Concurso ALESC: Novo certame terá oferta de 29 vagas para Analista!

Já confirmado, o novo concurso Alesc 2021 ofertará 29 vagas na carreira de Analista Legislativo, que exige formação superior. O certame Alesc é hoje uma das principais bandeiras do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Sindalesc).  Novo concurso Alesc 2021 O concurso Alesc que já era esperado...

Status do concurso: Previsto

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

Já confirmado, o novo concurso Alesc 2021 ofertará 29 vagas na carreira de Analista Legislativo, que exige formação superior.

O certame Alesc é hoje uma das principais bandeiras do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Sindalesc). 

Novo concurso Alesc 2021

O concurso Alesc que já era esperado desde de 2019, quando foi anunciado pelo  Presidente da Casa, o deputado Júlio Garcia (PSD), pode estar próximo de acontecer. 

Além da formação da comissão, em reunião na última quarta-feira, 18, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou a realização de um novo certame Alesc. E já foi dado o aval para a contratação da banca organizadora.

O certame Alesc é hoje uma das principais bandeiras do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Sindalesc). 

De acordo com a categoria, nos últimos 15 anos, o número de efetivos da Casa caiu para menos da metade (atuais 348), enquanto o de comissionados e terceirizados quase dobrou, chegando a 1.407 contratados.

Situação atual 

Ainda não foram divulgadas informações se o processo já foi iniciado e uma empresa já foi definida ou se a escolha da organizadora ainda terá início.  Em abril deste ano, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) formou a comissão, que é responsável por este trâmite.

De acordo com a Casa Legislativa, o certame ofertará 29 vagas, sendo todas para Analista Legislativo, que tem como exigência o nível superior. O cargo conta com ganhos de até R$ 8.518,77.

A realização de certame , segundo a Alesc, foi um compromisso assumido pelo presidente da Casa, Deputado Julio Garcia (PSD), juntamente com o Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Sindalesc).

Formação da Comissão organizadora

A comissão organizadora especial do novo certame Alesc já está formada. A equipe foi nomeada pela mesa diretora da Assembleia Legislativa de Santa Catarina no dia 17 de março. Desta maneira, os estudos para a nova seleção têm início. 

A equipe é formada por oito membros, sendo eles: 

  • Maria Natel Scheffer Lorenz (diretora-geral);
  • Janaina Mella (coordenadora de processamento do sistema de pessoal);
  • Luiz Eduardo de Souza (técnico em hardware); 
  • Anderson Ailton Barbosa (programador);
  • Fabiola Ferreira de Macedo (analista de sistemas);
  • Natalia Milack (analista legislativo); 
  • Aline Covolo Ravara (analista legislativo); e
  • João de Aquino Conceição Neto (programador).

A comissão especial ficou responsável pelo levantamento de vagas e cargos do concurso Alesc 2021.

Sobre o cargo de Analista Legislativo

Campo de atuação: o assistente e o Analista Legislativo trabalham dentro da assembleia legislativa, órgão responsável pelos projetos e criações de leis do estado ou município.

O que faz: o assistente é responsável por produzir pautas de reuniões, arquivos e organização de processos, atendimento geral e atendimento aos parlamentares. Já o analista acompanha os andamentos de projetos e reuniões, assiste os parlamentares na produção dos projetos de lei e prepara diferentes tipos de texto.

Salário: o salário de assistente variam entre R$ 4.000 e R$ 5.500, de acordo com a região e esfera (municipal ou estadual).

Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC)

A História do Legislativo Catarinense começa no longínquo dia 12 de agosto de 1834, quando as Assembleias Legislativas Provinciais foram criadas, substituindo os Antigos Conselhos Gerais. O número de deputados era fixado de acordo com a densidade populacional. Como Santa Catarina figurava entre as províncias de pequeno porte, a representação ficou com apenas vinte legisladores. Esse número prevaleceu durante 47 anos, ou seja, até 1881, quando a Lei número 3.039 aumentou a representação para vinte e dois deputados, e posteriormente para quarenta deputados em meados dos anos 50. A eleição ocorreu pela primeira vez em 09 de novembro de 1834, para o mandato que terminaria em 1837.

A instalação, como nas demais províncias, aconteceu em 1º de março de 1835. Quanto ao local onde funcionou pela primeira vez o Legislativo Catarinense, os dados históricos são contraditórios. O atual edifício da Câmara Municipal de Florianópolis, prédio bissecular, foi o que sempre reuniu as maiores probabilidades de tê-lo abrigado nos idos de 1835.

O primeiro Presidente do Poder Legislativo foi Manoel Paranhos da Silva Veloso, Vice-Presidente Antônio Francisco da Costa, Primeiro-Secretário Jerônimo Francisco Coelho e Segundo-Secretário Severo Amorim do Valle. O primeiro Regimento Interno foi promulgado em 25 de julho de 1836 e durou 36 anos, pois somente em 1872, foi alterado, embora sem modificações substanciais nas primitivas disposições.

Após a instalação, o Legislativo Catarinense iniciou uma triste trajetória. Então, de prédio em prédio, de casarão em casarão (Quartel da Polícia, Câmara Municipal, etc.), durante 75 anos perambulou pela cidade, pagando aluguel. O Executivo por sua vez, além de nada fazer para amenizar as dificuldades do Legislativo, inúmeras vezes vetava as leis que o Poder aprovava visando a construção de um prédio ou mesmo à adequação de espaço essenciais ao seu pleno funcionamento.

Nesse vácuo gigantesco de tempo o capitalista Ernesto da Silva Paranhos ofereceu ao Governo da Província um prédio de sua propriedade, sito à rua da Paz (atual Jerônimo Coelho) esquina com a do Imperador (atual Tenente Silveira), na data de 21 de setembro de 1879. Na realidade, uma espécie de arrendamento, permanecendo o Legislativo ali até 1907. Naquela época, o edifício estava quase em ruínas. Sem condições de funcionamento, pondo em risco até a vida dos deputados, voltou o Legislativo a pedir abrigo no prédio da Câmara Municipal.

Finalmente, em 17 de setembro de 1910, o então Governador Gustavo Richard (nome da atual avenida que ladeia os fundos do atual prédio da Assembleia), inaugurava a primeira sede do Legislativo Catarinense. Mas, uma espécie de “Karma de Aluguel” acompanhava o Poder. Em 16 de setembro de 1956, faltando um dia para completar 46 anos de inauguração, o prédio foi devorado por um incêndio que não só o destruiu, como à maior parte dos documentos, espelho de uma tradição de 125 anos.

Voltou, então, o Legislativo a hospedar-se num quartel, dessa vez, o da Polícia Militar do Estado, depois de uma brevíssima passagem pelo Teatro Álvaro de Carvalho. Permaneceu no quartel durante 14 anos e, em 14 de dezembro de 1970, o então Governador Ivo Silveira inaugurou a segunda sede do Poder Legislativo, situada na atual rua Jorge Luz Fontes, número 310, em frente à Praça da Bandeira, onde está devida e espaçosamente instalado.

MISSÃO: representar a sociedade catarinense, promovendo o estado democrático de direito.

VISÃO: ser referencial de excelência na representação da sociedade.

VALORES: ética, honestidade, igualdade, liberdade de expressão, respeito e transparência.

Último concurso 

O último certame Alesc aconteceu há 11 anos. Anunciado em novembro de 2009, o documento ofertou 56 vagas nas carreiras de analista legislativo e técnico legislativo.

As oportunidades foram distribuídas pelas seguintes áreas: Tecnologia da Informação; Comunicação Social; e Eventos Legislativos.

Em 2009, os ganhos variaram de R$ 2.125,85 (técnicos) até R$ 3.712,21 (analistas). Os valores finais já contavam com o auxílio-alimentação de R$ 927.

O certame teve como organizadora a Fepese. Os candidatos tiveram provas objetivas e de títulos, sendo a última apenas para os analistas.

O primeiro exame contava com 50 questões. Para ser aprovado, era necessário ter nota igual ou superior a seis.

Dependendo da área, alguns candidatos tiveram que responder perguntas de:

  • Língua Portuguesa;
  • Conhecimentos Gerais;
  • Noções de Direito; 
  • Estudos Sociais; e
  • Conhecimentos Específicos.

Materiais Relacionados

Histórico de Notícias

20/11/2020

Concurso ALESC: Diretoria aprova divulgação de edital com 29 vagas para Analista!

O novo concurso Alesc 2021 está confirmado e contará com 29 vagas, na carreira de analista legislativo, que exige formação superior.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais