Pesquisar no blog

Concurso INSS: Servidores em greve. O que isso pode impactar?

icone calendario 23 mar 2022

Atenção! Os servidores do INSS decretaram greve geral nesta quarta-feira (23), uma vez que continua sem decisão um novo concurso INSS . Além disso eles pedem reposição salarial de 19,99% da inflação. Entenda!

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova . Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso INSS: edital segue sem previsão

O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, afirmou que até o dia 22 de março seria informado se o concurso INSS aconteceria ou não em 2022.

Assim, a informação havia sido confirmada pelo representante do Consórcio de Sindicatos do Seguro e da Seguridade Social filiados à CUT, João Torquato.

“Um dos elementos que o ministro levantou foi a questão do concurso público, onde ele ficou de, até o dia 22, dar uma resposta concreta se de fato vai haver o concurso público para o INSS e qual o quantitativo, caso isso venha a acontecer”, disse Torquato. 

Entretanto, a data passou e nenhuma informação foi confirmada pelo ministro, que segue em silêncio quanto ao assunto.

Além disso, o próprio presidente da autarquia já declarou que não vê previsão de um novo certame ainda este ano.

Sendo assim, para que um novo edital seja lançado, o aval precisa ser dado pelo Ministério da Economia. E o presidente Jair Bolsonaro deu indícios de que seria aprovado, mas nada foi feito ainda.

“Concurso público (vamos autorizar) apenas o essencial, como fizemos com a PF (Polícia Federal) e PRF (Polícia Rodoviária Federal)”, disse o presidente em 2021.

Pedido é para 7 mil vagas

Ademais, o pedido que está sendo analisado pelo Ministério da Economia é para preenchimento de 7.575 vagas em todo o país. Portanto, confira:

  • Técnico do Seguro Social – nível médio – R$5.447,78
    • Análise Reconhecimento de Direito RGPS (2.938 vagas)
    • Combate à Fraude (734)
    • Serviço de
      • Apoio ao Reconhecimento de Direito (216)
      • Atendimento de Demandas Judiciais (40)
      • Cobrança Administrativa (34)
    • Análise Reconhecimento de Direito RPPS (46)
    • Recomposição do Quadro de Aposentados até 2023 (1.996)
  • Analista do Seguro Social – nível superior – R$8.357,07
    • Serviço Social (463 vagas)
    • Reabilitação Profissional (702)
    • Recomposição do Quadro de Aposentados até 2023 (406)

Nova greve é iniciada pelos servidores do INSS

Com a indecisão de um novo concurso , os servidores do INSS iniciaram uma nova greve nesta quarta-feira (23/03), principalmente com o pedido de um novo concurso.

Assim, a categoria reivindica ainda a reposição salarial de 19,99% e melhores condições de trabalho, plano de carreira e a defesa do serviço público.

Portanto, o Comando Nacional de Mobilização da Fenasps se reuniu virtualmente na noite de segunda-feira (21).

A reunião contou com participação de centenas de trabalhadores e trabalhadoras do Seguro Social (INSS) e Seguridade Social (carreira da Previdência, Saúde e Trabalho – CPST) de todo o país.

Vale destacar que a partir de deflagrada o movimento paredista, o comando se denominará Comando Nacional de Greve.

Série de deliberações

Na reunião foi reafirmada a deflagração de greve por tempo indeterminado e uma série de deliberações. Portanto, confira:

  • Orientar para que o servidor(a) informe, aos sindicatos e aos gestores, que entrará em Greve a partir de 23 de Março. Os ofícios estão disponíveis no site da FENASPS ;
  • Para os(as) que estão em trabalho remoto, que seja interrompido o acesso aos sistemas operacionais do órgão que pertence, a fim de dar efetividade à greve;
  • Aos(às) Servidores(as) que estão em trabalho presencial nas unidades, a orientação é para que busquem mobilizar os demais servidores e fazer ações com objetivo de fechar os locais de trabalho;
  • Organizar os comandos de greve locais e Estaduais, procurando apoio dos Sindicatos, fazer distribuição de cartas abertas à população, organizar atos em frente às unidades de trabalho, unificando com demais Servidores Públicos Federais (SPFs), onde for possível;
  • Para evitar problemas de comunicação, orientamos que os comandos de Greve procurem orientação sempre nos sites da FENASPS e dos Sindicatos.
  • O Comando Nacional de Greve/Direção avaliará a data da próxima Plenária Nacional da Fenasps;
  • Orientamos a realização de atos nos Estados e em Brasília/DF nos dias de audiência com o ministro do Trabalho e Previdência (25 de março);
  • Fazer um formulário para ter uma noção da adesão ao movimento. Elaborar, como em 2015, mapas das adesões nos Estados para incentivar os colegas a participar;
  • Que a Fenasps, junto com o Comando Nacional de Greve faça um documento orientando como aderir à greve para não sair orientação diferente nos Estados.
  • Investir em propaganda da Greve;
  • Solicitar à Assessoria Jurídica da Fenasps um parecer jurídico sobre o “não-desligamento” dos programas por motivo de greve;
  • Propor que os estados, por meio dos comandos estaduais, encaminhem aos deputados federais as pautas de reivindicações da categoria, reforçando a solicitação de abertura de negociações;

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso INSS: Mais de 23 mil cargos vagos e edital em 2022!
Acompanhe nossas

redes sociais