Compartilhar:

Concurso INSS: Realização de um novo concurso é urgente!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 13 maio 2019

Atenção concurseiros! O concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) avança em mais uma fase do projeto de digitalização, porém não diminui a urgência da realização de um novo concurso.

Realizar um novo concurso é urgente

O concurso INSS concluiu mais uma fase do projeto de transformação digital, a partir desse momento os serviços de revisão, recurso e cópia de processo serão realizados somente pelo site ou telefone do órgão. Com essa nova medida, o instituto visa diminuir o fluxo que leva mais de 70 mil pessoas todos os meses nas agências.

Apenas a revisão (quando o segurado não concorda com o valor do benefício), o recurso (quando não concorda com a decisão do INSS em relação ao pedido) e a cópia de processos, poderão ser solicitados à distância.

Os demais serviços oferecidos pela autarquia irão continuar com o atendimento presencial, dessa maneira a realização de um novo concurso é urgente para repor o quadro de servidores. Atualmente o déficit do instituto é de cerca de 10.000 profissionais, outros 9.000 servidores já recebem Abono de Permanência, isso significa que podem se aposentar a qualquer momento.

Nova-INSS

Para solucionar esse déficit existente, o INSS solicita ao Ministério da Economia a autorização para realizar um novo certame. O pedido contempla 7.888 vagas, além de outras 2.580 vagas referentes à chamada de aprovados do concurso realizado no ano de 2015, com validade expirada.

Do total de vagas solicitadas, 3.984 vagas são para o cargo de Técnico, com exigência que o candidato tenha nível médio. O salário inicial tem o valor de R$ 5.186,79.

Já para o nível superior, são 1.692 vagas para o cargo de Analista e 2.212 vagas para Médicos Peritos, com salários de R$ 7.659,87 e R$ 12.638,79, respectivamente.

Na visão de especialistas

Sem autorização para realizar um novo concurso, o INSS busca alternativas para solucionar a carência de servidores. O Governo Federal aposta no processo de digitalização dos serviços para diminuir o fluxo nas agências e assim da mão de obra.

Para o especialista em Direito Previdenciário e juiz federal, Fábio Souza, a digitalização dos serviços pode melhorar o atendimento, todavia não extingue a necessidade de pessoal e consequentemente a realização de um novo concurso.

Nova-inss
Nova-inss

No ponto de vista de Souza, a digitalização é positiva ser for bem implementada podendo contribuir para a eficiência do atendimento de demandas. Existem rotinas do atendimento do INSS bastante padronizadas, cuja análise pode ser realizada com uma maior precisão por meio eletrônico.

Isso permite que a atuação dos servidores se concentre onde realmente tem necessidade, dessa forma otimizando o serviço. No entanto, há casos que exigem uma análise subjetiva em que a digitalização não é a forma adequada, nessas situações será preciso um servidor para analisar o processo.

» Prepare-se com a Apostila INSS + 6 BÔNUS (GRÁTIS) «

Confira outras informações, acessando o Concurso INSS!

Saiba mais sobre o Concurso INSS: Déficit de 22 mil servidores reforça necessidade de certame!

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais