Pesquisar no blog

Concurso TRT RS: Edital publicado. Salário de até R$ 12,4 mil!

Boas notícias, concurseiros! Foi publicado o edital do novo concurso TRT RS (Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul) com a oferta de 07 vagas imediatas, além de oportunidades também para a formação de cadastro reserva.

Além disso, as oportunidades são destinadas a cargos de níveis médio e superior em diversas especialidades. Ademais, as inscrições serão abertas muito em breve, por isso, se você se interessa pela seleção, confira todos os detalhes do edital a seguir!

 

Concurso TRT RS: inscrições

Sendo assim, antes de mais nada é essencial que os interessados no concurso TRT RS saibam que poderão realizar sua inscrição entre os dias 09 de maio e 31 de maio por meio do site da banca organizadora do certame, a FCC (Fundação Carlos Chagas).

Além disso, para efetivar a participação é necessário que os candidatos efetuem até o dia 31 de maio o pagamento da taxa de inscrição, cujo valor varia conforme o nível de escolaridade, sendo:

  • Nível Médio: R$ 90,00
  • Nível Superior: R$ 110,00

 

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova. Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Isenção de taxa

É igualmente essencial que os concurseiros saibam que entre os dias 09 e 13 de maio poderão solicitar a isenção de taxa aqueles que se enquadrarem nos critérios a seguir:

  • inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, e for membro de família de baixa renda; e
  • doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

 

Vagas, cargos e salários

Nesse sentido, o novo concurso do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul oferta 07 oportunidades imediatas entre diversas especialidades dos cargos de Técnico e Analista Judiciário, além de vagas também para a formação de um cadastro reserva.

Sendo assim, confira a distribuição das vagas entre os cargos e especialidades contemplados pelo edital:

Técnico Judiciário – Nível Médio

  • Área Administrativa – 6 imediatas + CR;
  • Especialidade Enfermagem do Trabalho – CR;
  • Especialidade Tecnologia da Informação – 1 imediata + CR.

 

Analista Judiciário – Nível Superior

  • Área Administrativa – CR;
  • Área Judiciária – CR;
  • Tecnologia da Informação – CR;
  • Especialidade:
    • Contabilidade – CR;
    • Engenharia – CR;
    • Engenharia Segurança do Trabalho – CR;
    • Cardiologia – CR;
    • Medicina do Trabalho – CR;
    • Psiquiatria – CR;
    • Arquitetura – CR;
    • Engenharia Civil – CR;
    • Engenharia Elétrica – CR;
    • Estatística – CR;
    • Medicina – CR.

 

É igualmente importante mencionar que os aprovados em cadastro reserva poderão ser convocados durante todo o período de validade do concurso, a depender da necessidade do Tribunal.

Além disso, os salários a serem recebidos pelos aprovados e contratados pelo órgão possuem os valores inicias de R$ 7.591,37 para Técnico e R$ 12.455,30 para Analista.

Quais são os requisitos básicos?

Ademais, também é essencial que os concurseiros saibam que para a investidura nos cargos será necessário que cumpram com os seguintes requisitos básicos:

  • ser brasileiro nato ou naturalizado ou português em condição de igualdade de direitos com os brasileiros, na forma do artigo 12, § 1º, da Constituição Federal;
  • ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;
  • gozar dos direitos políticos;
  • estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • estar em dia com os deveres do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
  • apresentar certidões de antecedentes criminais da Justiça Federal, Eleitoral, Militar (estadual e federal) e da Justiça Estadual;
  • não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público federal, nos termos dispostos no artigo 137 da Lei nº 8.112/1990;
  • possuir os documentos comprobatórios da escolaridade e pré-requisitos constantes do Capítulo 2 e os documentos constantes do item 14.9 do Capítulo 14 deste Edital;
  • ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do Cargo/Área/Especialidade, conforme artigo 14, parágrafo único, da Lei nº 8.112/1990.

 

Concurso TRT RS: como serão as provas?

Sendo assim, é imprescindível que os candidatos do concurso TRT RS saibam que serão avaliados por meio de duas etapas avaliativas, sendo elas de provas objetivas e discursivas.

Além disso, as avaliações estão previstas para serem aplicadas no dia 10 de julho de 2022, na cidade de Porto Alegre/RS, no turno da manhã para nível médio e no turno da tarde para nível superior.

Ademais, os inscritos na seleção terão 4 horas para realizar as avaliações, de forma que para a prova objetiva deverão responder a 60 questões acerca das seguintes disciplinas:

Conhecimentos Gerais (todos os cargos) – 30 questões

  • Português;
  • Raciocínio Lógico-Matemático;
  • Legislação.

 

Conhecimentos Específicos (a depender do cargo) – 30 questões

Por outro lado, para a etapa de prova discursiva os candidatos deverão elaborar um texto dissertativo-argumentativo acerca de um assunto de interesse geral não atrelado necessariamente ao Conteúdo Programático de Conhecimentos Específicos.

Além disso, de acordo com o edital essa etapa possui o objetivo de “avaliar a proficiência em Língua Portuguesa em sua modalidade escrita, considerando a capacidade de compreender e expor argumentos com clareza, concisão, precisão, coerência e objetividade a respeito do tema e com base nos textos de apoio propostos, avaliando inclusive a correção gramatical”.

Nesse sentido, para a avaliação serão considerados os aspectos de Conteúdo (40 pontos), Estrutura (30 pontos) e Expressão (30 pontos).

Ademais, serão corrigidas apenas as redações dos candidatos habilitados e mais bem classificados na prova objetiva, até as seguintes posições:

Último concurso TRT RS

Portanto, o último concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª região, no Rio Grande do Sul, aconteceu em 2015 também sob a organização da FCC (Fundação Carlos Chagas).

Ademais, foram ofertadas na época 18 oportunidades imediatas, além de vagas também para a formação de cadastro reserva. Os cargos contemplados pelo edital da época também foram os de Técnico e Analista Judiciários, nas seguintes especialidades:

Técnico Judiciário

  • Área Administrativa;
  • Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação.

 

Analista Judiciário

  • Área:
    • Judiciária;
    • Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal;
    • Administrativa;
    • Apoio Especializado – Especialidade Engenharia (Segurança do Trabalho);
    • Apoio Especializado – Tecnologia Da Informação.

 

Além disso, os aprovados no concurso público contavam com remunerações que variavam entre R$ 7.591,37 e R$ 12.455,30 inicialmente, de maneira que os valores eram compostos por vencimento básico e gratificações.

Etapas avaliativas

Por fim, também é essencial mencionar que os candidatos do concurso de 2015 foram avaliados por meio de Provas Objetivas e de Redação. Nesse sentido, a estrutura das avaliações era a seguinte:

  • Conhecimentos Básicos – 30 questões
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões
  • Redação

Histórico de Notícias

11/05/2022

Concurso TRT’s: Mais 12 Tribunais devem realizar edital em 2022. Veja quais!

Além do TRT RS, que já tem edital publicado, é provável que outros 12 Tribunais de concurso TRT's também tenham seus editais publicados ainda em 2022!

Continuar lendo
15/07/2015

Análise de edital: TRT 4ª Região

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais