Concurso STJ assina contrato com organizadora e edital deve sair em breve!

icone calendario 10 jan 2018

Atenção concurseiros de plantão! O novo concurso público do Superior Tribunal de Justiça (STJ), uma das mais altas cortes do judiciário brasileiro, acaba de assinar o contrato com a banca organizadora do certame!

No dia 15 de dezembro, o Superior Tribunal de Justiça publicou no Diário Oficial da União o extrato de dispensa de licitação para contratação do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que será responsável pela organização e realização de concurso público para provimento de cargos efetivos do seu quadro de pessoal e agora o contrato foi assinado!

As oportunidades serão para candidatos de nível médio e superior com salário inicial de R$ 12 mil!

Previsão do edital

A data prevista para a divulgação do edital ainda não foi divulgada, mas uma vez definida a banca organizadora, acredita-se que o documento deve ser publicado no primeiro semestre de 2018!

Comissão do concurso STJ

O certame já possui comissão formada, que é responsável pela elaboração do edital STJ. Os nomes que compõe a comissão são: Inaê Cerqueira Alvarenga; Waldelice Aparecida de Oliveira Poncioni; Neyde Rocha Navatta; Greice Kerr Mandruzato; Roberto Bezerra, matrícula; Gerardo da Silva Gomes; e Daniela Cabral Dias de Carvalho.

Vagas e salários

O número exato de vagas e quais serão os cargos oferecidos ainda não foram anunciados.

De acordo com o último relatório divulgado pelo órgão, em 30 de abril de 2017, atualmente existem 121 posições abertas, sendo 78 de Técnico Judiciário e 43 vagas para Analista Judiciário.

A previsão, com base no último certame, é de que as chances serão para os seguintes cargos:

– Analista Judiciário – Área: Judiciária

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Realizar atividades de nível superior relacionadas ao recebimento, análise e processamento de petições e feitos, à verificação de prazos processuais, à juntada de petições aos autos, à análise, classificação, cálculo, atualização e contabilização de valores, à preparação de proposta orçamentária de precatórios, à análise, indexação e pesquisa de jurisprudência, bem como à realização de estudos e elaboração de minutas de relatório, entre outras.

– Analista Judiciário – Área: Administrativa

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: realizar atividades de nível superior desenvolvendo as funções de planejamento, execução e controle relacionadas à administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, ao desenvolvimento organizacional, licitações, contratos, auditoria, dentre outras.

– Técnico Judiciário – Área: Administrativa

Requisitos: certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Atribuições: executar tarefas de apoio à atividade judiciária e de suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais, relacionadas às funções de recursos humanos, material e patrimônio, licitações e contratos, orçamento e finanças, controle interno e auditoria, segurança e transporte, entre outras.

Os salários iniciais podem alcançar R$ 12 mil para os cargos de Analistas e cerca de R$ 8 mil para Técnicos.

Os valores mencionados estão de acordo com a Lei 13.317, onde são reajustados tanto o salário-base quanto GAJ. No topo das carreiras (em 2019), os valores podem atingir R$ 11.398,00 e R$ 18.701,00!

Último concurso

O último certame aconteceu em 2015 e a organização também foi realizada pelo Cebraspe.

Portanto uma boa dica é estudar pelas provas do último concurso!

A avaliação foi por meio de prova objetiva, prova discursiva (somente para os cargos de Analista Judiciário), além de teste de aptidão física, somente para o cargo de Analista Judiciário – Área: Administrativa – Especialidade: Segurança.

O exame objetivo foi composto por 120 questões para julgamento de certo ou errado.

Confira as disciplinas cobradas:

– Técnico Judiciário – Área: Administrativa: Língua portuguesa, noções de informática, noções de direito constitucional, regimento interno, raciocínio lógico, noções de sustentabilidade, noções de direito administrativo, noções de administração geral e público e noções de administração financeira e orçamentária.

– Analista Judiciário – Área: Judiciária: Língua portuguesa, noções de informática, atualidades, direito administrativo, constitucional, regimento interno, direito civil, direito processual civil, direito penal, direito processual penal, direito tributário, direito previdenciário, direito empresarial e legislação especial.

Ao todo foram registrados mais de 71 mil inscritos, sendo a maioria para o cargo de Técnico.

Nova Concursos  tem ajudado há mais de 8 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais