Pesquisar no blog

Concurso INSS 2015: confira como foi o último edital!

icone calendario 05 Maio 2022

Um novo concurso INSS deve sair ainda em 2022, mas precisa de um aval do Ministério da Economia. Foram requisitadas 7.830 vagas. Portanto, confira como foi o último edital e inicie sua preparação!

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova . Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso INSS: quando sai o novo edital?

É o que aguardam os concurseiros e o próprio Instituto Nacional do Seguro Social, que vê seus cargos vagos aumentando.

Entretanto, o pedido solicitando 7.830 vagas ainda precisa de aval do Ministério da Economia, e até o momento nada foi levantado.

Vale destacar que o número de vagas subiu, pois anteriormente eram 7.575. As oportunidades serão para Técnico e Analista.

Recentemente, representantes do órgão se reuniram com o Ministro do Trabalho e Previdência, Onix Lorenzoni, que prometeu dar um resposta sobre o certame , mas, até agora nada!

“Um dos elementos que o ministro levantou foi a questão do concurso público, onde ele ficou de, até o dia 22, dar uma resposta concreta se de fato vai haver o concurso público para o INSS e qual o quantitativo, caso isso venha a acontecer”, disse Torquato, representante do Consórcio de Sindicatos do Seguro e da Seguridade Social filiados à CUT.

São mais de mais de 23 mil cargos vagos no INSS, por isso a expectativa de abertura de um novo edital é grande.

Como foi o último concurso INSS?

Publicado em dezembro de 2015, o último concurso INSS foi organizado pelo Cespe (atual Cebraspe) e contou com a oferta de 950 vagas.

Assim, foram oportunidades para Técnico, com exigência de nível médio, e Analistas, com exigência de nível superior. Portanto, confira:

  • Analista do Seguro Social: 150 vagas
  • Técnico do Seguro Social: 800 vagas

Além disso, as vagas foram separadas por localidade, tornando regionalizada!

Ou seja, um candidato só concorreu às vagas disponíveis no seu local de inscrição. A taxa cobrada foi de R$ 65.

Já em relação ao salário inicial, para Analista do Seguro Social foi de R$ 7.496,09, enquanto para Técnico do Seguro Social era R$ 4.886,87.

Requisitos básicos

Além disso, para tomar posse no cargo após ser aprovado, o concurseiro deveria seguir alguns requisitos básicos. Portanto, eram eles:

  • Ser aprovado no concurso INSS.
  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses.
  • Estar em gozo dos direitos políticos.
  • quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino.
  • Além de estar quite com as obrigações eleitorais.
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.
  • Cumprir as determinações deste edital.
  • O candidato deverá declarar, na solicitação de inscrição, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por ocasião da posse.

Requisitos específicos

  • Analista: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe específico
  • Técnico: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Como foram as provas?

A etapa única de provas objetivas foram aplicadas com o tempo de duração de 3 horas e 30 minutos para a realização. Portanto, confira a divisão:

  • Conhecimentos Básicos: 50 questões
  • Conhecimentos Específicos: 70 questões

Assim, as provas foram aplicadas em diversas cidades brasileiras. Além disso, as disciplinas cobradas foram:

  • Técnico
    • Português e redação oficial (15)
    • Ética e RJU (12)
    • Administrativo (9)
    • Constitucional (3)
    • Informática (5)
    • RLM (6)
    • Seguridade Social – previdenciário e assistência social (70)
  • Analista
    • Português
    • Raciocínio lógico
    • Informática
    • Direito constitucional
    • Direito administrativo
    • Legislação previdenciária
    • Legislação da assistência social, saúde do trabalhador e da pessoa com deficiência
    • Conhecimentos específicos de Serviço Social.

Conteúdo programático

Quem quiser iniciar os estudos, basta começar pela prova do concurso passado. Assim, fique atento ao edital para ver o que mudou em relação ao que você estava estudando! Confira:

Analista

  • Língua Portuguesa
    • Compreensão e interpretação de textos.
    • Tipologia textual.
    • Ortografia oficial.
    • Acentuação Gráfica.
    • Emprego e reconhecimento das classes de palavras; formação de palavras; flexão de gênero e número; modos e tempos verbais.
    • Emprego do sinal indicativo de crase.
    • Sintaxe da oração e do período; termos essenciais, acidentais e integrantes da oração; concordância nominal e verbal.
    • Pontuação.
    • Figuras de linguagem.
    • Significação das palavras.
    • Redação de correspondências oficiais (conforme Manual de Redação da Presidência da República).
  • Raciocínio Lógico
    • Problemas de raciocínio lógico envolvendo os seguintes assuntos: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; tautologias; proposições; teoria dos conjuntos; análise combinatória; noções de estatística e probabilidade.
  • Noções de Informática
    • Conceitos de Internet e intranet.
    • Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática.
    • Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações utilizando-se a suíte de escritório LibreOffice.
    • Conceitos e modos de utilização de sistemas operacionais Windows 7 e 10.
    • Noções básicas de ferramentas e aplicativos de navegação e correio eletrônico.
    • Noções básicas de segurança e proteção: vírus, worms e derivados.
  • Direito Constitucional
    • Princípios fundamentais.
    • Direitos e Garantias Fundamentais.
      • Direitos individuais e coletivos.
      • Direitos sociais.
      • Nacionalidade.
      • Direitos políticos.
      • Partidos políticos.
    • Organização do Estado.
      • Organização político-administrativa.
      • União.
      • Estados Federados.
      • Municípios.
      • Distrito federal e dos Territórios.
      • Administração Pública.
      • Servidores públicos.
    • Ordem Social.
      • Disposição geral.
      • Seguridade Social.
      • Disposições gerais.
      • Saúde.
      • Previdência Social.
      • Assistência Social.
      • Educação.
      • Família, da criança, do adolescente e do idoso.
      • Índios.
  • Direito Administrativo
    • Administração pública como função do Estado.
      • Princípios constitucionais explícitos e implícitos da administração pública.
      • A reforma do Estado brasileiro e de seu aparelho.
      • Administração direta (órgãos públicos: conceito, espécies, regime); administração indireta: autarquias, fundações públicas, sociedades de economia mista e empresas públicas. Principais características de cada e regimes jurídicos. O regime das subsidiárias.
    • Poder regulamentar.
      • Regulamentos administrativos de execução e autônomos.
      • Poder normativo não legislativo e o princípio da legalidade. Regulamentação e regulação.
    • Ato administrativo.
      • Conceito. Regime jurídico. Espécies.
      • Elementos e requisitos.
      • Vícios dos atos administrativos.
      • Principais classificações dos atos administrativos.
      • Procedimento administrativo. Fundamentos constitucionais.
      • Contratos, consórcios e convênios.
    • Licitações.
      • Conceito e modalidades.
    • Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal.
      • Regras Deontológicas.
      • Principais deveres do servidor público.
      • Vedações ao servidor público.
      • Comissões de Ética.
    • Regime Jurídico Único.
      • Provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição.
      • Direitos e vantagens.
      • Regime disciplinar.
      • Processo administrativo disciplinar.
      • Seguridade social do servidor.
      • Contratação temporária de excepcional interesse público.
    • Decreto nº 1.171/1994 e Decreto nº 6.029/2007.
    • Lei nº 8.112/1990 e alterações posteriores.
  • Legislação Previdenciária
    • Finalidade e princípios básicos da Previdência Social.
    • Regime Geral de Previdência Social.
      • Segurados obrigatórios.
      • Filiação e inscrição.
      • Conceito, características e abrangência: empregado, empregado doméstico, contribuinte individual, trabalhador avulso e segurado especial.
      • Segurado facultativo: conceito, características, filiação e inscrição.
      • Trabalhadores excluídos do Regime Geral.
    • Empresa e empregador doméstico: conceito previdenciário.
    • Financiamento da Seguridade Social.
      • Receitas da União.
      • Receitas das contribuições sociais: dos segurados, das empresas, do empregador doméstico e do produtor rural.
      • Salário-de-contribuição.
        • Conceito.
        • Parcelas integrantes e parcelas não integrantes.
        • Limites mínimos e máximos.
      • Competência do INSS e da Secretaria da Receita Federal.
    • Parcelamento de contribuições e demais importâncias devidas à seguridade social.
    • Restituição e compensação de contribuições.
    • Infrações à legislação previdenciária.
    • Recurso das decisões administrativas.
    • Plano de Benefícios da Previdência Social: beneficiários, espécies de prestações, benefícios, Serviço Social, Reabilitação Profissional, Justificação Administrativa, disposições gerais e específicas, períodos de carência, salário-de-benefício, renda mensal do benefício, reajustamento do valor dos benefícios.
    • Manutenção, perda e restabelecimento da qualidade de segurado.
    • Lei nº 8.212/1991 e alterações posteriores.
    • Lei nº 8.213/1991 e alterações posteriores.
    • Decreto nº 3.048/1999 e alterações posteriores.
    • Plano Simplificado de Previdência Social.

Técnico

  • Ética
    • 1 Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal: Decreto no 1.171/1994 e Decreto no 6.029/2007.
  • Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis Federais
    • 1 Lei 8.112/1990 e alterações, direitos e deveres do Servidor Público.
    • 2 O servidor público como agente de desenvolvimento social. 3 Saúde e qualidade de vida no serviço público.
  • Constitucional
    • 1 Direitos e deveres fundamentais: direitos e deveres individuais e coletivos; direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade; direitos sociais; nacionalidade; cidadania; garantias constitucionais individuais; garantias dos direitos coletivos, sociais e políticos.
    • 2 Administração Pública (artigos de 37 a 41, capítulo VII, Constituição Federal de 1988 e atualizações).
  • Administrativo
    • 1 Estado, governo e Administração Pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios.
    • 2 Direito Administrativo: conceito, fontes e princípios.
    • 3 Organização administrativa da União; administração direta e indireta.
    • 4 Agentes públicos: espécies e classificação; poderes, deveres e prerrogativas; cargo, emprego e função públicos; regime jurídico único: provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; direitos e vantagens; regime disciplinar; responsabilidade civil, criminal e administrativa.
    • 5 Poderes administrativos: hierárquico; disciplinar; regulamentar; de polícia; uso e abuso do poder.
    • 6 Ato administrativo: validade, eficácia; atributos; extinção, desfazimento e sanatória; classificação, espécies e exteriorização; vinculação e discricionariedade.
    • 7 Serviços Públicos: conceito, classificação, regulamentação e controle; forma, meios e requisitos; delegação: concessão, permissão, autorização.
    • 8 Controle e responsabilização da administração: controle administrativo; controle judicial; controle legislativo; responsabilidade civil do Estado. Lei no 8.429/1992 (sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função da administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências).
    • 9 Lei n°9.784/1999 (Lei do Processo Administrativo).
  • Português
    • 1 Compreensão e interpretação de textos.
    • 2 Tipologia textual.
    • 3 Ortografia oficial.
    • 4 Acentuação gráfica.
    • 5 Emprego das classes de palavras.
    • 6 Emprego do sinal indicativo de crase.
    • 7 Sintaxe da oração e do período.
    • 8 Pontuação.
    • 9 Concordância nominal e verbal.
    • 10 Regências nominal e verbal.
    • 11 Significação das palavras.
    • 12 Redação de correspondências oficiais (conforme Manual de Redação da Presidência da República).
  • Raciocínio Lógico
    • 1 Conceitos básicos de raciocínio lógico: proposições; valores lógicos das proposições; sentenças abertas; número de linhas da tabela verdade; conectivos; proposições simples; proposições compostas.
    • 2 Tautologia.
    • 3 Operação com conjuntos.
    • 4 Cálculos com porcentagens.
  • Informática
    • 1 Conceitos de Internet e intranet.
    • 2 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática.
    • 3 Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhase apresentações utilizando-se a suíte de escritório LibreOffice.
    • 4 Conceitos e modos de utilização de sistemas operacionais Windows 7 e 10.
    • 5 Noções básicas de ferramentas e aplicativos de navegação e correio eletrônico.
    • 6 Noções básicas de segurança e proteção: vírus, worms e derivados.
  • Seguridade Social para o concurso INSS
    • 1 Seguridade Social. 1.1 Origem e evolução legislativa no Brasil. 1.2 Conceituação. 1.3 Organização e princípios constitucionais.
    • 2 Legislação Previdenciária. 2.1 Conteúdo, fontes, autonomia. 2.3 Aplicação das normas previdenciárias. 2.3.1 Vigência, hierarquia, interpretação e integração.
    • 3 Regime Geral de Previdência Social. 3.1 Segurados obrigatórios. 3.2 Filiação e inscrição. 3.3 Conceito, características e abrangência: empregado, empregado doméstico, contribuinte individual, trabalhador avulso e segurado especial. 3.4 Segurado facultativo: conceito, características, filiação e inscrição. 3.5 Trabalhadores excluídos do Regime Geral.
    • 4 Empresa e empregador doméstico: conceito previdenciário.
    • 5 Financiamento da Seguridade Social. 5.1 Receitas da União. 5.2 Receitas das contribuições sociais: dos segurados, das empresas, do empregador doméstico, do produtor rural, do clube de futebol profissional, sobre a receita de concursos de prognósticos, receitas de outras fontes. 5.3 Salário-de-contribuição. 5.3.1 Conceito. 5.3.2 Parcelas integrantes e parcelas não-integrantes. 5.3.3 Limites mínimo e máximo. 5.3.4 Proporcionalidade. 5.3.5 Reajustamento. 5.4 Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. 5.4.1 Competência do INSS e da Secretaria da Receita Federal do Brasil. 5.4.2 Obrigações da empresa e demais contribuintes. 5.4.3 Prazo de recolhimento. 5.4.4 Recolhimento fora do prazo: juros, multa e atualização monetária.
    • 6 Decadência e prescrição.
    • 7 Crimes contra a Seguridade Social.
    • 8 Recurso das decisões administrativas.
    • 9 Plano de Benefícios da Previdência Social: beneficiários, espécies de prestações, benefícios, disposições gerais e específicas, períodos de carência, salário-de-benefício, renda mensal do benefício, reajustamento do valor dos benefícios.
    • 10 Manutenção, perda e restabelecimento da qualidade de segurado.
    • 11 Lei no 8.212/1991 e alterações.
    • 12 Lei no 8.213/1991 e alterações.
    • 13 Decreto no 3.048, de 06/05/1999 e alterações.
    • 14 Lei de Assistência Social (LOAS): conteúdo; fontes e autonomia (Lei no 8.742/1993 e Decreto no 6.214/2007 e alterações).

Qual foi a nota de corte?

Primeiramente, a nota de corte é nota mínima que o candidato precisa obter para seguir nas próximas etapas do certame

Sendo assim, no último concurso INSS para o cargo de Técnico, a nota de corte foi diferente em cada região. Veja:

  • Fortaleza – CE: 100
  • Vitória – ES: 100
  • Belo Horizonte – MG: 100
  • Curitiba – PR: 100
  • Rio de Janeiro – RJ: 100
  • Maceió – AL: 99
  • Teresina – PI: 99
  • Natal – RN: 99
  • Distrito Federal – DF: 98
  • João Pessoa – PB: 98
  • Salvador – BA: 97
  • Goiânia – GO: 97
  • São Luís – MA: 97
  • Recife – PR: 97
  • Porto Alegre: 97
  • Aracaju – SE: 97
  • Belém – PA: 95
  • São Paulo – SP: 94
  • Manaus – AM: 94
  • Boa Vista – RR: 93
  • Florianópolis – SC: 93
  • Palmas – TO: 93
  • Campo Grande – MS: 92
  • Porto Velho – RO: 92
  • Cuiabá – MT: 91
  • Macapá – AP: 90
  • Rio Branco – AC: 89

Ademais, a pontuação máxima era de 120 pontos e os dados mostram que as notas, em sua grande maioria, foram superiores a 90 pontos líquidos.

Portanto, o que quer dizer que o candidato deveria acertar 105 itens e errar apenas 15, que equivaleria a 75% da prova.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso INSS: Mais de 23 mil cargos vagos e edital em 2022!
Acompanhe nossas

redes sociais