Concurso Procon AL: MP recomenda nova seleção | Nova Concursos

Concurso Procon AL: MP recomenda nova seleção!

icone calendario 11 mar 2021

O Ministério Público do Estado de Alagoas recomendou que seja autorizado o concurso Procon AL. Caso aconteça, esta será a primeira vez que o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor de Alagoas realizará um concurso.

O MP de Alagoas pediu, no documento, que a autarquia informe sobre as providências que serão tomadas para o novo certame, dentro do prazo de 20 dias. Caso isso não aconteça, o MP entenderá que ficará evidente a prática de ato de improbidade administrativa.

Concurso Procon AL é aguardado com urgência

Justificando o ato de recomendar um concurso Procon Alagoas, o Ministério Público do Estado afirmou que o órgão não possui qualquer cargo provido por meio de concurso público e que isso é determinado pela lei.

Segundo o MP, de 15 colaboradores que atuam na autarquia estadual atualmente, 14 são comissionados, o que é visto como urgência um concurso no estado.

Segundo a recomendação, o Procon deverá apresentar também uma proposta de cronograma da seleção dentro de três meses, para a liberação da licitação para escolha da banca e a publicação do edital, que deverá sair em até quatro meses, como recomendado.

O documento foi dirigida à diretoria do Procon AL, por meio da 22ª Promotoria de Justiça da Capital, tendo sido assinado pela promotora de justiça Norma Sueli Tenório de Melo Medeiros e publicado nesta quarta-feira (10), no Diário Eletrônico do órgão.

Caso aprovado, este será o primeiro concurso público do Procon AL. Até hoje, foram realizados somente processos seletivos para contratação de profissionais temporários ou contratar comissionados. 

Realizada em 2018, a última seleção de temporários ofertou 17 vagas para a extinta carreira de Técnico, a nível superior e com remuneração de R$ 1.765, na época.

Concurso Procon AL: vagas esperadas

Caso sejam acatados os prazos e recomendações do MP de Alagoas , o Procon AL deverá liberar um edital contendo vagas para todas as carreiras efetivas da autarquia, criadas por meio de lei estadual, no ano de 2018.

O novo certame deverá ser composto de 15 vagas que necessitam de preenchimento, tendo como previsão de remuneração inicial, R$ 3.100, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

As carreiras são para nível superior, para os cargos de Analista e Fiscal de Proteção e Defesa do Consumidor. Para alguns cargos de analista serão aceitas graduações em qualquer área; já em outros, existe a exigência de formação específica. Confira:

  • Analista – área Administrativa – 02 vagas a nível superior em qualquer área
  • Analista – área Jurídica – 02 vagas a nível superior em Direito e registro na OAB
  • Analista – área Contábil – 01 vaga a nível superior em Ciências Contábeis
  • Analista – área Financeira – 01 vaga a nível superior em Ciências Econômicas ou Ciências Contábeis
  • Analista – área Tecnológica – 02 vagas a nível superior em Tecnologia da Informação
  • Fiscal de defesa do consumidor – 07 vagas a nível superior em qualquer área

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais