Concurso TJ RJ: Confira o que faz um Técnico Judiciário!

Concurso TJ RJ: O que faz um Técnico Judiciário!

icone calendario 19 fev 2021

O concurso TJ RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) teve seu edital publicado com a oferta de 160 vagas para níveis médio e superior com salários de até R$ 8 mil!

Um dos cargos que atrairá o maior número de candidatos é o de Técnico Judiciário com a oferta de 85 vagas. Mas, você sabe o que faz um Técnico de Atividade Judiciária, quais os requisitos e atribuições da carreira?!

Pensando nisso, a Nova Concursos preparou com exclusividade esse artigo informando tudo sobre o cargo para que você possa se preparar nos estudos, e conquistar a tão sonhada vaga.

O que faz um Técnico Judiciário do TJ RJ?

O cargo de Técnico de Atividade Judiciária sem especialidade, tem como pré-requisito o ensino médio completo ou curso técnico equivalente.

O Técnico Judiciário é um servidor público do quadro de pessoal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

De acordo com o tribunal, os técnicos são responsáveis por praticar os atos necessários ao impulsionamento oficial dos processos judiciais e administrativos. Para isso, devem observar os comandos e rotinas automatizadas, disponibilizados pelos sistemas e a normatização interno do Poder Judiciário.

A carreira de Técnico Judiciário executa atividades de apoio em nível intermediário, conforme sua área de atuação. Entre elas, estão:

  • Elaborar relatórios e certidões;
  • Redação e digitação de documentos;
  • Recursos humanos;
  • Atendimento ao público;
  • Materiais financeiros e orçamentários;
  • Abertura e encerramento de audiências;
  • Tramitação de feitos;
  • Guarda e conservação de processos;
  • Comunicação entre as partes de um processo.

A área de atuação do Técnico Judiciário é bem vasta, ele pode verificar editais abertos em órgãos como Tribunal Regional Eleitoral, Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal de Justiça, entre outros.

Faz parte do dever do Técnico Judiciário, participar de comissões quando lhe for solicitado, e de treinamentos diversos de interesse da administração, executar os serviços de expediente, servir nas audiências, elaborar e digitar pautas de publicação, desenvolver atividades em geral dos órgãos onde trabalham, elaborar certidões e relatórios, indexar documentos, atender ao público, entre outras atividades a ele incumbidas pelo seu superior.

Existe ainda o Escrevente Técnico Judiciário, cujas as atribuições estão previstas no Código de Processo Civil, no artigo 141. Entre suas atribuições estão: redigir, em forma legal, os ofícios, mandados, cartas e outros documentos necessários ao seu ofício, executar as ordens judiciais, comparecer às audiências ou designar para substituí-lo um escrevente, datilógrafo ou taquígrafo, ter sob sua guarda e responsabilidade, os autos dos processos que acompanha, entre outras atribuições especificadas por cada estado.

A jornada de trabalho do Técnico Judiciário é de 40 horas semanais. O salário inicial tem o valor de R$ 3.870,06, o ganho é possível de aumento conforme as progressões na carreira, podendo chegar a R$ 6.373,89. Além disso, os servidores têm direito aos seguintes benefícios:

  • Auxílio-refeição e/ou auxílio-alimentação no valor de R$ 1.230,00;
  • Auxílio-locomoção;
  • Assistência médica;
  • Auxílio-creche.

Os servidores atuam nas comarcas do Tribunal de Justiça em todo o estado do Rio de Janeiro e não apenas na capital. A contratação ocorre pelo regime estatutário, que garante a estabilidade empregatícia após o estágio probatório.

Saiba mais sobre o Concurso TJ RJ: EDITAL oferta 160 vagas para nível médio e superior!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais