Pesquisar no blog

Concurso TJ SP: Quando vai ser publicado o próximo edital para Escrevente?

icone calendario 10 nov 2022

Os concurseiros querem saber quando sairá o novo concurso TJ SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), para Escrevente. São quase 6 mil cargos vagos para a carreira, então, um edital pode aparecer em breve. Veja!

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui  e saiba mais!

Concurso TJ SP: quando sai o edital para Escrevente?

Portanto, um novo concurso para o Tribunal de Justiça de São Paulo é necessário e pode aparecer em breve.

Entretanto, ainda não há nenhuma previsão ou informação de que ele será publicado em 2022, por isso, ele poderá ficar para 2023.

Vale destacar que o edital entrou em assunto, devido aos cargos vagos que existem atualmente no órgão.

Antes disso, é importante ainda lembrar que o Tribunal de Justiça de SP realizou entre 2021 e 2022 dois concursos para servidores.

Assim, em conjunto, os certames ofertaram 1.042 oportunidades para os cargos de Escrevente, Assistente Social e Psicólogo.

Portanto, os candidatos ao cargo de Escrevente, que exigiu o nível médio, foram avaliados em outubro de 2021. Sendo assim, o resultado já foi homologado e divulgado.

Além disso, o número de vacâncias do órgão possuí hoje um déficit maior do que o número de vagas ofertados pelo certame que já foi homologado.

Então, você pode perceber que o concurso para Escreventes é mais do que importante e pode estar sendo planejado pelo órgão.

Quantas são as vacâncias?

De acordo com informações do portal da transparência, com dados de agosto de 2022, São quase 6 mil cargos vagos para Escrevente no órgão.

Assim, o TJ SP é o maior Tribunal de Justiça do país, de acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). São 2.709 magistrados e 68.852 servidores. Veja as vacâncias por órgãos:

Por que vale a pena ser Escrevente no TJ SP?

Não só do país, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo é considerado ainda o maior tribunal do mundo em volume de processos.

Pra você ter uma ideia, o número de ações demandadas no órgão paulista corresponde a 25% do total de processos em andamento em toda a Justiça brasileira.

Assim, de quebra, é o tribunal com a maior força de trabalho, tendo 56 Circunscrições Judiciárias pelo interior e cerca de 320 comarcas no Estado.

O cargo de Escrevente Técnico Judiciário é o principal do tribunal. Ele conta com exigência mínima, o nível médio de escolaridade, para ingresso. Os requisitos totais, são:

  • ser brasileiro nato, naturalizado ou gozar das prerrogativas previstas no artigo 12, § 1º da Constituição Federal de 1988;
  • ter 18 anos de idade completos até a data da posse;
  • estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • estar em dia com as obrigações do Serviço Militar;
  • não ter sido condenado por crime contra o patrimônio, a Administração, a fé pública, os costumes e os previstos na Lei nº. 11.343 de 23.08.2006;
  • não ter sido condenado por ato de improbidade previsto na Lei nº 8.429/92;
  • ter concluído, até a data da posse, o Ensino Médio;
  • gozar de boa saúde física e mental para o exercício das atribuições do cargo;
  • possuir na data da posse os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo e preencher as exigências para a posse previstas na Lei Estadual nº 10.261/1968 com suas atualizações.

A remuneração inicial também é considerável, o que atrai até candidatos que já possuem formação, em várias áreas.

Qual o salário e os benefícios?

Ademais, a remuneração inicial para o cargo de Escrevente Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça de São Paulo  é no valor de R$ 4.981,71.

Entretanto, o valor é acrescido de diversos benefícios como auxílio alimentação, saúde e transporte. Veja todos eles:

  • Auxílio
    • alimentação: R$ 48 por dia útil de trabalho. Se você trabalhar uma média de 22 dias úteis no mês, vai receber um auxílio no valor total de R$ 1.056,00;
    • saúde: no valor fixo de R$ 336;
    • transporte: R$ 8,80 por dia. Se você trabalhar uma média de 22 dias úteis no mês, vai receber um auxílio total de R$ 193,60;
    • creche: no valor fixo de R$ 423,00 por filho (limitado a dois filhos);
  • Adicional de
    • quinquênio: adicional de 5% a cada 5 anos de trabalho no TJSP;
    • 6ª parte: adicional de 20% ao completar 20 anos de trabalho no TJ SP;
    • qualificação: adicional de 5% em caso de conclusão de nível superior, 7,5% para pós-graduação, 10% para mestrado e 12,5% para doutorado.

Vale destacar que se o servidor tiver filhos, vai receber o auxílio creche e vai ter um salário líquido maior que um servidor sem filhos.

Mas, em média, o salário líquido do Escrevente Técnico Judiciário está em torno de R$ 5.500,00 a R$ 6.000,00.

Os benefícios são mais

Além de auferir mais renda com diversos benefícios, os servidores fazem jus a outros que se inserem dentro das seguintes hipóteses:

  • Licença Prêmio: 90 dias de licença remunerada a cada 5 anos de exercício ininterrupto (Lei n.º 10.261/68);
  • Licença Sem Vencimentos: uma licença não remunerada de até 2 anos após 5 anos de exercício (Lei n.º 10.261/68);
  • Jornada reduzida em uma hora para estudantes (Portaria TJ SP n.º 8.782/2013);
  • Cursos internos de formação e capacitação durante a jornada de trabalho;
  • Descontos em cursos e universidades parceiros do Tribunal.

Por fim, dessa forma, a jornada de trabalho compreende 40 horas semanais aos contratados, sendo 8 horas diárias.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso TJSP: Edital publicado. 400 vagas. Iniciais de R$ 5,4 mil!

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais