Pesquisar no blog

Concurso TJDFT: FGV é definida como banca!

icone calendario 16 dez 2021

Banca organizadora do concurso TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios) já está definida.

Ademais, o Tribunal possui atualmente 409 cargos vagos segundo o levantamento mais recente, realizado em abril de 2021.

Novidades no concurso TJDFT

Conforme informações obtidas nesta quinta-feira, 16, a empresa que ficará a frente do concurso deverá ser divulgada no início de 2022.

No entanto, informações extraoficiais já apontam a Fundação Getúlio Vargas (FGV) como provável organizadora da seleção.

O concurso para o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios pode contar com vagas nos cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário no próximo ano.

Remuneração e benefícios

Ainda assim, confira a seguir a remuneração dos servidores do TJDFT atualizada com vigência a partir de janeiro de 2019.

Contudo, o salário dos servidores é composto do Vencimento Básico acrescido da Gratificação de Atividade Judiciária, a GAJ, e outros benefícios.

Analista Judiciário (vencimento básico + GAJ):
Inicial: 12.455,30
Final: 18.701.52

Técnico Judiciário (vencimento básico + GAJ):
Inicial: 7.591,36
Final: 11.128,33

Além do vencimento básico e gratificações, os servidores também tem direito aos seguintes benefícios:

  • Auxilio Alimentação: R$ 910,08
  • Assistência Pré-escolar: R$ 719,62
  • Auxilio Transporte: R$ 72,21
  • Assistência Médica e Odontológica
  • Exames periódicos

Último concurso TJDFT

Por fim, o último concurso TJDFT teve seu edital publicado no ano de 2015. Na ocasião, foram ofertadas 80 vagas para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário.

As carreiras exigiam os níveis médio e superior, respectivamente.

Para a função de Técnico Judiciário, foram ofertadas vagas área Administrativa e nas especialidades de Enfermagem e Programação de Sistemas.

Para o cargo de Analista Judiciário, as oportunidades foram para a área Judiciária, sem especialidade e para Oficial de Justiça Avaliador Federal.

Ainda havia vagas para as especialidades de Odontologia, Medicina (Psiquiatria, Pediatria, Neurologia, Ginecologia-Obstetrícia e Clínica Médica), Suporte em Tecnologia da Informação, Psicologia, Biblioteconomia e Análise de Sistemas.

Todavia, a banca organizadora responsável pelos trâmites foi o Cebraspe. Os candidatos foram avaliados por meio de uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

A prova objetiva foi composta por 120 questões, distribuídas pelas disciplinas de Conhecimentos Básicos (50 questões) e Conhecimentos Específicos (70 questões). O exame de Conhecimentos Básicos contou com os seguintes itens:

– Língua Portuguesa;
– Noções de Informática;
– Ética no Serviço Público;
– Atualidades.

Dessa forma, os participantes inscritos nas vagas de Analista Judiciário, nas especialidades de Análise de Sistemas e Suporte em Tecnologia da Informação e Técnico Judiciário, na especialidade de Programação de Sistemas ainda responderam questões de Língua Inglesa.

Saiba mais sobre o Concurso TJDFT: Trâmites iniciados para novo edital de Técnicos e Analistas!
Acompanhe nossas

redes sociais