Pesquisar no blog

Concurso TJDFT: Divulgado o resultado final da prova objetiva. Confira!

icone calendario 11 jul 2022

Atenção concurseiros! Foi publicado o resultado final das provas objetivas do concurso TJDFT ! O certame está ofertando um total de 112 vagas, divididas entre cargos de níveis médio e superior.

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova . Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso TJDFT: como consultar o resultado?

Vale destacar que as provas do concurso  TJDFT, tanto as objetivas e discursivas, foram aplicadas no dia 29 de maio.

Sendo assim, na última sexta-feira, 8 de julho, foram publicados os resultados definitivos das avaliações. Confira aqui !

Além disso, a banca ainda divulgou a resposta aos recursos contra o Resultado Preliminar da Objetiva.

Portanto, os candidatos poderão consultar individualmente os resultados, clicando aqui .

Como foram as provas?

Além disso, nas provas objetivas os candidatos responderam 60 questões de múltipla escolha acerca de disciplinas que variam conforme o cargo escolhido.

No entanto, em geral, as disciplinas comuns entre a maioria das especialidades são:

  • Língua Portuguesa
  • Ética no Serviço Público, Regimento Interno, Lei de Organização Judiciária;
  • Provimento Geral da Corregedoria e Provimento Judicial Aplicado ao Processo Judicial Eletrônico;
  • Noções de Direito:
    • Administrativo
    • Constitucional
    • Penal
    • Processual Penal
    • Civil
    • Processual Civil
  • Noções de Administração de Recursos Humanos e Gestão Pública

Ademais, para as provas discursivas os candidatos ao cargo de Técnico elaboraram uma redação.

Entretanto, os inscritos para o cargo de Analista responderam a 02 questões discursivas.

Concurso TJDFT: vagas, cargos e salários

Posteriormente, o concurso do Tribunal de Justiça do Distrito Federal  e Territórios está ofertando 112 vagas.

Assim, são 24 oportunidades para Técnico Judiciário e 88 para Analista Judiciário. Portanto, veja a distribuição:

  • Técnico Judiciário
    • Área Administrativa – 20;
    • Enfermagem – 04.
  • Analista Judiciário
    • Área Judiciária – 36;
    • Oficial de Justiça Avaliador Federal – 05;
    • Administração – 03;
    • Análise de Sistemas – 05;
    • Análise de Dados – 05;
    • Arquivologia – 01;
    • Contabilidade – 03;
    • Engenharia Elétrica – 02;
    • Estatística – 02;
    • Medicina do Trabalho – 02;
    • Medicina Psiquiatria – 02;
    • Psicologia – 04;
    • Segurança da Informação – 05;
    • Serviço Social – 09;
    • Suporte em Tecnologia da Informação – 04.

Além disso, os aprovados contarão com salários que variam entre R$ 7.591,39 para Técnico e R$ 12.455,30 para Analista.

Ademais, os aprovados e contratados ainda terão direito a diversos benefícios.

Requisitos básicos

Além disso, é importante que os concurseiros saibam os requisitos que são cobrados no certame. Assim, veja:

  • ter sido aprovado no Concurso Público na forma estabelecida neste Edital, em seus anexos e eventuais retificações;
  • além de ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do artigo 12 da Constituição Federal;
  • ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse;
  • estar em pleno gozo dos direitos políticos;
  • além de estar quite com as obrigações eleitorais;
  • estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • apresentar declaração quanto ao exercício de outro(s) cargo(s), emprego(s)
  • ou função(ões) pública(s) e sobre recebimento de proventos decorrente de aposentadoria e pensão de qualquer ente da federação;
  • apresentar formulário de autorização de acesso aos dados de bens e rendas;
  • ser considerado apto no exame de higidez física e mental, mediante apresentação dos laudos, exames e declaração de saúde que forem exigidos;
  • não ter sido condenado à pena privativa de liberdade transitada em julgado ou qualquer outra condenação incompatível com a função pública;
  • além disso, estar apto física e mentalmente para o exercício do cargo, não sendo, inclusive, pessoa com deficiência incompatível com as atribuições deste, conforme apuração pelo Núcleo de Perícia Médica da FGV;
  • não registrar antecedentes criminais;
  • cumprir as determinações dos editais do concurso; e
  • ademais, apresentar outros documentos que se fizerem necessários, à época da posse.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso TJDFT: Edital publicado. Iniciais de até R$ 12,4 mil!
Acompanhe nossas

redes sociais