Como estudar História para o concurso PM SP? | Nova Concursos

Como estudar História para o concurso PM SP?

icone calendario 30 abr 2021

Quem sonha em ser aprovado em concursos públicos, como o da PM SP (Polícia Militar de São Paulo), precisa ter em mente que é necessário muito estudo e dedicação para alcançar essa aprovação.

No entanto, essa tarefa não é nada impossível e a Nova Concursos pode te ajudar!

Preparei um breve guia de matérias que caem nas provas do Concurso PM SP, com foco nos conteúdos de história.

Confira!

Por onde começar os estudos para o Concurso PM SP?

Primeiramente, é bom frisar que o conteúdo que será cobrado nas avaliações é listado no edital do concurso.

Caso o edital ainda não tenha sido publicado, uma boa forma de iniciar os estudos é se baseando em certames antigos.

Sendo assim, podemos afirmar, por provas anteriores, que os conteúdos cobrados são:

  • Português;
  • Matemática;
  • Geografia;
  • Informática;
  • História.

Esses conteúdos são subdivididos em assuntos mais específicos nas provas e falarei um pouco mais sobre essas divisões dentro da área de História.

Quais tópicos de História caem nos Concursos PM SP?

Geralmente, o edital para as seleções da Polícia Militar de São Paulo divide o conteúdo de História em História Geral, que inclui assuntos mundiais, e História do Brasil.

História Geral

Um assunto bastante cobrado nos concursos da PM de São Paulo , são os períodos das duas Grandes Guerras, por isso é importante que esses dois eventos sejam bem memorizados pelos candidatos.

Além desses dois tópicos, também costuma cair perguntas sobre a Guerra Fria, sobre a Globalização e as políticas Neoliberais.

Uma boa forma de aprender sobre esses assuntos é resolvendo questões .

Sobre a Primeira Guerra Mundial

Fazendo um breve resumo sobre a primeira Grande Guerra, ela começou em 1914 e só teve seu fim em 1918.

O que causou esse conflito de nível mundial foram as tensões que vinham sendo arrastadas desde o século XIX, como a Revolução Industrial, que criou muita concorrência comercial e econômica entre os países.

Existiam também a Tríplice Aliança, que visava conquistar grandes objetivos, e a Tríplice Entente, que buscava manter sua hegemonia.

As duas tríplices foram de extrema importância na guerra e influenciaram muito nas disputas territoriais, que foram outro motivo para a Guerra acontecer.

Além disso, os Estados europeus investiram pesado em armamentos desde a última década do século XIX, o que culminou numa grande tensão bélica.

O estopim da Guerra foi o assassinato do herdeiro do trono austro-húngaro, Francisco Ferdinando, por um nacionalista sérvio, em 1914.

Daí em diante, a Guerra foi declarada e ao longo de quatro anos, deixou cerca de 20 milhões de mortos.

Sobre a Segunda Guerra Mundial

Com o fim da Primeira Grande Guerra, a Liga das Nações foi criada para evitar novos conflitos, porém isso não foi o suficiente para impedir uma nova tensão mundial, principalmente porque a Primeira Guerra deixou muitas sequelas e assuntos por serem resolvidos.

O Tratado de Versalhes, assinado em 1919, aplicou muitas punições na Alemanha, como perdas territoriais e pagamento de multas altíssimas. Isso causou insatisfação nos alemães.

Essa insatisfação culminou no surgimento de um sentimento de revanche e, posteriormente, na ascensão do nazismo, que defendia, dentre outros pensamentos, a expansão do território alemão.

Em 1939, Alemanha invadiu a Polônia para dominar territórios que foram perdidos no Tratado de Versalhes.

A França e o Reino Unido pediram que a Alemanha voltasse atrás, mas esse pedido não foi atendido. Assim, a Segunda Guerra Mundial teve seu início declarado.

A Guerra acabou em 1945, deixando milhões de mortos pelo combate e por eventos como o Holocausto, reorganizações territoriais, a criação da ONU (Organização das Nações Unidas), e uma bipolarização mundial que deu início à Guerra Fria.

Sobre a Guerra Fria

Após o fim da Segunda Grande Guerra, o mundo se dividiu entre socialismo, representado pela União Soviética, e capitalismo, representado pelos Estados Unidos.

A Guerra Fria durou de 1947 até 1991 e se caracterizou como um embate silencioso e ideológico a nível mundial.

Nessa época, houve uma grande corrida armamentista, na qual os países buscavam demonstrar poder bélico e, assim, evitavam ataques que poderiam dar início a outra Grande Guerra.

Grandes investimentos na ciência também foram feitos nesse período, especialmente no que diz respeito à conquista espacial, que criou tecnologias suficientes para mandar o primeiro homem à Lua.

O fim da Guerra Fria só acontece em 1991, com a desintegração da União Soviética.

Ainda nesse anos de Guerra Fria, surgem os fenômenos da Globalização e das políticas neoliberalistas, que são conteúdos muito importantes também para se revisar.

História do Brasil

Dentro da História do Brasil, os assuntos mais cobrados se resumem na Revolução de 30, que tem início com o assassinato do aliado de Getúlio Vargas, João Pessoa.

A chapa de Vargas havia perdido as eleições de 1930, mas a morte de seu companheiro foi um pretexto para o início da Revolução de 30, que resultou na conhecida Era Vargas, outro assunto cobrado.

Outros assuntos que aparecem bastante nas provas da PM SP, são as Constituições Republicanas e a estrutura política no Brasil, além dos movimentos sociais no período militar, que durou de 1964 a 1985.

Por fim, é importante estudar também redemocratização e a abertura política que se deu no Brasil no período pós ditadura militar.

Uma dica para se sair bem nas provas, é conhecer as características da banca organizadora do certame e também pesquisar sobre quais são as questões que sempre estão presentes nas avaliações.

Bons estudos!

Saiba mais sobre o Concurso PM SP: Mais 5.400 vagas para Soldados são confirmadas!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais