Concurso SME SP 2019: SAIU EDITAL para mais de 1.700 vagas!

Atenção concurseiros! Saiu o edital do concurso SME SP 2019, a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. A oferta é de mais de 1.700 vagas para os cargos de Auxiliar Técnico de Educação e Coordenador Pedagógico, que englobam os níveis médio, técnico e superior, com salários iniciais de até R$ 5,1 mil. - Como fazer a inscrição do c...

Status do concurso: Encerrado

Última Notícia

Imagem Concurso SME SP: Gabarito será divulgado nesta terça (3)!

Concurso SME SP: Gabarito será divulgado nesta terça (3)!

No último domingo, foram aplicadas as provas objetivas do Concurso SME SP e aos gabaritos serão divulgados nesta terça-feira (03).

Continuar Lendo

Histórico de Notícias

15/08/2019

Concurso SME SP: Candidatos são convocados para a prova objetiva!

O concurso SME SP (Secretaria Municipal de Educação de São Paulo) divulgou a convocação dos candidatos para as provas objetivas e dissertativas do certame.

Continuar lendo
16/12/2013

Apostila Concurso Professor SME – SP 2015

Continuar lendo

Atenção concurseiros! Saiu o edital do concurso SME SP 2019, a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo. A oferta é de mais de 1.700 vagas para os cargos de Auxiliar Técnico de Educação e Coordenador Pedagógico, que englobam os níveis médio, técnico e superior, com salários iniciais de até R$ 5,1 mil.

Como fazer a inscrição do concurso SME SP?;
Quem pode fazer o concurso SME SP?;
Requisitos para ser um Auxiliar Técnico de Educação da SME SP?;
O que faz o cargo de Auxiliar Técnico de Educação da SME SP?;
Requisitos para ser um Coordenador Pedagógico da SME SP?;
O que faz o cargo de Coordenador Pedagógico da SME SP?;
Como será a prova?

Como fazer a inscrição no concurso SME-SP?

As inscrições estarão disponíveis a partir do dia 4 de junho a 5 de julho, pela página da banca responsável pelo certame, a Fundação Vunesp. A taxa para o cargo de Auxiliar é de R$ 41,80. Para o cargo de Coordenador, não haverá a cobrança de taxa de inscrição.

Quem pode fazer o concurso SME SP?

São 1.737 vagas divididas em dois cargos:

Nível Médio/Técnico: Auxiliar Técnico de Educação (1.109 vagas) » Ver Apostila «;

Nível Superior: Coordenador Pedagógico (628 vagas) » Ver Apostila «.

Os salários iniciais são de R$ 1.541,14 e de R$ 5.184,01, respectivamente. Ambos os cargos têm jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Requisitos para ser um Auxiliar Técnico de Educação da SME-SP

• Ser brasileiro nato ou naturalizado, cidadão português ou estrangeiro com reconhecimento do gozo dos direitos políticos;

• Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;

• Encontrar-se em pleno exercício de seus direitos civis e políticos;

• Apresentar Certificado de Conclusão de Nível Médio e do respectivo Histórico Escolar ou Diploma do Curso Técnico expedido por Entidade Oficial ou oficializada;

• Apresentar os documentos exigidos;

• Ter aptidão física e mental, e não apresentar deficiência que o incapacite para o exercício das respectivas funções do cargo para o qual se inscreveu.

O que faz um Auxiliar Técnico de Educação da SME SP?

O Auxiliar Técnico de Educação de Educação pode atuar em duas áreas, sendo na Inspeção Escolar ou em Serviços de Secretaria, que será atribuída aos aprovados pelo Diretor do colégio em que serão lotados.

Inspetor Escolar da SME-SP

Dar atendimento e acompanhamento aos alunos nos horários de entrada, saída, recreio e em outros períodos em que não houver a assistência do professor; Comunicar à direção da escola eventuais enfermidades ou acidentes ocorridos com os alunos, bem como outras ocorrências graves; Participar de programas e projetos definidos no projeto político-pedagógico da unidade educacional que visem à prevenção de acidentes e de uso indevido de substâncias nocivas à saúde dos alunos; Auxiliar os professores quanto a providências de assistência diária aos alunos; Colaborar no controle dos alunos quando da participação em atividades extra ou intraescolar de qualquer natureza; Colaborar nos programas de recenseamento e controle de frequência diária dos alunos, inclusive para fins de fornecimento de alimentação escolar; Acompanhar os alunos à sua residência, quando necessário; Prestar atendimento ao público interno e externo, com habilidade no relacionamento pessoal e transmissão de informações; Executar atividades correlatas atribuídas pela direção da unidade educacional; Auxiliar no atendimento aos alunos com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação; Colaborar para a manutenção da disciplina e participar, em conjunto com a equipe escolar, da implementação das normas de convívio.

Secretario Escolar da SME SP

Executar atividades de natureza técnico-administrativa da secretaria da escola, com uso das tecnologias de comunicação e informação (TICs) e apoio de softwares da Prefeitura, em especial: receber, classificar, arquivar, instruir e encaminhar documentos ou expedientes de funcionários e de alunos da escola, garantindo sua atualização; controlar e registrar dados relativos à vida funcional dos servidores da escola e à vida escolar dos alunos; digitar documentos, expedientes e processos, inclusive os de natureza didático-pedagógica; Executar atividades auxiliares de administração relativas ao recenseamento e da frequência dos alunos; Fornecer dados e informações da organização escolar de acordo com cronograma estabelecido no projeto político-pedagógico da escola ou determinado pelos órgãos superiores; Responsabilizar-se pelas tarefas que lhe forem atribuídas pela direção da escola ou secretário de escola, respeitada a legislação; Atender ao público em geral, prestando informações e transmitindo avisos e recados; Prestar atendimento ao público interno e externo, com habilidade no relacionamento pessoal e transmissão de informações; Executar atividades correlatas atribuídas pela direção da unidade educacional; Realizar a alimentação, atualização e correção dos dados registrados e incluídos nos sistemas gerenciais informatizados da Prefeitura, observados os prazos estabelecidos; Colaborar para a manutenção da disciplina e participar, em conjunto com a equipe escolar, da implementação das normas de convívio

Requisitos básicos para ser um Coordenador Pedagógico da SME-SP

• Possuir cargo efetivo ativo correspondente ao vínculo indicado para o acesso na ficha de inscrição (3 anos de magistério);

• Apresentar Certificado de Conclusão de Licenciatura Plena em Pedagogia acompanhado do respectivo Histórico Escolar (com data de Colação de Grau) expedido por Entidade Oficial ou oficializada;

• Encontrar-se em pleno exercício de seus direitos civis e políticos;

• Ter aptidão física e mental, e não apresentar deficiência que o incapacite para o exercício das respectivas funções do cargo para o qual se inscreveu.

O que faz um Coordenador Pedagógico da SME SP?

Coordenar a elaboração, implementação e avaliação do projeto políticopedagógico da unidade educacional, visando a melhoria da qualidade de ensino, em consonância com as diretrizes educacionais do Município; Elaborar o plano de trabalho da coordenação pedagógica, articulado com o plano da direção da escola, indicando metas, estratégias de formação, cronogramas de formação continuada e de encontros para o planejamento do acompanhamento e avaliação com os demais membros da Equipe Gestora; Coordenar a elaboração, implementação e integração dos planos de trabalho dos professores e demais profissionais em atividades docentes, em consonância com o projeto político-pedagógico e as diretrizes curriculares da Secretaria Municipal de Educação; Assegurar a implementação e avaliação dos programas e projetos que favoreçam a inclusão dos educandos, em especial dos alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação; Promover a análise dos resultados das avaliações internas e externas, estabelecendo conexões com a elaboração dos planos de trabalho dos docentes, da coordenação pedagógica e dos demais planos constituintes do projeto político-pedagógico; Analisar os dados referentes às dificuldades nos processos de ensino e aprendizagem, expressos em quaisquer instrumentos internos e externos à unidade educacional, garantindo a implementação de ações voltadas à sua superação; Identificar, em conjunto com a Equipe Docente, casos de alunos que apresentem dificuldades de aprendizagem e desenvolvimento e, por isso, necessitem de atendimento diferenciado, orientando os encaminhamentos pertinentes, inclusive no que se refere aos estudos de recuperação contínua e, se for o caso, paralela no ensino fundamental e médio; Planejar ações que promovam o engajamento da Equipe Escolar na efetivação do trabalho coletivo, assegurando a integração dos profissionais que compõem a unidade educacional; Participar da elaboração de critérios de avaliação e acompanhamento das atividades pedagógicas desenvolvidas na unidade educacional; Acompanhar e avaliar o processo de avaliação, nas diferentes atividades e componentes curriculares, bem como assegurar as condições para os registros do processo pedagógico; Participar, em conjunto com a comunidade educativa, da definição, implantação e implementação das normas de convívio da unidade educacional; Organizar e sistematizar, com a Equipe Docente, a comunicação de informações sobre o trabalho pedagógico, inclusive quanto à assiduidade e à necessidade de compensação de ausências dos alunos junto aos pais ou responsáveis; Promover o acesso da equipe docente aos diferentes recursos pedagógicos e tecnológicos disponíveis na unidade educacional, garantindo a instrumentalização dos professores quanto à sua organização e uso; Participar da elaboração, articulação e implementação de ações, integrando a unidade educacional à comunidade e aos equipamentos locais de apoio social; Promover e assegurar a implementação dos programas e projetos da Secretaria Municipal de Educação, por meio da formação dos professores, bem como a avaliação e acompanhamento da aprendizagem dos alunos, no que concerne aos avanços, dificuldades e necessidades de adequação; Participar das diferentes instâncias de discussão para a tomada de decisão quanto à destinação de recursos materiais, humanos e financeiros, inclusive a verba do Programa de Transferência de Recursos Financeiros – PTRF e do Programa Dinheiro Direto na Escola – PDDE da unidade educacional; Participar dos diferentes momentos de avaliação dos alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, promovendo estudos de caso em conjunto com os professores e estabelecendo critérios para o encaminhamento de alunos com dificuldades de aprendizagem; Orientar, acompanhar e promover ações que integrem estagiários, cuidadores e outros profissionais no desenvolvimento das atividades curriculares; Participar das atividades de formação continuada promovidas pelos órgãos regionais e central da Secretaria Municipal de Educação, com vistas ao constante aprimoramento da ação educativa.

Como será a prova do concurso SME SP?

Os candidatos serão avaliados mediante provas objetivas e dissertativas, previstas para acontecer no dia 1 de setembro de 2019, na cidade de São Paulo (SP)

O conteúdo programático sofre alterações conforme o cargo desejado:

Auxiliar Técnico de Educação: Língua Portuguesa (15 questões), Matemática (15 questões), Noções de Informática (10 questões) e Publicações Institucionais (20 questões);

Coordenador Pedagógico: Conhecimentos Gerais (30 questões), Conhecimentos Específicos (30 questões).

A prova dissertativa será exclusiva para o cargo de Auxiliar Técnico de Educação, constando de um Estudo de Caso.

Além disso, para ambos os cargos, haverá uma prova de títulos, onde serão convocados apenas os aprovados nas etapas anteriores.

O concurso terá a duração de dois anos após a homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

Acompanhe nossas

redes sociais