Carreiras Fiscais: Como se preparar para os concursos | Nova Concursos

Carreiras Fiscais: Como se preparar para os próximos concursos!

icone calendario 24 mar 2021

Desde de 2015, mais de 100 concursos foram realizados por ano, para cargos de Auditores Fiscais, em cidades e estados do país. As carreiras fiscais são muito concorridas, uma vez que proporcionam estabilidade e ofertam altos salários e muitos benefícios.

Carreiras fiscais: plano de estudos

Em 2015, foram 137 concursos para a carreira, espalhados pelo país. Em 2016, 175; em 2017, 43; em 2018, foram 74; em 2019, 115; e em 2020, foram 35, número menor devido à pandemia. São 579 concursos para a carreira, em 6 anos.

Diante da grande oferta e dos benefícios recebidos pelos Auditores Fiscais, milhares de pessoas buscam uma vaga em concursos para carreiras fiscais. E é importante que os inscritos saibam se preparar, para que consigam realizar uma boa prova com ampla concorrência.

O início da preparação deve-se dar por meio de estudos sobre um conjunto de disciplinas comuns, que são solicitadas em quaisquer editais da área Fiscal, que envolve:

  • Português;
  • Contabilidade;
  • Auditoria;
  • Direito Tributário;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Constitucional;
  • Raciocínio Lógico.   

Antes disso, porém, o concurseiro deverá fazer um cronograma , com a quantidade de horas disponíveis para estudo, por dia, para assim montar um plano com a divisão das disciplinas. Isso é importante para que o foco seja mantido e para que nenhuma matéria seja estudada por mais tempo que o necessário.

Caso seja um concurseiro que já está acostumado e tem o hábito de estudar, será melhor construir um ciclo de estudos com as sete disciplinas citadas acima, as mais relevantes, podendo ainda ser incluídas outras matérias a critério do estudante ou de acordo com editais de concursos anteriores.

Importante destacar que, após cada dia de estudo, o estudante deverá realizar um resumo do que foi estudado nas horas anteriores, para assim ter mais chance de entender bem o assunto abordado.

Em um primeiro momento, o concurseiro deve fazer uma autoavaliação em cada uma das disciplinas a ser estudada, considerando três critérios de qualidade para cada área e levando em conta as perguntas: Conhece? Gosta? Dificuldade? Tempo?

Isso se deve, porque o concurseiro saberá o grau de dificuldade de cada matéria, podendo gerenciar melhor seu tempo com a divisão de estudo com elas e com as demais, consideradas mais ‘tranquilas’. As disciplinas que apontarem maior dificuldade, deverão estar em 2 horas de estudos diários pelo estudate.

Concursos fiscais: habilidades específicas

Uma atenção especial deverá ser dada a Contabilidade, Direito Tributário e as Legislações Tributárias específicas do ente público em questão, para que os concurseiros se preparem bem para o certame. Cerca de 50% do total de pontos dos concursos são somados com essas disciplinas.

Além disso, os estudos devem ser iniciados antes mesmo da publicação dos editais, uma vez que a vaga é muito concorrida, assim, o concurseiro ganhará mais tempo para cobrir todo conteúdo a ser estudado até o dia das provas.

Após a publicação do edital

Após a publicação do edital, leia atentamente todo o documento do concurso, faça anotações e o mais importante, revise seu plano de estudos com base no conteúdo programático; leia atentamente para verificar se houveram mudanças significativas, confira os pesos de cada matéria e qual merece mais dedicação.

Uma sugestão é deixar para os finais de semana mais próximos a revisão do conteúdo estudado durante a semana, e o treino com questões de provas anteriores.

Além disso, estar afiado em língua portuguesa é essencial para o seu sucesso, seja em qualquer concurso, uma vez que a disciplina é muito cobrada em qualquer local.

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais