Concurso Banco Central: Enviado pedido de autorização para 545 vagas!

icone calendario 01 jun 2023

Foi enviado ao Ministério de Gestão e Inovação em Serviços Públicos o pedido de autorização para realização de um novo concurso Banco Central com oferta de 545 vagas!

De acordo com o documento, as oportunidades são de nível médio e superior e serão preenchidas entre 2025 e 2026. Veja a distribuição:

  • Analista: 410 vagas
  • Técnico: 110 vagas
  • Procurador: 25 vagas

Inclusive, foi elaborada uma proposta de cronograma que prevê a realização do edital em 2023, a convocação de 273 aprovados em 2025 e a convocação dos outros 272 aprovados somente em 2026.

Em sua justificativa, o órgão explicou que a redução da força de trabalho do banco, acarreta o funcionamento do Sistema Financeiro Nacional (SFN), pois diminui a capacidade de manutenção de serviços essenciais e desenvolvimento de novas competências.

Lembrando que os editais autorizados até o mês de junho terão seus editais publicados ainda em 2023 devido a legislação que determina o prazo máximo de 180 dias entre a autorização e a abertura do certame.

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil candidatos! Clique aqui   e saiba mais!

Banco Central possui mais de 3 mil cargos vagos!

De acordo com dados do órgão, o banco possuí 3.092 cargos vagos em sua estrutura, ou seja, a necessidade de reposição pessoal é enorme. Observe:

Caso o Governo Federal não dê aval para um novo concurso é possível que o Banco perca mais de 600 servidores por conta de saídas regulares como aposentadorias, morte e desligamentos em geral.

Dessa forma, o Banco ficará apenas com 2.492 funcionários, sendo que a lei nº 9.560 prevê 6.470 servidores necessários.

Qual o salário dos aprovados no concurso Banco Central?

De acordo com a Tabela de Remuneração/Subsídio do órgão, os salários podem alcançar o valor de R$ 27.303,70!

Analista do Banco Central do Brasil

Técnico do Banco Central do Brasil

Procurador do Banco Central do Brasil

Vale lembrar que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou o reajuste salarial de 9%  aos servidores federais e o aumento do auxílio-alimentação de R$ 458,00 para R$ 658,00.

Caso o aval seja concedido, é possível que os novos servidores recebam proventos ainda maiores.

O que precisa para participar do concurso Banco Central?

São requisitos básicos para investidura nos cargos:

Técnico

Certificado, devidamente registrado, de conclusão de nível médio completo, fornecido por instituição de ensino reconhecida oficialmente pelo órgão competente.

Analista

Diploma devidamente registrado de conclusão de curso de nível superior, em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior autorizada ou credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

Procurador

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharelado em Direito, fornecido por instituição de ensino superior credenciada pelo Ministério da Educação (MEC), inscrição na OAB e comprovação de, no mínimo, dois anos de prática forense.

O que fazem os servidores do Banco Central?

Entre as atividades a serem exercidas pelos servidores, estão as seguintes:

Técnico

  • Desenvolvimento de atividades técnicas e administrativas complementares às atribuições dos Analistas e Procuradores do Bacen;
  • Apoio técnico-administrativo aos Analistas e Procuradores do Bacen no que se refere ao desenvolvimento de suas atividades;
  • Execução de atividades de suporte e apoio técnico necessárias ao cumprimento das competências do Bacen que, por envolverem sigilo e segurança do Sistema Financeiro, não possam ser terceirizadas;
  • Supervisão da execução de atividades de suporte e apoio técnico terceirizadas;
  • Realização de atividades técnicas e administrativas complementares às operações relacionadas com o meio circulante.

Analista

  • Formulação, execução, acompanhamento e controle de planos, programas e projetos pertinentes ao cargo;
  • Gestão do sistema de metas para a inflação, do sistema de pagamentos brasileiro e dos serviços do meio circulante;
  • Monitoramento do passivo externo e a proposição das intervenções necessárias;
  • Supervisão do Sistema Financeiro;
  • Elaboração de estudos e pesquisas;
  • Formulação e proposição de políticas, diretrizes e cursos de ação relativamente à gestão estratégica dos processos organizacionais;
  • Elaboração de relatórios, pareceres e de propostas de atos normativos relativos às atribuições previstas para o cargo.

Procurador

  • Representação judicial e extrajudicial do Banco Central do Brasil;
  • Atividades de consultoria e assessoramento jurídicos ao Banco Central do Brasil;
  • Apuração da liquidez e certeza dos créditos, de qualquer natureza, inerentes às suas atividades, inscrevendo-os em dívida ativa, para fins de cobrança amigável ou judicial;
  • Assistência aos administradores do Banco Central do Brasil no controle interno da legalidade dos atos a serem por eles praticados ou já efetivados.

Como foi o último concurso?

O último certame aconteceu em 2013 e ofertou 500 vagas para as carreiras de Técnico e Analista.

Na ocasião, a banca organizadora foi o Cebraspe e avaliou os candidatos através de duas etapas:

  • Prova Objetiva:
    • Conhecimentos Gerais;
    • Conhecimentos Específicos.
  • Avaliação de Títulos

A prova objetiva foi composta de 120 questões e foi aplicada nas seguintes cidades:

  • São Paulo;
  • Rio de Janeiro;
  • Brasília;
  • Belo Horizonte;
  • Curitiba;
  • Porto Alegre;
  • Belém;
  • Fortaleza;
  • Recife;
  • Salvador.

Posteriormente, os candidatos convocados foram submetidos a um Programa de Capacitação.

Ao todo, foram registradas 88.589 candidaturas. Confira todos os detalhes do último edital clicando aqui!

Saiba mais sobre o Concurso Banco Central: Edital publicado. 300 vagas e R$ 20,9 mil!

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais