Carreiras Bancárias: o Banco na Era Digital | Nova Concursos

Carreiras Bancárias: Principais matérias sobre o Banco na Era Digital!

icone calendario 30 jun 2021

Muitos concurseiros atualmente estão buscando a aprovação em Carreiras Bancárias, em concursos públicos . Por isso, é importante que os candidatos saibam quais matérias devem ser estudadas para as provas, uma vez que há um tema que está cada vez mais em alta: Os Bancos na Era Digital.

Carreiras bancárias: Era Digital

Os Bancos na Era Digital! É muito importante que os concurseiros compreendam conceitos sobre esse conteúdo, pouco populares, mas em crescimento atualmente.

Para quem deseja iniciar os estudos, temos os editais mais recentes Concurso Banco de Brasília (BRB) e Concurso Banco do Brasil , neles podem ser encontrados os seguintes tópicos no conteúdo programático:

  • Internet banking, banco virtual e “dinheiro de plástico”.
  • Mobile banking.
  • Open banking.
  • O comportamento do consumidor na relação com o banco.
  • A experiência do usuário.
  • Segmentação e interações digitais.
  • Inteligência artificial cognitiva.
  • Banco digitalizado x banco digital.
  • Fintechs e startups.
  • Soluções mobile e service design.
  • O dinheiro na era digital: Blockchain, Bitcoin e demais criptomoedas.
  • O desafio dos bancos na era digital.

Vejamos, brevemente, cada um desses tópicos:

Open Banking

Uma grande possibilidade para que os usuários tenham autonomia para utilizar seus dados bancários, tirando assim a autonomia dos bancos. Esse é o grande conceito de Open Banking.

Além disso, é possível ainda autorizar que outras empresas criem serviços integrados aos oferecidos pela instituição financeira em que o usuário possui uma conta.

Um exemplo disso é o aplicativo de controle de gastos, que pode ser utilizado, caso o banco seja aberto (open) a esse tipo de possibilidade.

Startups

Em meio a um cenário de incertezas e soluções a serem desenvolvidas, as startups aparecem como modelo de negócios repetível e escalável. É uma empresa jovem que necessita de inovação para não ser considerada uma empresa de modelo tradicional.

É importante ressaltar que nem toda empresa é uma Startup, mas toda Startup é uma empresa.

Fintechs

Uma união entre os termos “financial” e “technology”, as Fintechs são startups que trabalham para oferecer serviços financeiros a partir das possibilidades tecnológicas da contemporaneidade, trabalhando com custos operacionais menores e de maneira mais otimizada.

Por outro lado, é importante saber que os bancos tradicionais (como Bradesco, Banco do Brasil, etc), utilizam a tecnologia em seus serviços, mas não são consideradas Fintechs; isso porque ainda operam prioritariamente a partir do modelo tradicional.

As Fintechs oferecem diversos serviços aos usuários, como: cartão de crédito, meios de pagamentos, lojas virtuais, financiamentos/empréstimos, dentre outros.

Criptomoeda

Em crescimento desde a última década, as criptomoedas se tornaram importantes em meio aos bancos e o tema deve ser bem entendido para quem quer seguir uma carreira bancária.

Uma criptomoeda é um meio de troca descentralizado que se utiliza de tecnologias como o blockchain e a criptografia, para garantir a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda.

Bitcoin

Se você já ouviu falar sobre as criptomoedas, com certeza também já ouviu algo sobre o Bitcoin, uma moeda digital descentralizada e que não necessita de terceiros para funcionar.

Sendo assim, o usuário não depende de bancos, grandes corporações ou governos para movimentar o dinheiro dos usuários, o que torna tudo ainda mais rápido e fácil.

Service Design

Já o Design de Serviços se apresenta com o propósito de planejar e organizar pessoas, infraestrutura, comunicação e componentes materiais de um serviço. Isso é usado para melhorar a qualidade e a interação entre a empresa provedora do serviço e os consumidores.

Podemos resumir que o Service Desing é o “desenho” dos serviços de maneira otimizada, em benefício do cliente.

Inteligência Artificial Cognitiva

Já a Inteligência Artificial Cognitiva é a capacidade de aprimorar o aprendizado de uma máquina. A computação cognitiva é a utilização da inteligência computacional para auxiliar na tomada de decisão humana, caracterizada por capacidades não-supervisionadas de aprendizado e interação em tempo real.

Por exemplo: caso um sistema de inteligência artificial, por definição, consegue aprender, com a inteligência cognitiva, ele tende a aprender mais, tornando o processo e o serviço que ela presta muito mais eficazes.

Saiba mais sobre o Concurso Banco do Brasil 2021: Edital publicado com 4.480 vagas nível médio!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais