• Página Inicial
  • Concursos ambientais: Governo deseja contratar 2 mil Analistas Ambientais para plano de ação!

Concursos ambientais: Governo deseja contratar 2 mil Analistas Ambientais para plano de ação!

icone calendario 27 jun 2024

Os concursos ambientais, com vagas para o IBAMA, ICMBIO e MMA (Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima), está no Plano de Ação do Governo Federal, para prevenção e controle do desmatamento e queimadas.

O plano de ação tem o objetivo de contratar 2 mil Analistas Ambientais até 2027, para atuarem nas regiões com maior ocorrência de incêndios florestais, como Cerrado e Amazônia.

Quer entender melhor esse assunto? Continue comigo e confira todos os detalhes e oportunidades dos concursos ambientais!

Concursos ambientais: prevenção do desmatamento e queimadas

O governo federal, por meio, do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Bioma Cerrado (PPCerrado) e na Amazônia Legal (PPCDAm), deseja contratar 2.000 Analistas Ambientais, por meio de concurso público, até 2027.

Dessa forma, a meta de contratação seria:

  • PPCerrado – 400 Analistas para atuar nas regiões com maior risco de ocorrência de desmatamento e incêndios florestais.
  • PPCDAm – 1.600 Analistas para atuação no combate ao desmatamento até 2027.

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos! Clique aqui  e saiba mais!

Mas afinal, o que é PPCerrado e o PPCDAm?

No mais, vale destacar que o Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Bioma CerradoPPCerrado, está na 4ª fase (2023 a 2027).

O documento é fruto da consolidação das diretrizes definidas pelo Grupo Técnico de Meio Ambiente da Comissão de Transição Governamental 2022 e das contribuições de diversos ministérios.

Trata em si, da experiência acumulada pelo governo federal nas três fases anteriores, do diálogo constante com a sociedade civil, Seminário Técnico-Científico realizado em 2023, e das contribuições enviadas durante a fase de consulta pública.

As ações do plano são estruturadas conforme as orientações do Decreto nº 11.367/2023, divididas em quatros eixos:

  • atividades produtivas sustentáveis,
  • monitoramento e controle ambiental;
  • ordenamento fundiário e territorial; e
  • instrumentos normativos e econômicos, dirigidos à redução do desmatamento e à concretização das ações abrangidas pelos demais eixos.

Para conferir o documento na íntegra, PPCerrado 4ª fase, clique aqui.

No entanto, referente ao Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento da Amazônia Legal – PPCDAm, está na 5ª fase (2023 a 2027).

O PPCDAm foi criado em 2004,  sendo o principal responsável pela queda de 83% do desmatamento até 2012, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). 

Esta 5ª fase do plano, estabelece a meta de desmatamento zero até 2030 e foi estruturada em quatro eixos temáticos, iguais ao PPCerrado.

Quer conferir este documento do PPCDAm de forma integral? Baixe aqui

Ministério do Meio Ambiente aguarda pedido de autorização

Além do anúncio de contratação em grande escala para o cargo de Analista Ambiental, nível superior, vale destacar que a Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou que novos editais para a área, serão autorizados em 2024, 460 vagas, sendo:

Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis): 260 vagas,

ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio): 180;

Jardim Botânico do Rio de Janeiro: 20 vagas.

No entanto, até o momento, o aval ainda não consta no Diário Oficial da União. De acordo com informações, o governo aguarda liberação da Secretaria de Orçamento Federal (SOF), para oficializar.

Vale destacar, que em recente entrevista, o presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, destacou a necessidade de contratar novos servidores para a área.

O governo estava desmontando. Então nós passamos um tempo montando o governo, abrindo concurso, fazendo concurso, tentando construir. Agora as coisas estão mais ou menos alinhadas. Ainda faltam algumas coisas. A companheira Marina (Silva, ministra do Meio Ambiente), por exemplo, tem 700 funcionários a menos no Ibama para poder controlar as coisas. Então eu encontrei o governo dessa vez muito pior e vou deixá-lo muito melhor”, enfantizou Lula.

Concursos ambientais: Servidores em greves

Paralelo a anúncios e falas de entes federais, servidores da área do Meio Ambiente, decretaram greve no dia 24 de junho com extensão até 1º de julho.

A greve surge após seis meses de negociações fracassadas com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).

No mais, os servidores grevistas, pedem a reestruturação da carreira para técnicos e analistas e a inclusão dos servidores do Plano da Carreira do Meio Ambiente e os auxiliares na tabela de progressão.

“Nossa demanda não é por um percentual específico de reajuste, mas de uma verdadeira reestruturação de carreira que nos reposicione o mais próximo de outras carreiras com atribuições de nível de responsabilidade e complexidade semelhantes ao nosso”, disse Cleberson Zavaski, presidente da Ascema (Associação Nacional dos Servdiores Carreira de Especialista em Meio Ambiente e PECMA).

Estão em greve os funcionários públicos do IBAMA, ICMBio , Serviço Florestal Brasileiro e MMA.

No mais, a paralisão que começou na Paraíba, Pará, Acre e Rio Grande do Norte, deve abranger os 21 estados, ao longo da mobilização.

Acesse aqui, para mais informações sobre a greve.

Saiba mais sobre o Concurso Ibama: Edital autorizado para 260 vagas. Iniciais de R$10 mil!

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais