Concurso TRE SC: Tribunal confirma participação em edital unificado!

Atenção, concurseiros! O TRE SC (Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina) confirmou participação no edital unificado do TSE.

Ademais, o certame está previsto para 2023.

Se interessa pela seleção? Então, confira todas as informações!

Concurso TRE SC: Situação atual

Em síntese, o TRE SC irá participar do edital unificado do Tribunal Superior Eleitoral.

Além disso, o certame tem previsão de ocorrer em 2023.

Ademais, a quantidade de vagas, bem como os cargos abrangidos pelo certame, ainda não foram divulgados. Entretanto, a informação é de que as vagas, por ora, serão para cadastro reserva.

Do mesmo modo, conforme o último levantamento disponível no Portal de Transparência e Prestação de Contas do TRE SC, realizado em 2020, o órgão conta com 16 cargos vagos, divididos entre os cargos de níveis médio/técnico e superior de Analista e Técnico Judiciário.

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui e saiba mais!

 

Requisitos

Nesse sentido, o candidato interessado na vaga de Analista Judiciário deverá possuir certificado de conclusão de qualquer curso de nível superior.

Por sua vez, o cargo de Técnico Judiciário exige certificado de nível médio. Ademais, a depender da área que carece de servidor, é exigido também curso técnico na especialidade correspondente.

Além disso, é importante destacar que qualquer certificação exige reconhecimento pelo MEC (Ministério da Educação).

 

Atribuições

Ademais, as atribuições de Analista e de Técnico Judiciário variam de acordo com as áreas de atuação.

Assim, entre elas podemos destacar:

  • Arquivologia
  • Área Judiciária
  • Análise de Sistemas
  • Área Administrativa
  • Programação de Sistemas

 

Desse modo, entre as atribuições dos cargos estão as seguintes, a depender da especialidade:

  • Realizar atividades de nível superior relacionadas com manutenção, conservação, divulgação e recuperação de documentos, bem como com implantação e desenvolvimento de arquivos;
  • Executar atividades privativas de bacharel em Direito relacionadas com processamento de feitos e apoio a julgamentos;
  • Realizar atividades de nível superior relacionadas com desenvolvimento, implantação e manutenção de sistemas informatizados;
  • Executar atividades de nível intermediário relacionadas com as funções de administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais; e
  • Executar atividades de nível intermediário relacionadas com a programação de sistemas informatizados.

Salários

É igualmente importante destacar os salários dos servidores aprovados para os cargos de Analista e Técnico Judiciário do TRE SC.

Assim, o Analista conta com salários que variam de R$ 12.455, 30 a R$ 18.701,52.

Por sua vez, os servidores ao cargo de Técnico recebem proventos que vão de R$ 7.591,37‬ a R$ 11.398,39.

Além disso, ambos os cargos contam com o benefício de Gratificação de Atividade Judiciária – GAJ.

Último concurso TRE SC

Em suma, o último concurso do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ocorreu em 2015.

Além disso, a banca responsável pelo trâmites foi a Exatus .

Por fim, o concurso teve validade de dois anos, prorrogável por igual período.

Vaga, cargo e salário

Ademais, no último concurso TRE SC foi ofertada 1 vaga para o cargo de Analista Judiciário na Área de Arquitetura.

Por sua vez, o candidato aprovado fez jus a salário inicial de R$ 4.633,67.

Entretanto, ao vencimento básico foram acrescidos os seguintes benefícios:

  • Gratificação de Atividade Judiciária – GAJ: R$ 4.170,30
  • Auxílio-alimentação: R$ 799
  • Vantagem Pecuniária Individual: R$ 59,87

 

Com isso, a remuneração mensal do servidor chegou a R$ 9.662,84

Inscrições

Ademais, as inscrições para o último certame TRE SC foram realizadas por meio do site da Exatus, banca organizadora.

Além disso, o valor da taxa de inscrição foi de R$ 100.

Por fim, tiveram direito à isenção de taxa os candidatos que cumpriram os seguintes requisitos:

  • Estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal); e/ou
  • Ser membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto n. 6.135, de 26/06/2007.

Requisitos e Atribuições

Em síntese, para concorrer à vaga de Analista Judiciário, o candidato deveria possuir:

  • Diploma ou Certificado de conclusão de curso de graduação de ensino superior em Arquitetura; e
  • Registro no Conselho Regional da categoria.

 

Ademais, de acordo com o último edital, a atribuição de Analista Judiciário especialidade Arquitetura, consiste em executar atividades de nível superior relacionadas com projetos de edificação, reforma e manutenção de prédios e edifícios.

Etapas de avaliação

É igualmente importante destacar que a seleção ocorreu por meio de provas objetiva e discursiva, divididas da seguinte forma:

  • Prova objetiva: Conhecimentos Gerais e Específicos
  • Prova discursiva

 

Provas

Em síntese, a prova objetiva foi constituída de 25 questões de Conhecimentos Gerais e 50 questões de Conhecimentos Específicos.

Ademais, o conteúdo foi distribuído da seguinte maneira:

  • Conhecimentos Gerais
    • Língua Portuguesa
    • Noções de Informática
    • Normas aplicáveis aos servidores públicos federais
    • Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

 

  • Conhecimentos Específicos
    • Lei n. 12.378, de 31/12/2010
    • Lei n. 8.666, de 21/06/1993
    • Resolução CONFEA n. 361, de 10/12/1991
    • Resolução CAU n. 91, de 09/10/2014
    • Projeto de Arquitetura
      • Métodos e técnicas de desenho e projeto;
      • Programação de necessidades físicas das atividades;
      • Estudos de viabilidade técnico-financeira
      • AUTOCAD (versões 2009 e 2010)
      • NBR 15.575 – Controle ambiental das edificações (térmico, acústico e lumínico)
      • Programação Visual
    • Projetos complementares
      • Instalações elétricas
      • Instalações hidrossanitárias
      • Prevenção contra incêndio
    • Especificação de materiais
    • Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico-financeiro
    • Acompanhamento de obras
      • Construção e organização do canteiro de obras
      • Coberturas e impermeabilização
      • Esquadrias
      • Pisos e revestimentos
    • NBR 9050 – Acessibilidade de pessoas com deficiência a edificações, espaço, mobiliário e equipamentos urbanos
    • Industrialização e racionalização das construções
    • Linguagem e representação do Projeto Arquitetônico

 

Além disso, na prova discursiva foram avaliados os seguintes aspectos:

  • Conteúdo
    • adequação do texto ao tema proposto
    • capacidade de análise e senso crítico em relação ao tema proposto
    • consistência dos argumentos, clareza e coerência no seu desenvolvimento e encadeamento

 

  • Estrutura
    • progressão textual e encadeamento de ideias
    • articulação de frases e parágrafos (coesão textual)

 

  • Expressão
    • desempenho linguístico de acordo com o nível de conhecimento exigido
    • coerência no uso da linguagem
    • uso correto da Língua Portuguesa, com atenção aos seguintes itens:
      • forma redacional
      • ortografia
      • concordância verbal e nominal
      • pontuação
      • regências verbal e nominal
      • emprego de pronomes
      • flexão verbal e nominal
      • uso de tempos e modos verbais
      • grafia e acentuação

 

 

Histórico de Notícias

02/12/2015

TRE-SC reabre inscrições para seu concurso de analista judiciário

O TRE-SC confirmou a prorrogação do período de inscrições do seu concurso para analiasta judiciário.

Continuar lendo
16/11/2015

Começam hoje as inscrições do concurso TRE-SC

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais