Pesquisar no blog

Concurso TRE RS: Tribunal confirma participação em edital unificado!

icone calendario 05 ago 2022

Atenção concurseiros! Um novo concurso TRE RS  (Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul) acontecerá em breve, mas por meio do edital unificado com do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Veja detalhes!

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui  e saiba mais!

Concurso TRE RS: edital unificado em breve

Portanto, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul confirmou que participará do edital unificado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Além disso, o órgão ainda confirmou os cargos que estão vagos, os quais certamente terão vagas no edital. Veja:

  • Analista Judiciário – área Administrativa e Judiciária
  • Técnico Judiciário – área Administrativa

Vale destacar que ainda não há definição do quantitativo de vagas que será ofertado no edital, devido as aposentadorias e nomeações.

Entretanto, o tribunal tem previsão de que seja formado um cadastro reserva para os cargos de Medicina, Tecnologia da Informação (analista e técnico) e Arquivologia, pelo menos.

Último concurso TRE RS foi há 7 anos

Sendo assim, o último concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul foi realizado em 2015.

Assim, na época ele ofertou 16 vagas imediatas, além da formação de cadastro reserva, para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário.

Além disso, em relação à remuneração, de acordo com o portal da transparência, os servidores fazem jus ao seguintes salários iniciais:

  • Técnico Judiciário: R$ 7.591,37
  • Analista Judiciário: R$ 12.455,30

Vale destacar que os valores citados acima se referem ao vencimento básico, mais a Gratificação por Atividade Judiciária (GAJ).

Edital unificado segue previsto para 2023

O Tribunal Superior Eleitoral confirmou que iniciou o planejamento para publicar um novo concurso unificado para Justiça Eleitoral.

Assim, a previsão é publicar o edital no ano de 2023, que seguiria o modelo da última seleção unificada do órgão.

Assim, foi solicitado aos TREs quais os cargos efetivos, quantidade de vagas imediatas, além dos cargos para formação de cadastro reserva.

“Tendo em vista a necessidade de se iniciar o levantamento de informações que subsidiem a contratação de instituição para a realizar concurso público, no âmbito da Justiça Eleitoral, de maneira centralizada por este Tribunal Superior, com previsão para ocorrer no ano de 2023, solicito a Vossa Senhoria informar os cargos efetivos e quantitativos de vagas, bem como quais cargos deverão ser contemplados na formação de cadastro de reserva, no âmbito do respectivo quadro de pessoal”, diz o ofício.

Vale destacar que somente com as respostas dos tribunais que participarão do edital é que o projeto básico poderá ser elaborado.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso TSE: Comissão a partir de agosto para edital unificado!
Acompanhe nossas

redes sociais