Concurso PC PB: Adepdel faz reunião para cobrar divulgação de edital!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 06 nov 2020

Sem publicar um novo edital há 12 anos, a Adepdel iniciou reuniões com delegados para cobrar a realização do novo concurso PC PB (Polícia Civil da Paraíba).

Confira quais os requisitos e atribuições dos cargos no concurso PC PB. ⇒ Veja mais ⇐

Adepdel cobra novo concurso PC PB

De acordo com informações da Adepdel (Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia), o Estado da Paraíba precisa realizar um novo concurso PC PB. Foi salientado pela categoria, que a instituição não divulga um novo edital há 12 anos.

Dessa maneira, no dia 29 de outubro, a Adepdel iniciou, em Campina Grande, uma série de reuniões com os delegados da Polícia Civil da Paraíba. O objetivo desses encontros, é discutir os problemas que a corporação enfrenta.

Segundo relatos da categoria, estão entre eles: o não cumprimento da Lei do Subsídio por parte do Governo do Estado, ausência de concurso público e falta de valorização profissional.

“Não dá mais pra continuar assim. Trabalhar até morrer ou morrer de trabalhar”, informou o presidente da Adepdel, Steferson Nogueira.

Quer Receber Todas Oportunidades para Polícia Civil?

Receba em seu e-mail todas oportunidades para o cargo de policial civil

O concurso PC PB é uma demanda antiga no Estado. No ano de 2019, o secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social da Paraíba, Jean Nunes, confirmou que estudos para publicar um novo edital estavam sendo realizados.

Entretanto, quase 01 (um) ano depois da promessa, o concurso PC PB ainda não se tornou uma realidade para a Polícia Civil da Paraíba. Na época, foi afirmado pelo secretário que precisaria do aval do governo e da equipe econômica do estado.

Último concurso PC PB

O último concurso PC PB teve seu edital publicado no de 2008. Na ocasião, foram ofertadas 1.162 vagas para cargos de níveis médio e superior.

As oportunidades foram distribuídas da seguinte forma:

  • Delegado de Polícia: 33 vagas;
  • Perito Oficial Criminal: 35 vagas;
  • Perito Oficial Químico Legal: 16 vagas;
  • Perito Oficial Médico-Legal: 26 vagas;
  • Perito Oficial Odonto-Legal: 16 vagas;
  • Agente de Investigação: 569 vagas;
  • Escrivão de Polícia: 214 vagas;
  • Papiloscopista: 05 vagas;
  • Técnico em Perícia: 24 vagas;
  • Necrotomista: 24 vagas;
  • Motorista Policial: 200 vagas.

A banca organizadora responsável pela execução da seleção foi o Cebraspe.

A avaliação dos candidatos foi composta por 8 (oito) etapas, sendo:

  • 1ª etapa: Provas Objetivas e Discursivas;
  • 2ª etapa: Teste de Aptidão Física (TAF);
  • 3ª etapa: Avaliação Médica;
  • 4ª etapa: Avaliação Psicológica;
  • 5ª etapa: Prova Prática de Digitação (para o cargo de Escrivão);
  • 6ª etapa: Avaliação de Títulos;
  • 7ª etapa: Investigação Social;
  • 8ª etapa: Curso de Formação Policial.

As provas objetivas tiveram, em média, 70 questões. As disciplinas básicas, exigidas para todos os cargos foram:

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Informática;
  • Atualidades.

No teste de aptidão física (TAF), os candidatos precisaram correr por 12 (doze) minutos. A distância mínima a ser percorrida foi de 2.400 metros para homens e 1.800 metros para mulheres.

O certame ficou válido por 02 (dois) anos, sendo prorrogado por igual período. Nesse tempo, os candidatos aprovados foram convocados e contratados conforme o regime estatutário, que assegura a estabilidade do servidor.

Saiba mais sobre o Concurso PC PB: Adepdel faz reunião para cobrar a publicação de um novo edital!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais