Pesquisar no blog

Concurso TJ PI: Edital com 100 vagas anunciado para Março!

icone calendario 17 jan 2022

Boa notícia concurseiros! Previsto para este ano, o edital do concurso TJ PI (Tribunal de Justiça do Piauí) será publicado até março. A comissão organizadora está formada e escolhendo a banca. Serão cerca de 100 vagas para Técnicos e Analista.

Concurso TJ PI: edital anunciado para março!

Enfim o edital do concurso do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí ganhou uma data para publicação. Assim, ele sairá em março deste ano.

Ademais, a informação foi confirmada pelo presidente do tribunal, desembargador José Ribamar de Oliveira, durante entrevista à um jornal.

Assim, ele afirmou que serão ofertadas 100 vagas. Entretanto, os cargos ainda não foram confirmados, mas poderão ser para Analistas e Técnicos.

Além disso, o presidente ainda confirmou que a maior parte das oportunidades será para Analistas Judiciários.

“Vamos fazer concurso para servidores, com cerca de 100 vagas. A maioria de analista. Já estamos com a comissão formada e já vamos, em breve, escolher a instituição que realizará o concurso”, disse o presidente.

Ele ainda confirmou que o edital deve sair no primeiro semestre, até março, confirmando que a banca será anunciada muito em breve.

Comissão formada

Um dos indícios de que a banca será anunciada em breve é que a comissão organizadora foi formada e já trabalha nos trâmites da seleção.

Assim, os nomes dos membros foram publicados no Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí no começo de janeiro.

O presidente da comissão é o juiz de Direito, Rodrigo Tolentino. A portaria publicada adianta que as vagas serão para o quadro de pessoal de servidores do Poder Judiciário.

Concurso TJ PI: número de terceirizados pode ser reduzido

O presidente do tribunal havia afirmado, ainda em 2021, que o concurso estava entre suas metas, para reduzir o número de terceirizados no órgão.

“Estamos nos utilizando de terceirizados com mão de obra competente, mas o certo é que façamos concurso para que a pessoa venha prestar um serviço de qualidade. O terceirizado é uma mão de obra que aos poucos vamos deixando de lado para implementar a realização de concursos”, disse o presidente, durante sua posse.

Além disso, ele ainda afirmou que tem como objetivo dar continuidade a uma gestão que foi muito bem avaliada, segundo ele.

“Caminhamos para a implementação do juízo completamente digital, pois os avanços nessa área possibilitará um judiciário mais célere e mais próximo dos anseios sociais, uma meta ousada, mas que queremos colocar em prática à frente do judiciário piauiense”, pontou.

Concurso TJ PI: validade do último edital foi encerrada

Agora, caso novas contratações forem precisas, somente um novo edital poderá fazer o preenchimento.

Isso porque a validade do último concurso TJ PI foi encerrada em 2020, após ser prorrogada em 2018. Ou seja, não poderia mais haver prorrogações!

O último certame foi realizado em 2015 e ofertou um total de 180 vagas para o nível superior.

Além disso, houve a formação de um cadastro reserva. Portanto, confira a divisão das vagas:

  • Judiciária 
    • Escrivão Judicial
    • Oficial de Justiça e Avaliador
  • Apoio Especializado
    • Análise de Sistemas
      • Banco de Dados
      • Desenvolvimento
      • Telecomunicações
    • Auditor
    • Contador
    • Enfermeiro
    • Engenheiro Eletricista
    • Médico
    • Nutricionista
    • Odontólogo
    • Psicólogo
    • Psiquiatra
  • Administrativa
    • Analista Administrativo
    • Analista Judicial

A organização, na época, ficou a cargo da banca Fundação Getúlio Vargas (FGV), que chegou a ser suspenso por investigação de fraude.

Os inscritos foram avaliados por meio de diversas etapas de avaliação. Na prova objetiva, por exemplo, foram cobradas 100 questões. Portanto, confira a distribuição:

  • Conhecimentos Gerais
    • Língua Portuguesa
  • Conhecimentos Específicos
    • Raciocínio Lógico
    • Legislação Específica
Saiba mais sobre o Concurso TJ PI: Novo edital pode ser publicado em breve!
Acompanhe nossas

redes sociais