Análise Esquematizada Polícia Federal (PF) 2021: Como será a prova?

icone calendario 19 fev 2021

Atenção concurseiros de todo o Brasil que desejam ingressar na Polícia Federal! As inscrições para o novo Concurso PF 2021 já estão abertas e seguem assim até o dia 09 de fevereiro de 2021. Para realizar a sua acesse o site da organizadora do certame, o Cebraspe.

A aplicação da prova objetiva está marcada para 21 de março. O turno de aplicação e o tempo de prova vai depender do cargo. São aproximadamente 64 dias de preparação para estar bem afiado e garantir uma das 1.500 vagas disponíveis!

Para ajudar, a Nova Concursos traz uma análise esquematizada, que compara os editais dos concursos de 2009, 2012, 2014 e 2018 apontando probabilidades de questões que serão cobradas na prova de 2021, além de uma estratégia para se dar bem na prova de Agente da Polícia Federal!

Mudanças no edital 2021

Confira quais as principais mudanças no edital do concurso PF 2021, com relação aos editais anteriores (2009, 2012 , 2014 e 2018).

A seleção da PF 2021 terá as disciplinas da prova divididas em três blocos, entretanto ao contrário da prova de 2018 onde apenas os cargos de Agente e Escrivão tiveram a divisão de blocos, no novo edital 2021, essa divisão ocorrerá em todos os cargos, exceto para Delegado.

Confira a seguir a divisão do edital 2021:

Prova objetiva do Agente

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral

Prova objetiva do Escrivão

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral e Arquivologia

Prova objetiva do Papiloscopista

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática.

Bloco III, com 24 questões: Biologia, Física e Química.

Prova objetiva do Delegado

Para o cargo de Delegado serão 120 questões objetivas de: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário, Direito Financeiro e Tributário. 

Em relação ao conteúdo programático as disciplinas que saíram no edital anterior também não estão presentes no novo edital de 2021, sendo elas: Atualidades, Administração e Economia. Já a disciplina de Estatística, que foi inclusa no edital passado, está presente no novo edital.

Algo que em 2021 irá ocorrer e que está ligado aos editais de 2009, 2012 e 2014 é a separação das Disciplinas de Direito Penal e Direito Processual Penal que tiveram junção em 2018.

Nota de corte

Será aprovado na objetiva do Agente, Escrivão e Papiloscopista o candidato que alcançar no mínimo 48 pontos na prova, além de, no mínimo, seis pontos no bloco I, três no bloco II e dois no bloco III. 

Para ser aprovado na objetiva do Delegado o candidato deve alcançar no mínimo 48 pontos na prova. O resultado da avaliação objetiva está previsto para 9 de abril.

Como direcionar seus estudos?

Para ajudá-lo nessa missão, verificamos as disciplinas e os pesos de cada disciplina para a prova da PF 2021. Para isso, foi utilizado a última prova como referência.

Então, com base na prova de 2018, as disciplinas de Informática, Contabilidade e Português representavam 70% da prova.

Confira qual o foi o número mínimo de questões necessárias para acertar e para garantir a aprovação na seleção de 2018.

♦ Português – de 30 questões será preciso acertar 19;
♦ Estatística – de 07 questões será preciso acertar 04;
♦ Raciocínio Lógico – de 08 questões será preciso acertar 05;
♦ Disciplinas jurídicas – será preciso acertar ao menos 02 questões de cada disciplina (Direto Penal, Penal/Proc. Penal, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Legislação Especial);
♦ Informática – de 36 questões será preciso acertar 22;
♦ Contabilidade – de 24 questões será preciso acertar 15.

Dicas de como estudar para o concurso Polícia Federal

  1. Com base na estratégia apresentada acima, crie um cronograma de estudos levando em conta sua rotina e familiaridade com as disciplinas.
  2. Confira o conteúdo programático do edital PF 2021 para saber o que será cobrado em cada disciplina.
  3. Busque pelas provas dos concursos anteriores, que também foram organizados pelo Cebraspe, desta forma você poderá treinar o estilo das questões e características da banca;
  4. Mantenha-se informado sobre assuntos atuais que poderão ser cobrados na prova dissertativa (redação);
  5. Lembre-se que é importante se preparar também para o TAF (Teste de aptidão Física).

Quer saber mais sobre cada cargo específico, como por exemplo, o que faz um Delegado da Polícia Federal? ⇒ Confira ⇐

Saiba mais sobre o Concurso Polícia Federal 2021: Publicado edital com 1.500 vagas!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais