Compartilhar:

Concurso AGEPEN RR: PL cria 700 novas vagas!

icone calendario 26 ago 2019

Na última terça-feira (20), foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Roraima, o Projeto de Lei que criou 700 vagas de Agente Penitenciário na estrutura Secretária de Justiça e Cidadania (SEJUC), que é responsável pela administração do sistema prisional do estado.

O Projeto de Lei Complementar (PLC) 003/2019, foi encaminhado em julho deste ano, com a necessidade da ampliação do quadro de Agentes Penitenciários. O documento, agora irá seguir para a sacão do Governador do estado, Antonio Denarium.

Atualmente são 276 cargos efetivos e os outros 424 serão preenchidos pelo concurso público. No inicio de 2017, o governo de Roraima, havia autorizado a realização do Concurso de Agente Penitenciário, com oferta de 300 vagas e o principal objetivo deste concurso era construir um novo presídio, pois o sistema carcerário de Boa Vista estava muito lotado. No total das 300 vagas, 210 eram destinados para homens e 90 para mulheres.

A remuneração inicial é de R$ 4 mil e para concorrer ao cargo, o candidato precisa ter concluído o nível médio e possuir idade mínima de 18 anos.

Formas de avaliação do Concurso Agente Penitenciário RR

O último concurso, que ocorreu em 2011, a banca organizadora responsável foi a Universidade Estadual de Roraima (UERR). Com oferta de 300 vagas, sendo divididas entre a Capital e o Interior.

Foram duas etapas de avaliação, sendo a primeira etapa uma prova objetiva, composta por 80 questões, sendo cobrado os seguintes conhecimentos em: Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal, Noções de Direito Processual Penal e Legislação Aplicada. A prova teve duração de 04 horas.

Na segunda etapa os candidatos foram avaliados nas seguintes categorias: Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física e Exame Psicológico, todos os testes foram de caráter eliminatório.

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais