Compartilhar:

Concurso TJ RJ: Após confirmação do cronograma, provas serão realizadas no mês de junho!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 21 fev 2020

Foi confirmado pela Assessoria de Imprensa do órgão, que o cronograma já está definido e as provas do concurso TJ RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) serão aplicadas em junho.

Provas do concurso TJ RJ

Foi divulgado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o cronograma previsto para o novo concurso TJ RJ. Segundo a Assessoria de Imprensa do órgão, o edital está estimado para o dia 28 de fevereiro.

As inscrições serão realizadas de 09 a 30 de março, pelo site da banca organizadora, Cebraspe. As provas para Técnico Judiciário e Analista Judiciário, deve sem aplicadas no dia 07 de junho de 2020. O resultado final do certam está previsto para o dia 30 de outubro.

As principais datas do concurso TJ RJ são as seguintes:

  • Data de Publicação do Edital: 28 de fevereiro de 2020;
  • Inscrição: 9 a 30 de março de 2020;
  • Data da Prova: 7 de junho de 2020;
  • Resultado Final: 30 de outubro de 2020.

Foi confirmado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que os concorrentes ao cargo de Técnico Judiciário serão submetidos apenas a prova objetiva. Enquanto os participantes a carreira de Analista Judiciário, serão avaliados por prova objetiva, prova discursiva e análise de títulos. As informações constam na dispensa que oficializa o Cebraspe como banca organizadora.

As partes ainda não definiram se as questões de prova serão de múltipla escolha ou no estilo, “Certo ou Errado” como o Cebraspe adota nos últimos anos. Também não informações se uma questão em desacordo com o gabarito anulará os pontos de um acerto.

Nova-TJ-RJ

Os interessados devem ter como base de preparação o concurso TJ RJ 2014, uma vez que o diretor de Gestão de Pessoas do TJ-RJ, Gabriel Pinto, já informou que o conteúdo não deverá sofrer alterações significativas. O prazo de validade do certame deverá ser de dois anos, podendo dobrar.

O contrato firmado com o Cebraspe, adianta que as taxas de inscrição serão de R$ 80,00 para Técnico Judiciário e R$ 100,00 para Analista Judiciário. É estimado pelo órgão, receber certa de 80.000 candidatos inscritos.

Concurso TJ RJ deve usar cadastro de reserva

O presidente do TJ RJ, desembargador Claudio de Mello Tavares, considera usar o cadastro de reserva do concurso além das 160 vagas de caráter imediato, assim como ocorreu no último certame. É grande o número de aposentadorias no órgão, o que aumenta o déficit de pessoal.

No concurso realizado em 2014, o tribunal ofereceu 208 vagas, porém 1.047 candidatos aprovados foram chamados durante os quatros anos do prazo de validade do resultado final.

Enquanto na seleção de 2012, foram 284 vagas, sendo que 1.280 aprovados foram chamados. No momento, de acordo com o Portal de Transparência do TJ RJ, há mais de 3.500 cargos vagos de Técnico Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

No ano de 2014, a banca organizadora responsável pela execução do certame foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi composta por 100 questões de múltipla escolha.

As perguntas foram divididas em três grupos, cada um contendo as seguintes disciplinas:

  • Grupo I: Língua Portuguesa (30), Raciocínio Lógico (10);
  • Grupo II: Noções de Direito Administrativo e Constitucional (10), Noções de Direito Processual Civil (15), Noções de Direito Processual Penal (15);
  • Grupo III: Noções de Custas Judiciais (10) e CODJERJ, Consolidação Normativa e Legislação Complementar (10).

Foi classificado na prova objetiva quem, simultaneamente, acertou, no mínimo 50% do total da prova, 40% do total dos grupos II e III, ou acertou, no mínimo, uma questão em cada umas das disciplinas contidas nos três grupos.

» Prepare-se para o concurso TJ RJ + BÔNUS (GRÁTIS) «

Saiba mais sobre o Concurso TJ RJ: EDITAL oferta 160 vagas para nível médio e superior!

BAIXE GRÁTIS PDF com Previsões para 2020 + Cronograma de Estudos + Aulas para começar HOJE

Acompanhe nossas

redes sociais