Pesquisar no blog

Concurso CVM 2022: Novo certame é necessário, diz presidente!

icone calendario 14 dez 2021

Atenção, concurseiros! O presidente da Comissão de Valores Mobiliários comentou novamente sobre a necessidade de um novo concurso CVM .

Durante uma entrevista ao Valor Econômico, Marcelo Barbosa, o presidente da Comissão, comentou sobre a necessidade de ampliar o quadro de servidores da CVM.

De acordo com Barbosa, o último concurso público da CVM foi há mais de dez anos. Em outras palavras, o quadro de funcionários precisa de uma reposição com certa urgência. Sobre esse assunto, o presidente se pronunciou:

O mercado é outro, o número de regulados é outro. Entendemos questões fiscais e o nosso papel é destacar a necessidade fundamental disso ser feito“.

Concurso CVM: pedido enviado ao ME

Ainda em 2021, a Comissão de Valores Mobiliários enviou ao Ministério da Economia um pedido de concurso CVM, porém ainda não obteve uma resposta.

Segundo informações, o pedido foi feito para preencher 121 vagas, sendo 49 somente para a carreira de Agente Executivo, que requer o nível médio de formação e que apresenta remuneração inicial de R$7.647,98. Vale dizer que esse valor já inclui o auxílio-alimentação de R$458.

Além dessa carreira, o pedido requisitou também 24 vagas para o cargo de Inspetor e outras 48 para Analistas. Ambas carreiras são de nível superior, porém a última requer formação específica na área que estiver com oportunidades em aberto.

Em 2010, quando o último concurso foi realizado, as oportunidades foram direcionadas para as áreas de Contabilidade, Recursos Humanos, Arquivologia e Biblioteconomia.

Por fim, os dois cargos contam com remuneração de R$19.655,06, que também já inclui o auxílio-alimentação.

Como foi o último certame CVM?

Como mencionado anteriormente, o último concurso CVM aconteceu em 2010 e perdeu a validade em 2014. Em outras palavras, não existe mais um cadastro de reserva para repor vacâncias há cerca de sete anos.

Em 2010, foram ofertadas 150 vagas para as carreiras de Inspetor, Analista e Agente Executivo, cujas avaliações foram organizadas pela Esaf.

Os inscritos no concurso tiveram de passar por Provas Objetivas e Discursivas como forma de avaliação e as matérias que precisaram ser estudadas variaram de acordo com o nível do cargo concorrido.

Para o nível médio, por exemplo, foram cobradas questões sobre Língua Portuguesa, Estrutura do Mercado de Valores Mobiliários, Conhecimentos Básicos de Administração, bem como Conhecimentos Contemporâneos e Administração Pública.

Por fim, os candidatos de nível superior também tiveram de responder questões sobre Funcionamento do Mercado de Valores Mobiliários e Economia, entre outras matérias.

Saiba mais sobre o Concurso CVM: Presidente do órgão defende a realização de um novo edital!
Acompanhe nossas

redes sociais