Compartilhar:

As vantagens da carreira pública

icone calendario 25 mar 2019

Quando o candidato escolhe seguir carreira pública, o que é de senso comum são alguns dos benefícios oferecidos como estabilidade, aposentadoria integral e a não-exigência de experiências anteriores em alguns casos. Mas você conhece todas as vantagens oferecidas por uma carreira pública?

vantagens_publico

 

Estabilidade

É um dos fatores que mais motivam os candidatos a uma vaga no setor público. Ao contrário de um trabalho da iniciativa privada, que pode ser demitido a qualquer momento, um servidor público que ingressou na carreira pública por meio de concurso adquire estabilidade após três anos de trabalho. Depois disso, normalmente, ele só perde o cargo (é exonerado) se cometer falta grave, à qual cabem diversos recursos, em que lhe é oferecido amplo direito de defesa.

Comece a estudar agora e realize esse sonho!
Compre aqui a sua APOSTILA!

O direito de estabilidade não se estende aos servidores que ocupam cargos temporários ou comissionados (cargos de confiança), nem aos trabalhadores de empresas cujo contrato é regido pela CLT (neste caso, no entanto, a justiça tem assegurado o direito à estabilidade aos concursados).

 

Maiores Salários

A carreira pública geralmente oferece salários melhores do que a iniciativa privada. Os pagamentos variam conforme o nível de formação exigido para o cargo (fundamental, médio, técnico, superior) e a complexidade da função. Os reajustes seguem o princípio da isonomia: são aplicados os mesmos índices, e nas mesmas datas, para os servidores com atribuições iguais ou semelhantes. Contudo, os valores são diferentes entre os Poderes (Executivo, Legislativo, Judiciário) e as esferas de governo (federal, estadual, distrital, municipal).

Na carreira pública, não há diferenças salariais entre gêneros, ou seja, ao contrário da iniciativa privada, homens e mulheres recebem os mesmos salários. Para saber mais, clique aqui.

Direitos e benefícios

Além dos direitos comuns a todos os trabalhadores formais (férias, 13º salário, etc.), o servidor recebe adicional por tempos de serviço – um percentual sobre o salário de acordo com o número de anos trabalhados (quanto mais tempo, mais o alto o percentual) e gratificações especiais, conforme o perfil do cargo.

As licenças remuneradas incluem desde afastamento de três a cada cinco anos trabalhados, para realizar cursos de capacitação e reciclagem, licença-prêmio, licença não-remunerada por períodos de até dois anos, abono de determinado número de faltas anuais, entre outros.

Algumas carreiras também oferecem planos de previdência complementar.

Ascensão profissional

Os funcionários públicos desfrutam de sistemas de promoção de cargos e salários e progressão por tempo de serviço. Em grande parte das secretarias, autarquias, fundações, empresas e de outros órgãos públicos, vigoram processos de avaliação de competência como critério para a ascensão profissional. Quem investe mais na própria formação tem mais chance de ascender na profissionalmente. Em muitos casos, a realização de cursos ou de outros processos de aprimoramento profissional representa aumento ou gratificação salarial, independente da mudança ou não de cargo.

Sem experiência anterior

A grande maioria dos concursos dirigidos a pessoas de nível médio (dos quais também podem participar pessoas com nível superior) não exige experiência anterior, o que, ao contrario da iniciativa privada, abre oportunidades a jovens em busca do seu primeiro emprego. Nos concursos de nível superior, exceto em algumas carreiras, não se exige formação especifica. E o caso, por exemplo, da maioria dos cargos abertos na Receita Federal e no INSS, dois dos órgãos mais disputados por concursandos.

Aposentadoria

Os funcionários públicos gozam de sistema próprio de aposentadoria, que varia nos âmbitos federal, estadual e municipal. Em geral, suas aposentadorias são mais elevadas a dos trabalhadores da iniciativa privada, que se aposentam pelo regime geral da previdência (INSS). Servidores que atendem a requisitos impostos por emendas constitucionais aprovadas em 1998 e 2003 aposentem-se com salário integral e têm reajustes semelhantes a dos servidores que estão em atividade. Para se aposentar, o servidor deve cumprir alguns requisitos, como idade mínima, tempo de retribuição e tempo mínimo de exercício no serviço publico e no cargo em que se dá a aposentadoria.

É o trabalhador contratado pelo poder publico – governos federais, estadual e municipal, judiciário, legislativo – para desempenhar cargos e funções em secretarias, autarquias, fundações, empresas e órgãos diversos. Entre eles estão desde auxiliares de limpeza e serventes e professores, médicos, juizes, promotores e auditores.

Treine com questões formuladas pela banca organizadora!
Garanta a sua vaga estudando com o Simulados para Concursos

Serviço público no Brasil

O setor público oferece cerca de 6,5 milhões de servidores, distribuídos entre municipais, estaduais e federais.

Esse percentual é menor do que o de paises como a Suécia, em que o serviço público emprega 18% da mão de obra; França, em que proporcionalmente há duas vezes mais servidores do que no Brasil; e Estados Unidos, onde proporcionalmente o número de servidores é de 30% maior do que entre brasileiros. (FONTE UNICAMP)

Agora que você já conhece melhor as vantagens de ser funcionário público, fique atento ao blog da Nova Concursos e às nossas dicas para escolher e se preparar melhor para o concurso certo para você!

Compre as Apostilas para o seu Concurso Público direto com a Editora Nova e parcele no cartão de crédito em até 6 x sem juros!

A editora Nova tem ajudado há mais de 8 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!

 

modelo-curso-teste

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais