Pesquisar no blog

Novo edital ANM é solicitado com 300 vagas!

Iago Almeida

icone calendario 07 mar 2024

A Agência Nacional de Mineração solicitou um novo Edital ANM para preenchimento de 300 vagas. São atualmente 1.329 cargos vagos no órgão.

Assim, a agência demonstrou preocupação com a necessidade, justificando que nos últimos anos houve uma alta baixa de profissionais.

Quer saber mais sobre o pedido e se o edital sairá? Venha comigo nesta matéria e já fique por dentro dos salários e o que é cobrado em provas da ANM.

Novo concurso solicitado para a ANM!

Portanto, um novo concurso vem sendo solicitado desde 2023 para a Agência Nacional de Mineração. Agora, ele foi solicitado novamente.

Um ofício foi enviado pela Autarquia ao Secretário Executivo Dario Carnevalli Durigan, do Ministério da Fazenda. Mas, ainda não há informação se será autorizado.

De acordo com os dados da ANM, são cerca de 1.329 cargos vagos atualmente, sendo 729 vacâncias em cargos de nível superior e 600 em cargos de nível médio.

Por isso, a agência informou que há grande necessidade de que o edital pretendido oferte, no mínimo, 300 vagas. Isso porque nos últimos anos houve uma alta baixa de profissionais.

Especialista em Recursos Minerais: 599 vagos;
Analista Administrativo: 124 vagos;
Técnico em Atividade de Mineração: 541 vagos;
Técnico Administrativo: 137 vagos.

Lembrando que em junho de 2023, a ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck, chegou a prever que um concurso estaria autorizado no segundo semestre, o que não aconteceu.

Concurso ANM: Agência envia pedido de autorização , em 2023, para 1.003 vagas!

Quais os requisitos dos cargos da ANM?

Para Especialista em Recursos Minerais é cobrado diploma de curso de graduação em áreas específicas, conforme registro no órgão de classe.

Enquanto para Analista Administrativo, é preciso diploma de curso de graduação em áreas específicas e registro no órgão de classe.

Para Técnico em Atividade de Mineração e para Técnico Administrativo, a cobrança é de diploma de nível médio completo ou equivalente.

Medida provisória reajustou salários da ANM!

Com edital solicitado, esteve aprovada a Medida Provisória 1203/23, que reestrutura os cargos das carreiras da Agência Nacional de Mineração (ANM).

De acordo com o texto, os cargos de Especialista em Recursos Minerais, Técnico em Atividades de Mineração, Analista Administrativo e Técnico Administrativo serão reajustados nos anos de 2024, 2025 e 2026.

Assim, garantindo, a partir de 2026, o nivelamento entre as 11 agências reguladoras existentes. A evolução remuneratória ocorrerá da seguinte maneira:

Especialista em Recursos Minerais

  • R$ 19.528,68 em 2024
  • R$ 25.387,28 em 2025
  • R$ 33.003,47 em 2026

Técnico em Atividades de Mineração

  • R$ 7.900,97 em 2024
  • R$ 10.271,26 em 2025
  • R$ 13.352,63 em 2026

Analista Administrativo

  • R$ 14.091,08 em 2024
  • R$ 18.318,40 em 2025
  • R$ 23.813,92 em 2026

Técnico Administrativo

  • R$ 5.425,77 em 2024
  • R$ 7.053,50 em 2025
  • R$ 9.169,55 em 2026

Lembrando que para a Medida Provisória  se tornar Lei Ordinária ela precisará passar pela análise das duas Casas do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado).

O que estudar para o concurso ANM?

Quem quiser já começar a estudar, pode usar o último concurso como base. Ele esteve realizado em 2021 para o preenchimento de 40 vagas de Especialista em Recursos Minerais.

Lembrando que a carreira exige nível superior, distribuídas pelos seguintes estados: Minas Gerais (17 vagas); Pará (6); Mato Grosso (2); Bahia (2); São Paulo (2) e Distrito Federal (10).

Posteriormente, os aprovados acabaram submetidos a jornadas de trabalho de 40 horas semanais e remunerados com salários iniciais no valor de R$ 9.909,30.

Na ocasião, estiveram aplicadas três etapas avaliativas, são elas: Prova Objetiva; Prova Discursiva e Avaliação de Títulos. A primeira teve 100 questões do tipo “certo” ou “errado”.

Nos conhecimentos básicos estavam cobradas disciplinas de Língua portuguesa; Língua inglesa; Noções de Direito Constitucional; Noções de Direito Administrativo e Ética no Serviço público.

Já nos conhecimentos específicos estiveram cobrados mecânica dos Solos Aplicada; Geologia de Engenharia Aplicada; Hidrologia e Hidráulica de Barragens; Investigação Geológica-Geotécnica; Ruptura Hipotética das Barragens; Estruturas de Barramento para Disposição de Rejeitos.

Além de Modelagem Numérica em Barragens; Instrumentação Geotécnica em Barragens; Geofísica Aplicada a Barragens e Legislação e Normas sobre Barragens.

Por fim, houve a prova discursiva, que consistiu na elaboração de uma redação, de até 60 linhas, acerca dos conhecimentos específicos.

Saiba mais sobre o Concurso ANM: Edital publicado com 40 vagas e salários de R$ 9,9 mil!

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais