O que cai na prova: CRP-SP

icone calendario 14 jun 2016

CRP SP logao O Conselho Regional de Psicologia (CRP) de São Paulo publicou edital de concurso com oportunidades para profissionais de nível superior em psicologia e as provas estão agendadas para o dia 24 de julho. Para te ajudar a passar no concurso, o Portal GN Concursos separou o que cai na prova para vocês!

A prova será composta pelas disciplinas de Língua Portuguesa (15 questões), Noções de informática (5 questões), Ética no Serviço Público (5 questões) e a parte de conhecimentos específicos (20 questões).

Garanta a sua vaga neste concurso!
Compre aqui: Apostila CRP-SP

– Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de textos, com domínio das relações morfossintáticas, semânticas, discursivas e argumentativas. Tipologia textual. Coesão e coerência. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Formação e emprego das classes de palavras. Significação de palavras. Sintaxe da oração e do período. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Emprego do sinal indicativo de crase. Processo de comunicação: Intencionalidade Discursiva. Elementos Constituintes da Comunicação. Intertextualidade. Desenvolvimento textual: elaboração de relatórios, projetos e planejamentos, boa capacidade de síntese e elaboração de textos.

– Noções de informática: Conceitos básicos: novas tecnologias e aplicações, ferramentas e aplicativos, procedimentos de informática, tipos de computadores, conceitos de hardware e de software. Ambiente Windows (versões 7 e 8): noções de sistemas operacionais, programas e aplicativos e conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Microsoft Office (versões 2010, 2013 e 365): Word (editor de textos), Excel (planilhas), Power Point (apresentações), Outlook e OneNote. Redes de computadores: conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de internet. Programas de navegação: Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome. Utilização de internet: Sítios de busca e pesquisa, ambientes colaborativos. Redes sociais, computação nas nuvens (cloud computing). Segurança da informação: noções de vírus, worms e outras pragas virtuais, técnicas de fraude e invasão de sistemas, aplicativos (antivírus, firewall, antispyware etc.), procedimentos de segurança e backup.

– Ética no Serviço Público: Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Ética no Setor Público. Decreto nº 1.171/1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). Lei nº 8.112/1990 e alterações.

– Conhecimentos específicos: Leis: Lei nº 4.119/1962: Dispõe sobre os cursos de formação em Psicologia e regulamenta a profissão de Psicólogo; Lei nº 5.766/1971: Cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências; Lei n° 8.069/1990: Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA); Lei nº 10.741/2003: Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências; Lei n° 10.216/2001: Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental; Lei nº 6.839/1980: Dispõe sobre o registro de empresas nas entidades fiscalizadoras do exercício de profissões; Lei nº 8080/90: Sistema Único de Saúde (SUS); Lei nº 8.742/ 1993: Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), Lei 11.340/2006: Cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher (Lei Maria da Penha); Lei 13.146/2015: Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência); Lei nº 12435/2011, que dispõe sobre a organização da Assistência Social. Decretos: Decreto nº 53.464/1964: Regulamenta a Lei nº 4.119/1962, que dispõe sobre a Profissão de Psicólogo; Decreto nº 79.822/1977: Regulamenta a Lei nº 5.766/1971, que criou o Conselho Federal e Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências. Resoluções CFP: Resolução CFP nº 10/2005: Aprova o Código de Ética Profissional do Psicólogo; Resolução CFP nº 019/2000: Institui o Manual Unificado de Orientação e Fiscalização – MUORF; Resolução CFP nº 01/2006: Altera a Resolução CFP nº 19/2000, que institui o Manual Unificado de Orientação e Fiscalização – MUORF; Resolução CFP nº 06/2007: Institui o código de processamento disciplinar; Resolução CFP nº 07/2003: institui o Manual de Elaboração de Documentos produzidos pelo psicólogo decorrentes de Avaliações Psicológicas; Resolução CFP 03/2007: Consolidação das Resoluções do CFP; Resolução CFP nº 016/2001: Aprova o Regimento Interno do Conselho Regional de Psicologia da 6ª Região; Resolução CFP nº 008/2010: Dispõe sobre a atuação do psicólogo como perito e assistente técnico no Poder Judiciário; Resolução CFP nº 01/2009: Dispõe sobre a obrigatoriedade do registro documental decorrente da prestação de serviços psicológicos; Resolução CFP nNº 02/2003: Define e regulamenta o uso, a elaboração e a comercialização de testes psicológicos; Resolução CFP nº 018/2002: Estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação a preconceito e discriminação racial; Resolução CFP nº 01/1999: Normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da Orientação Sexual; Resolução CFP nº 11/2012: Regulamenta os serviços psicológicos realizados por meios tecnológicos de comunicação a distância, o atendimento psicoterapêutico em caráter experimental. Outros: Declaração Universal dos Direitos Humanos (ONU); Manual de Orientações do CRP/SP de Outubro de 2014 (disponível em http://www.crpsp.org/fotos/pdf-2015-10-02-11-29-22.pdf); Resolução MS/CNS nº 466/12: aprova diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos; Resolução CNS 218/97 : Reconhece como profissional de saúde de nível superior a categoria de Psicólogo. Portaria MS 1271/2014: Define a Lista Nacional de Notificação Compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde públicos e privados em todo o território nacional.

Critérios de desempate
a) tiver idade igual ou superior a sessenta anos, até o último dia de inscrição neste processo seletivo simplificado, conforme o § único do artigo 27 do Estatuto do Idoso;
b) obtiver a maior nota na Prova Objetiva;
c) obtiver a maior nota na disciplina de Língua Portuguesa;
d) obtiver a maior nota na disciplina de Conhecimentos Específicos;
e) obtiver a maior nota na Análise Curricular;
f) obtiver a maior nota na disciplina de Ética no Serviço Público;
g) obtiver a maior nota na disciplina de Noções de informática;
h) for mais idoso entre aqueles com idade inferior a 60 anos.

Para saber mais detalhes e baixar o edital, veja a página do Concurso CRP – SP!

A editora Nova tem ajudado há mais de 8 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!

BANNER GENÉRICO

Saiba mais sobre o Concurso CRP SP: EDITAL IMINENTE; vagas serão para nível médio!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais