Concurso Guarda de Bonfim – RR: EDITAL oferta 21 vagas!

Saiu o edital do novo concurso da Guarda de Bonfim, no estado de Roraima! São 21 vagas imediatas para o cargo de nível médio, com salários de R$ 1,4 mil. Como fazer a inscrição no concurso Guarda de Bonfim - RR? Os interessados deverão acessar o site da banca organizadora, a Norte Tech Consultoria e Seleções - NTCS, do dia 17 de setembr...

Status do concurso: Encerrado

Saiu o edital do novo concurso da Guarda de Bonfim, no estado de Roraima! São 21 vagas imediatas para o cargo de nível médio, com salários de R$ 1,4 mil.

Como fazer a inscrição no concurso Guarda de Bonfim – RR?

Os interessados deverão acessar o site da banca organizadora, a Norte Tech Consultoria e Seleções – NTCS, do dia 17 de setembro até o dia 18 de outubro de 2019 para realizar a inscrição. A taxa tem o valor fixo de R$ 130,00.

Quem pode fazer o concurso Guarda de Bonfim?

As oportunidades são destinadas ao cargo de:

• Guarda Municipal de Bonfim

O salário base tem o valor de R$ 1.120,00, além de 10% de adicional de risco de vida no valor de R$ 112,00 e 20% de adicional noturno, no valor de R$ 224,00, totalizando R$ 1.456,00.

Além do nível médio completo de escolaridade, os interessados precisam ter idade entre 18 e 40 anos, e altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres.

Quais são os requisitos básicos do concurso Guarda de Bonfim?

• Ter sido aprovado e classificado no concurso público, na forma estabelecida neste Edital, em seus anexos e eventuais retificações;

• Ter nacionalidade brasileira e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do parágrafo 1° do Art. 12 da Constituição Federal;

• Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos e máxima de 40 anos no ato da posse;

• Estar quite com as obrigações militares (em caso de candidato do sexo masculino);

• Estar quite com as obrigações eleitorais;

• Possuir escolaridade mínima de ensino médio completo, reconhecida nos moldes da legislação federal, exigido para o cargo no ato da posse;

• Não possuir antecedentes criminais;

• Estar em gozo de seus direitos civis e políticos;

• Apresentar diploma ou certificado com histórico escolar, devidamente registrado, de conclusão de curso, conforme requisito do cargo, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, comprovado através da apresentação de original e cópia do respectivo documento;

• Ter conduta civil compatível com o cargo de Guarda Municipal, devidamente verificado em investigação social;

• Possuir altura mínima de 1,60 m (um metro e sessenta centímetros) para homens e altura mínima de 1,55 m (um metro e cinquenta e cinco centímetros) para mulheres.

• Estar apto, física e mentalmente, não apresentando deficiência que o incapacite para o exercício das funções do cargo, fato apurado pela Perícia Médica Oficial a ser designada;

• Para o cargo de Guarda Civil Municipal de Fronteira de Bonfim é necessário obrigatoriamente possuir carteira nacional de habilitação AB;

• Não acumular cargos, empregos ou funções públicas, salvo nos casos constitucionalmente admitidos;

• Apresentar declaração de bens, incluindo os dos dependentes;

• Ter sido aprovado em todas as etapas do concurso;

• Apresentar declaração negativa de antecedentes criminais Municipais e Estaduais do local onde reside e ainda Federal;

• Possuir os pré-requisitos exigidos para o cargo, conforme discriminado neste Edital e no §3º, do Artigo 8º, da Lei Municipal nº 242/2016, que dispõe sobre a criação da Guarda Civil de Bonfim;

• Anular-se-ão sumariamente as inscrições e todos os atos dela decorrentes, inclusive sua habilitação e a classificação do candidato que não comprovar, no ato da nomeação, o preenchimento de todos os requisitos exigidos neste Edital e outros que lhe forem solicitados.

O que faz um Guarda Municipal de Bonfim – RR?

• Zelar pelos bens, equipamentos e prédios públicos do Município;

• Prevenir e inibir, pela presença e vigilância, bem como coibir, infrações penais ou administrativas e atos infracionais que atentem contra os bens, serviços e instalações municipais;

• Atuar, preventiva e permanentemente, no território do Município, para a proteção sistêmica da população que utiliza os bens, serviços e instalações municipais;

• Colaborar, de forma integrada com os órgãos de segurança pública, em ações conjuntas que contribuam com a paz social;

• Colaborar com a pacificação de conflitos que seus integrantes presenciarem, atentando para o respeito aos direitos fundamentais das pessoas;

• Exercer as competências de trânsito que lhes forem conferidas, nas vias e logradouros municipais, nos termos da Lei no 9.503, de 23 de setembro de 1997 (Código de Trânsito Brasileiro), ou de forma concorrente, mediante convênio celebrado com órgão de trânsito estadual ou municipal;

• Proteger o patrimônio ecológico, histórico, cultural, arquitetônico e ambiental do Município, inclusive adotando medidas educativas e preventivas;

• Cooperar com os demais órgãos de defesa civil em suas atividades;

• Interagir com a sociedade civil para discussão de soluções de problemas e projetos locais voltados à melhoria das condições de segurança das comunidades;

• Estabelecer parcerias com os órgãos estaduais e da União, ou de Municípios vizinhos, por meio da celebração de convênios ou consórcios, com vistas ao desenvolvimento de ações preventivas integradas;

• Articular-se com os órgãos municipais de políticas sociais, visando à adoção de ações interdisciplinares de segurança no Município;

• Integrar-se com os demais órgãos de poder de polícia administrativa, visando a contribuir para a normatização e a fiscalização das posturas e ordenamento urbano municipal;

• Garantir o atendimento de ocorrências emergenciais, ou prestá-lo direta e imediatamente quando deparar-se com elas;

• Encaminhar ao delegado de polícia, diante de flagrante delito, o autor da infração, preservando o local do crime, quando possível e sempre que necessário;

• Contribuir no estudo de impacto na segurança local, conforme plano diretor municipal, por ocasião da construção de empreendimentos de grande porte;

• Desenvolver ações de prevenção primária à violência, isoladamente ou em conjunto com os demais órgãos da própria municipalidade, de outros Municípios ou das esferas estadual e federal;

• Auxiliar na segurança de grandes eventos e na proteção de autoridades e dignatários;

• Atuar mediante ações preventivas na segurança escolar, zelando pelo entorno e participando de ações educativas com o corpo discente e docente das unidades de ensino municipal, de forma a colaborar com a implantação da cultura de paz na comunidade local.

Como será a prova do concurso Guarda de Bonfim – RR?

Os candidatos serão avaliados mediante provas objetivas, previstas para o dia 17 de novembro de 2019.

A estrutura das provas é a seguinte: Língua Portuguesa (10 questões – peso 2), Raciocínio Lógico (10 questões com peso 1,5), Legislação (15 questões – peso 3), Informática (5 questões com peso 1), Atualidades/Conhecimentos Gerais (10 questões – peso 1,5).

Haverá ainda outras etapas de avaliação, como: teste de aptidão física, avaliação psicológica, apresentação de exames médicos, investigação social; fase teórica e prática do Curso de Formação Profissional (Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago APICS), com 640 horas.

Confira o conteúdo programático:

Língua Portuguesa: Intelecção Textual. Fonética: adequações ortográficas, acentuação gráfica, crase. Morfologia: elementos morfológicos: radical, tema, vogal, temática, consoante de ligação, afixo e desinência, (nominal ou verbal). Processo de formação de palavras: derivação e composição. Sintaxe: análise sintática da oração, análise sintática do período, sintaxe de concordância, de regência e de colocação. Semântica: significação das palavras, denotação e conotação. Estilística: figuras de construção, de pensamento e de palavras. Pontuação. Elementos da Comunicação. Funções da Linguagem. Paralelismo nas construções. Coesão e Coerência textual. Informações Implícitas: Pressupostos e Subentendidos. Novas Regras da Ortografia.

Raciocínio Lógico: Conceitos básicos de raciocínio lógico: proposições; valores lógicos das proposições; sentenças abertas; número de linhas da tabela verdade; conectivos; proposições simples; proposições compostas. Operação com conjuntos. Cálculos com porcentagens e probabilidades.

Informática: Noções de informática: Tipos e Funções dos Componentes do computador. Hardware – Componentes básicos do computador. Softwares – Tipos de softwares. Definições e características de arquivos e pastas. Sistemas de arquivos. Sistema Operacional Microsoft Windows 10 – Características básicas dos sistemas Windows. Principais componentes do Windows. Componentes e operações com janelas. Principais programas do Windows: Pacote Office 365 (Word e Excel). Internet – conceitos e recursos de internet; características e funções dos principais navegadores (Internet Explorer, Firefox e Google Chrome). Característica e funcionamento do correio eletrônico; cliente de e-mail. Segurança – Antivírus; Tipos de Vírus; Firewall.

Atualidades e Conhecimentos Gerais: Assuntos de extrema relevância sobre política e economia mundial, brasileira e estadual. História e cultura brasileira: formação social do Brasil, fatos relevantes da história brasileira (descobrimento, independência, proclamação da República, velha e nova República, governo militar e redemocratização), história e fatos de movimentos culturais e artísticos, artistas famosos, pintores, poetas, escritores e ações religiosas. Assuntos de extrema relevância sobre esportes e educação no Brasil e no Estado. Aspectos geográficos do Brasil: regiões, estados, capitais. História do município: fundação, contextualização histórica, Poderes Executivo e Legislativo, símbolos municipais (brasão, hino, bandeira e gentílico). Dados municipais: educação, geografia, população, aspectos econômicos e culturais.

Legislação: Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 e alterações. Estatuto Geral dos Guardas Municipais (Lei nº 13.022 de 8 agosto de 2014). Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Bonfim (Lei Municipal nº 50/2003 de 17 de junho de 2003) e suas alterações. Lei Municipal nº 290/2018, de 2 de maio de 2018, que trata do Plano de Cargos, Carreira e Remunerações dos Servidores Públicos Efetivos do Quadro Geral de Pessoal da Prefeitura Municipal de Bonfim. (PCCR). Lei Municipal nº 242/2016, que dispõe sobre a criação da Guarda Civil de Bonfim. Lei de Criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil (Lei nº 287/2018 de 9 de março de 2018). Lei Orgânica do Município de Bonfim/RR. Sistema Único de Segurança Pública – SUSP, O direito de representação e o processo de responsabilidade administrativa, civil e penal, nos casos de Abuso de Autoridade (Lei nº 4.898/65). Código Brasileiro de Trânsito, Funções governamentais (Executivo, Legislativo, Judiciário). Sistema de justiça criminal: funções e atores da justiça criminal (Policiais, Ministério Público, Defensoria, Magistratura e Sistema Prisional). Perturbação do Sossego. Prisão em Flagrante Delito.

Acompanhe nossas

redes sociais