de 20% para a carreira de Soldado, ou seja, já valerá para o novo concurso.

Assim, o atual salário para a carreira é de R$ 3.360,33 e com o aumento passará a ser R$ 3.875,26, valor que já inclui o adicional de insalubridade de R$ 785,67.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso PM SP: Edital publicado para Soldado com 2.700 vagas!
Acompanhe nossas

redes sociais